R$ 3.000,00 por Sessão

Botelho desconta salário e V.I. de Xuxu, que sugere perseguição

Presidente da Assembleia Legislativa "ignorou" a justificativa de ausência apresentada pelo colega

Por: Mídia News
11 de Setembro de 2019 as 13h 45min

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), promoveu sua primeira punição na noite da última terça-feira (10). Ele descontou parte da verba indenizatória (V.I) e do ponto do deputado Xuxu Dal Molin (PSC).

Na semana passada, Botelho havia afirmado que o corte seria feito caso os parlamentares não comparecessem ao “mutirão” de votações agendadas para o decorrer desta semana com o objetivo “de limpar a pauta” da Casa.

Cada parlamentar recebe uma Verba Indenizatória de R$ 65 mil, além do salário de R$ 25 mil.

“Não aconteceu nada de mais. Apenas que, quem faltou será descontado. A verba indenizatória também é para exercer o mandato. Se está faltando uma de suas funções, é permitido ao presidente fazer o corte. E isso será proporcional à sessão. Dá algo em torno de R$ 3 mil por sessão”, afirmou Botelho.

Ele admitiu, inclusive, não ter levado em consideração a justificativa apresentada por Xuxu para se ausentar da sessão na noite de ontem.

O parlamentar alegou que participava do 6º Encontro Pós-Colheita, em Sorriso, onde se discutia a BR-163. E também esteve em Lucas do Rio Verde, na inauguração de uma unidade do Senai.

“Foi falado na semana passada que não aceitaríamos justificativa, a não ser que o deputado estivesse doente. Até brinquei que também valeria certidão de óbito. Agora, essa justificativa de inauguração, isso não foi aceito”, acrescentou o presidente.

“Perseguição”  
Xuxu Dal Molin, por sua vez, sugeriu ter sido usado como “isca” pelo presidente Eduardo Botelho.

“Minha justificativa foi lida e não foi aceita. Concordo com o corte, mas temos que ter regras. Não pode ser conforme o vento. Semana passada vários não estiveram aqui, não votou nada. Aí essa semana represou [as pautas] e estão usando o deputado Xuxu Dal Molin como uma isca”, disse.

Ao ser “lembrado” pela imprensa que Botelho já havia convocado os parlamentares para o “mutirão” de votação, Xuxu rebateu: “Mas eu tinha uma agenda já. Não posso viver do que eles querem pra hoje. Tenho minha programação. Temos 24 deputados. O que temos que ter aqui é quórum. Se faltou 1, 2, 3.. a Casa continua funcionando”.

“Tudo tem que ter justificativa, o que não pode ter aqui é maldade, sacanagem ou perseguição. Gosto muito do presidente, dos demais deputados. Acho que temos que ter integração e trabalhar”, concluiu.


COMENTARIOS

Mais de Política

Valorização

Fávero vota a favor do direito à aposentadoria especial aos professores

Parlamentar foi o relator na CCJR da proposta que contempla os profissionais.

17 de Setembro de 2019 as 19h20

Homenagem

Fávero presta homenagem ao prefeito de Colatina-ES

Sérgio Meneguelli esteve na Assembleia Legislativa de MT para receber a homenagem.

17 de Setembro de 2019 as 16h01

Abertura de Crédito

Vereadores aprovam a abertura de crédito para a construção de PSF no Vida Nova

O valor total da obra é de mais de R$ 1.3 milhão, R$ 408 mil é a contrapartida do município, o restante, cerca de R$ 900 mil, foi viabilizado por meio de convênio com o Ministério da Saúde

17 de Setembro de 2019 as 13h41

Saúde

Vereadores aprovam a destinação de mais de R$ 3.1 milhões para a saúde

R$ 2.7 milhões serão destinados ao Hospital São Lucas para o pagamento de despesas relacionadas aos atendimentos SUS e R$ 450 mil, para a compra de exames e cirurgias, via Consórcio de Saúde

17 de Setembro de 2019 as 13h36

Pós-Mandato

Fávero quer prazo para ex-prefeito acessar registros

A proposta começou tramitar na Casa de Leis na semana passada

16 de Setembro de 2019 as 21h53

Regularização Fundiária

Meta do governo federal é regularizar 600 mil lotes no Brasil até 2022

Secretário Nacional da Agricultura, Luiz Antônio Nabhan, esteve na Assembleia de Mato Grosso, nesta sexta-feira (13), para debater os entraves da reforma agrária em Mato Grosso.

16 de Setembro de 2019 as 08h50

Últimos Dias

Selma se mostra incomodada com PSL e diz que não é Bolsonaro ‘até debaixo d’água’

A juíza aposentada afirmou que o PSL é um partido que a incomoda

15 de Setembro de 2019 as 18h47

Regularização

Secretário Nacional de Agricultura confirma presença em debate promovido por Fávero e Barbudo

Encontro será nesta sexta-feira (13 de setembro, no auditório Milton Figueiredo, às 10 horas, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

11 de Setembro de 2019 as 15h53

Almoço no Paiaguás

Base se reúne com Mendes e cobra pagamento de emendas

Nesta semana foi aprovado um requerimento pedindo que Mendes apresente dados sobre valores pagos

11 de Setembro de 2019 as 13h41

Parecer Favorável

PECs que facilitam a expansão da Unemat e susta atos do Judiciário e TCE são aprovados na CCJR

As propostas receberam parecer favorável, durante reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), dessa terça-feira (10).

10 de Setembro de 2019 as 18h33

Política

Mourão: governo deve negociar com o Congresso com clareza e paciência

Mourão esteve reunido na manhã desta terça-feira com os ministros da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

10 de Setembro de 2019 as 15h20

Prioridade

Fávero vai à Jaciara debater implantação da escola militar

Parlamentar é autor da Lei nº 10.920/2019, que facilita a implantação e construção de escolas cívico/militar nos municípios mato-grossenses.

10 de Setembro de 2019 as 11h49

Venda de Terrenos

Prefeita sanciona projeto e autoriza venda de 80 terrenos públicos em Sinop

o projeto detalha que os imóveis do Jardim Florença têm avaliações entre R$ 93 mil e 190 mil.

09 de Setembro de 2019 as 09h23

Servidores

Vereadores aprovam criação de estatuto e alteração no PCCS dos servidores do Legislativo

Com a alteração no PCCS, foram criados novos cargos que serão preenchidos por meio de concurso público

06 de Setembro de 2019 as 13h25

Política

Procuradoria e AGU anunciam acordo de R$ 1 bi para Amazônia

Desses R$ 1 bilhão, ao menos R$ 400 milhões devem ser repassados aos estados da região amazônica.

05 de Setembro de 2019 as 15h49

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Quem é o maior responsável pelas queimadas em Mato Grosso?

A população

As autoridades públicas

Os órgãos ambientais

O clima

Parcial
veja +

COTAÇÃO