Infraestrutura

Decreto regulamenta parceria com associações e produtores para asfaltar estradas em MT e prevê cobrança de pedágio

Estão em análise 23 propostas de parcerias de associações que preveem a pavimentação total de 1,249 mil quilômetros de estrada de chão.

Fonte: G1 MT
12 de Julho de 2019 as 22h 22min

Mais de 1 mil km em estradas de chão devem ser asfaltados — Foto: Associação Agrologística

O governo publicou nesta sexta-feira (12), no Diário Oficial do Estado, um decreto que regulamenta as parcerias entre o estado e as Organizações da Sociedade Civil (OSC) na área de infraestrutura, as chamadas PPPs Sociais. Com isso, as associações de produtores rurais poderão cobrar pedágio para a manutenção das rodovias. 

Segundo governo, a previsão é pavimentar até 1,2 mil km de rodovias estaduais nos próximos dois anos, beneficiando 26 municípios de várias regiões de Mato Grosso. 

Atualmente, já existem em análise na secretaria 23 iniciativas de parcerias propostas por associações que preveem a pavimentação total de 1,249 mil quilômetros de estrada de chão, o que deve beneficiar de forma direta 26 municípios mato-grossenses e mais uma dezena indiretamente. 

O decreto das Parcerias Sociais foi elaborado em conjunto por vários entes do governo, entre eles a vice-governadoria, a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Sinfra) e a MT PAR. 

A regulamentação da lei permite que o estado, por meio da Sinfra, formalize as parcerias com associações, principalmente de produtores rurais, que não tenham fins lucrativos para execução de obras de pavimentação de rodovias, entre outras. 

Segundo o titular da pasta, a sistemática da PPP Social é interessante porque possibilita que a entidade parceira execute a obra e depois realize a manutenção. 

Regras 

A nova lei da PPP Social foi sancionada pelo governo do estado em março deste ano para viabilizar ações de infraestrutura que o Poder Público sozinho não teria condições de colocar em execução. O decreto publicado nesta sexta-feira traz as regras de como vão funcionar essas parcerias. 

Conforme o documento, a organização parceira será responsável pela operação, manutenção, conservação do objeto (obra) que se propuser a realizar. Entre as ações possíveis estão operação, e/ou manutenção, e/ou conservação, e/ou elaboração de projetos, e/ou realização de obras e ou investimentos em rodovias, bem como em atividades ligadas a aeroportos e hidrovias. 

As entidades as quais o governo vai se associar não podem ter fins lucrativos ou serem cooperativas, que dividem lucros entre seus sócios, associados, empregados ou participantes. 

De acordo com o decreto, o governo está autorizado a firmar parcerias com associações por meio do chamado Termo de Colaboração, no qual o Estado estabelece os serviços que precisa. 

As entidades entram na parceria com aporte de contrapartida de bens e serviços. Os investimentos por parte do Estado serão oriundos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) e outros recursos. 

O processo prático de seleção das Organizações da Sociedade Civil vai começar assim que o edital de chamamento for publicado, o que acontecerá nos próximos semana. 

Até o final do ano a Secretaria de Infraestrutura deve publicar três editais de chamamento público para dar início aos trabalhos. O primeiro deles vai trazer 10 iniciativas de parceria, num total de 498 km de rodovias. 

Esses editais vão conter o detalhamento do tipo de parceria a ser formada e trarão ainda prazos, critérios de escolha, valor de referência ou teto estimado para realização do objeto e a exigência ou não de contrapartida a ser “integralizada em bens e serviços”, bem como a dotação orçamentária para obra. 

Após o término do chamamento, acontecerá a seleção das organizações parceiras, que será promovida por uma comissão determinada pela Secretaria de Infraestrutura. Uma vez definida a escolha, será celebrado o termo de colaboração, a liberação da primeira parcela de recurso para a obra e o início dos serviços. 

Para celebrar parceria, as OSCs terão que ter certidões de regularidade fiscal, previdenciária, tributária, de contribuições e de dívida ativa, conforme a legislação aplicável no Estado. Precisarão ainda existir há no mínimo dois anos e ter cadastro ativo. Uma PPP Social pode ter prazo de até 10 anos. 

A prestação de contas parcial deve ser apresentada pela entidade parceira à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística ao fim de cada 90 dias, sem prejuízo da prestação de contas total, enviada ao final de cada exercício. 


