Deputados se opõem a idade mínima proposta por Temer

"Não somos obrigados a fazer nada empurrado pelo governo goela abaixo", diz deputado Mauro Pereira

01/03/2017 - 08:44:49

   

O presidente Michel Temer, que apresentou proposta para reforma da previdência

⁠⁠⁠Metade dos integrantes da comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a reforma da Previdência se opõe à exigência de idade mínima de 65 anos para aposentadoria, e a maioria discorda de outros pontos cruciais da proposta apresentada pelo presidente Michel Temer.

A idade mínima é um dos eixos do projeto, porque valeria para todos os trabalhadores e acabaria com o sistema que hoje permite aos que se aposentam por tempo de contribuição obter o benefício precocemente, em média aos 54 anos, idade muito mais baixa do que em outros países.

Levantamento feito pela Folha revela que 18 dos 36 integrantes da comissão especial são contra a idade mínima proposta por Temer. Sete entre eles defendem a fixação de idades inferiores a 65 anos.

A enquete mostra também que a maioria quer modificar pelo menos outros quatro pontos importantes do projeto do governo, prioridade legislativa de Temer neste ano. Entre os que defendem mudanças estão integrantes da base governista, inclusive do PMDB, partido do presidente.

"Não somos obrigados a fazer nada empurrado pelo governo goela abaixo", diz o peemedebista Mauro Pereira (RS), que defende idade mínima menor do que 65 anos. "Não se discute que a reforma é necessária, mas acho que alguns pontos [da proposta do governo] foram exagerados", diz o deputado Reinhold Stephanes (PSD-PR), ex-ministro da Previdência.

Apenas um integrante da comissão, Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do governo na Câmara, diz apoiar as mudanças propostas para o BPC (Benefício de Prestação Continuada), benefício assistencial pago a idosos e pessoas com deficiência pobres.

O governo quer desvincular o benefício do salário mínimo, o que abriria caminho para reduzir seu valor, e aumentar a idade mínima para alcançá-lo, de 65 para 70 anos. "Se tem uma coisa cruel e sem escrúpulo, é essa desvinculação", disse o deputado Heitor Schuch (PSB-RS), cujo partido é da base de Temer.

A regra de transição proposta para quem está mais perto da aposentadoria, que beneficiaria mulheres com 45 anos ou mais e homens a partir dos 50, também desagrada à comissão. Só sete integrantes declararam apoio ao texto original, enquanto 26 disseram ser contrários a ele.

O relator do projeto, Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), já declarou que pretende alterar esse ponto. Ele quer uma regra mais proporcional, que leve em conta o tempo que falta para cada pessoa se aposentar.

MUDANÇAS
O PSDB, principal aliado do governo, também prepara mudanças. "A sensação, ao conversar com os colegas, é que muitos pontos têm que ser aprimorados ou revistos", diz Eduardo Barbosa (PSDB-MG).

Só nove deputados dizem apoiar a unificação de regras para homens e mulheres, como prevê o projeto de Temer. Outros 22 disseram ser contra a ideia, devido às diferenças que separam homens e mulheres no mercado de trabalho. "É um erro absurdo colocar as mesmas regras", afirmou Assis Carvalho (PT-PI).

O governo reconhece que muitas diferenças persistem, mas argumenta que elas têm diminuído e que problemas do mercado de trabalho não deveriam ser resolvidos pela Previdência. A comissão que votará o parecer do relator Arhur Maia tem só uma mulher como titular. Os outros 35 integrantes são homens.

Outro ponto criticado pela maioria é a nova fórmula de cálculo das aposentadorias, que obrigaria os trabalhadores a somar 49 anos de contribuição para ter direito ao benefício integral. Declaram-se contrários 25 deputados.

Principal voz do governo na comissão e único dos 35 entrevistados a declarar que a proposta não precisa de mudanças, Darcísio Perondi admite que há espaço para conversar. "Por enquanto, não tem o que mudar, mas o governo está aberto", afirmou.

A comissão especial é onde ocorre a primeira etapa da discussão da reforma. O relator Arthur Maia promete apresentar na última semana de março seu parecer, que será votado pelo colegiado e depois encaminhado para o plenário, onde a reforma precisa do apoio de pelo menos 308 dos 513 deputados federais.

MT Agora - Folha de São Paulo

Mais Noticias

Fim Da Greve

Lucas: Trabalhadores da educação decidem em assembleia pelo fim da greve

Saúde

Lucas: Vereadores derrubam veto do prefeito e mantêm projeto Dose uma Vida

Segurança Pública

Lucas: Vereadores aprovam a destinação de recursos ao Conselho Comunitário de Segurança

Balanço Fiscal

TCE aprova por unanimidade contas de Governo Taques de 2017

18/06/2018 -

No Paraguai, Temer defende acordos do Mercosul com União Europeia e Aliança do Pacífico

Presidente participou de reunião de cúpula do Mercosul, realizada nesta segunda (18) em Assunção. Ele também falou sobre a crise na Venezuela e a ameaça do crime organizado para os países do continente.

18/06/2018 -

Temer diz que governo vai esperar decisão do STF sobre fretes

Temer acrescentou que o governo vai obedecer à decisão do Supremo. Ele também avaliou que a posição do Conselho de Administrativo Econômico (Cade), contrária ao tabelamento, não irá atrapalhar a solução da questão.

18/06/2018 -

Funcionário da OAS diz que gerente o convocou para reforma no ''sítio do presidente Lula''

Misael de Jesus Oliveira afirmou à Justiça que executou obras do sítio em Atibaia, atribuído ao ex-presidente Lula, com dinheiro da OAS. Ele diz ter atendido a pedidos da ex-primeira dama Marisa Letícia.

18/06/2018 -

PF indicia ex-procurador Marcelo Miller e empresário Joesley Batista por corrupção

O indiciamento aconteceu no âmbito do processo que apura se Joesley Batista, Francisco de Assis e as advogadas tentaram corromper Miller enquanto ele atuava no Ministério Público.

18/06/2018 -

Temer sanciona lei que permite venda direta do óleo do pré-sal

A venda será feita pela estatal Pré-Sal Petróleo S/A (PPSA), que poderá negociar diretamente com outras empresas a parte de óleo devida à União, tendo como base o regime de partilha, vigente desde 2010.

18/06/2018 -

Ministério da Segurança Pública está na pauta do Senado de terça-feira

A nova pasta absorve algumas atribuições antes vinculadas ao Ministério da Justiça.

18/06/2018 -

PGR pede prorrogação de inquéritos sobre Aécio Neves no STF

As investigações são relatadas pelos ministros Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.

18/06/2018 -

Temer vai a Roraima para verificar ações de acolhimento a venezuelanos

Viagem ocorrerá nesta quinta-feira.

18/06/2018 -

Entenda por que Maia e Eunício viajam ao exterior sempre que Temer sai do país

Temer participa de reunião do Mercosul no Paraguai nesta segunda; Maia vai a Portugal e Eunício à Argentina. Cármen Lúcia assumirá a Presidência enquanto os três estiverem no exterior.

18/06/2018 -

Temer viaja, e Cármen Lúcia assume a Presidência da República pela segunda vez

Presidente do STF fica no exercício da Presidência da República até a noite desta segunda, quando Temer volta de reunião do Mercosul, no Paraguai. Presidentes da Câmara e do Senado também viajaram.

18/06/2018 -

PGR e PF querem ouvir Marcelo Odebrecht e doleiros em inquérito que investiga Temer

Raquel Dodge quer ouvir mais seis pessoas e concorda com prorrogação do inquérito. Decisão de estender a investigação caberá ao ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato.

18/06/2018 -

Políticos tentam se aproveitar do clima de Copa do Mundo

Estratégia de pegar carona em eventual sucesso da Seleção em campo é tradição que se repete a cada quatro anos no Brasil

18/06/2018 -

MDB, PT e PSDB receberão quase 37% do fundo eleitoral, informa TSE

Fundo destinará R$ 1,7 bilhão aos partidos neste ano; trio terá direito a R$ 632 milhões.

18/06/2018 -

Collor investe em aproximação com Coreia do Norte

O Brasil mantém relações diplomáticas com a Coreia do Norte desde 2001

18/06/2018 -

Câmara de Vereadores de Lucas promove audiência pública para debater LDO 2019

A audiência é a oportunidade de a população conhecer e opinar sobre o planejamento do município. O encontro será nesta terça-feira, a partir das 7h30.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora