Política

Durante visita do governador em Lucas, vereador Marcos Paulista assevera: “O que nossa cidade precisa é de creche”

Pedro Taques esteve no município no último final de semana. Declaração do vereador petebista aconteceu na manhã de sábado (14).

Creche | 19 de Abril de 2018 as 09h 12min
MT Agora - Kimberly Schäfer | Assessoria

O governador do Estado de Mato Grosso, Pedro Taques, visitou o município de Lucas do Rio Verde no último final de semana. A agenda do governador na cidade luverdense começou na tarde de sexta-feira (13) e encerrou-se na manhã de sábado (14). Junto com sua comitiva, o representante do Executivo estadual participou da entrega e lançamento de obras e projetos. Autoridades e representantes de instituições e secretarias municipais também acompanharam a visita.

Preencheu a agenda do governante no primeiro dia de visita ao município, a vistoria às obras de construção da Escola Estadual Tarsila do Amaral, visita à Delegacia de Polícia Civil, lançamento de obras de construção do Mercado do Produtor, entrega de pá-carregadeira e viatura, além da assinatura do termo de criação da Escola Militar Tiradentes, e no sábado, a entrega de 199 cartões do programa Pró-Família para as famílias em situação de vulnerabilidade em Lucas do Rio Verde, o evento aconteceu na Câmara Municipal.

O vereador Marcos Paulista (PTB), que acompanhou todo o trajeto do governador e único representante do legislativo presente na última cerimônia, aproveitou o momento da palavra para externar a necessidade emergencial do município, a viabilização de creches. Em seu discurso o vereador foi categórico:

“Governador, eu quero aproveitar o ensejo e pedir seu apoio para a viabilização de creches no município. De imediato, nem precisaria ser a construção de um prédio novo, mas, até mesmo, a locação de um imóvel que atenda a demanda. O que nossa cidade precisa é de creche!” – asseverou.

Segundo Paulista, mais de 300 crianças aguardam na fila de espera e o apoio do Governo é de extrema importância, tendo em vista a parceria firme e incontestável do município para com o Estado.

“Lucas do Rio Verde sempre foi um modelo para o Mato Grosso. Além disso, temos, por diversas vezes, arcado com as despesas do Estado em nosso município, isso acontece por meio de imóveis que cedemos, ou de reformas que realizamos, entre outras obrigações estaduais que acabam sobrando para o municipal. Tenho consciência de que creche não é de responsabilidade do Estado, mas fiz questão de cobrar o apoio do Governo em nome dessa parceria, pois o município já fez muito pelo governo de Mato Grosso. Espero que o governador contribua com a gestão municipal para juntos solucionarmos este problema em Lucas, espero que ele coopere com o mesmo afinco que procuramos solucionar problemas de encargo estadual aqui em nossa cidade.” – afirmou o vereador.

De acordo com o petebista, a solução pode estar mais acessível do que aparenta estar, haja vista que o município já conta com prédios de entidades religiosas e de instituições privadas que oferecem estrutura física capaz de comportar aulas de educação infantil. Outra maneira seria a possibilidade de convênio com as escolas da rede privada.

“O problema da creche é algo que a população tem cobrado muito, principalmente as mães, por isso fui atrás de outras maneiras de solucionar o problema. Estive em contato com representantes do Executivo de Sinop e tomei conhecimento de uma estratégia que tem dado certo lá e entrei com indicação esta semana para o Executivo daqui, que é o aluguel de imóveis com estrutura pronta para atender crianças que necessitam de creche. Sinop tem uma demanda maior que Lucas e tem conseguido supri-la, acredito que esta estratégia acabaria com a fila de espera que temos hoje. Claro que a estrutura física teria que seguir os requisitos estabelecidos pelo MEC (Ministério da Educação), mas isso é fácil resolver. O dono do imóvel pode fazer as alterações e cobrar o aluguel normalmente, ou a prefeitura, com o valor investido abatido no aluguel. Outra sugestão é assinar convênio com as escolas da rede privada de ensino. Acredito piamente que em ambos os casos, as mais de 300 crianças seriam atendidas com conforto e qualidade, isso até que um prédio próprio fosse construído.” – esclareceu o vereador.

A indicação protocolada deve ser apresentada ao Plenário na próxima segunda-feira (23), e daí, seguir para o Executivo. Enquanto isso, ainda sem previsão de quando o problema será resolvido, as centenas de mães continuam aguardando para matricularem os filhos na rede de educação infantil municipal.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Sexta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempestades

30º

COTAÇÃO