COMENTARIOS

Mais de Política

Vereadores Unidos

União Parlamentar do Vale do Teles Pires se reúne com a bancada mato-grossense

Na pauta de reivindicações, a duplicação da BR 163, melhorias na área de telefonia e internet, recursos para a saúde, a transformação do Regional de Sinop em hospital universitário e a regularização fundiária.

16 de Agosto de 2019 as 01h05

Abuso De Autoridade

Câmara aprova projeto que define quais situações configuram abuso de autoridade

Como a proposta já foi aprovada pelo Senado, seguirá para sanção de Jair Bolsonaro. Deputados do PSL, partido do presidente, dizem que ele vetará alguns pontos do texto aprovado.

15 de Agosto de 2019 as 23h15

Auxílio-Transporte

Vereadores aprovam a destinação de R$ 40 mil para o transporte de universitários

O recurso irá beneficiar aproximadamente 120 alunos que diariamente se deslocam até Sorriso, em busca de ensino superior.

14 de Agosto de 2019 as 16h37

MP Da Liberdade Econômica

Câmara aprova texto-base da MP da liberdade econômica com regras para trabalho ao domingo

Governo diz que proposta visa reduzir burocracia e dar mais segurança jurídica a atividades econômicas. Deputados analisarão destaques nesta quarta; depois, texto seguirá para o Senado.

14 de Agosto de 2019 as 15h53

Debate

Vereadores pedem vistas ao projeto e votação da verba indenizatória é adiada

O pedido foi realizado pelo vereador Dr. Jaime Floriano, com o objetivo de discutir uma nova proposta, com a manutenção da verba somente para os secretários.

13 de Agosto de 2019 as 23h55

Reforma Da Previdência

Senado deve concluir votação da reforma da Previdência em 2 de outubro

Previsão é que proposta passe na CCJ no dia 4 de setembro.

13 de Agosto de 2019 as 21h44

Conselho De Controle De Atividades Financeiras

Governo deve editar medida provisória para criar novo Coaf

Objetivo é transformar o órgão na Unidade de Inteligência Financeira, vinculada ao Banco Central. MPs têm força de lei assim que publicadas, mas precisam ser aprovadas pelo Congresso.

13 de Agosto de 2019 as 21h40

Proteção De Dados

Implantação da lei de proteção de dados preocupa deputados

Adaptação de empresas é um obstáculo, dizem especialistas.

13 de Agosto de 2019 as 21h34

Reforma Da Previdência

CCJ do Senado começa a discutir reforma da Previdência esta semana

Relator pretende incluir emendas em PEC paralela

13 de Agosto de 2019 as 19h57

Partido Do Presidente

PSL decide expulsar deputado Alexandre Frota

Parlamentar, eleito com 155 mil votos, tem criticado publicamente o governo do presidente Jair Bolsonaro. Frota se absteve no segundo turno da votação da reforma da Previdência.

13 de Agosto de 2019 as 16h47

Infraestrutura

Presidente libera trechos duplicados de rodovia no Rio Grande do Sul

Os primeiros 47 km duplicados estão distribuídos em três trechos entre Porto Alegre e Pelotas e vai beneficiar diretamente 12 municípios gaúchos.

13 de Agosto de 2019 as 15h35

Movimento Político

MBL marca data de implantação em Sinop e Kim Kataguiri mobiliza simpatizantes

O MBL é uma organização não governamental que defende o liberalismo político e que foi fundado em novembro de 2014, quando começou a crescer nas redes sociais.

12 de Agosto de 2019 as 15h31

Infraestrutura

Proposta de deputado por MT destinando até 30% do FCO para ferrovias aguarda relator na Câmara

A matéria aguarda designação de relator e, se aprovada, será analisada por uma comissão especial e depois votada em dois turnos no plenário.

12 de Agosto de 2019 as 15h20

UTIs

Vereadores aprovam projeto destinando R$ 1.4 milhão para o custeio das UTIs

O recurso aumentou em R$ 50 mil, aumentando de R$ 150 mil para R$ 200 mil, o repasse mensal

09 de Agosto de 2019 as 15h52

Homenagem

Câmara de Vereadores realiza sessão solene com entrega de homenagens na quarta-feira (07)

Serão entregues 13 títulos de Cidadão Honorário de Lucas do Rio Verde. A sessão faz parte das comemorações ao aniversário de 31 anos do município

08 de Agosto de 2019 as 10h57

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO