Renúncia

Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia

Anúncio foi feito em rede nacional; o vice, Álvaro García Linera, também deixa o cargo; antes de renunciar, Morales havia dito que convocaria novas eleições, pois uma auditoria da OEA encontrou indícios de fraude no pleito realizado no dia 20 de ou

Fonte: G1
10 de Novembro de 2019 as 18h 45min

Evo Morales renunciou neste domingo (10) ao cargo de presidente da Bolívia, após uma escalada nas tensões no país. O anúncio foi feito em rede nacional, pela televisão.

O vice-presidente, Álvaro García Linera, também apresentou a renúncia.

"Eu decidi, escutando meus companheiros, renunciar ao meu cargo da presidência", ele disse.
Logo em seguida, ele ataca seus opositores Carlos Mesa e Luis Camacho.

"Por que tomei essa decisão? Para que Mesa e Camacho não sigam perseguindo meus irmãos dirigentes sindicais. Para que Mesa e Camacho não sigam queimando a casa dos governadores de Oruro e Chuquisaca."

Ele ainda classificou a situação como um golpe:

"Lamento muito esse golpe cívico, e de alguns setores da polícia podem se juntar para atentar contra a democracia, contra a paz social com violência, com amedrontamento para intimidar o povo boliviano."

Depois de acusar a oposição de atos violentos, ele terminou: "Por essas e muitas razões, estou renunciando, enviando a minha carta renúncia à Assembleia Legislativa Plurinacional da Bolívia. Muito obrigado".

Morales havia dito, mais cedo neste domingo (10), que convocaria novas eleições, após a Organização dos Estados Americanos, OEA, divulgar que as eleições de 20 de outubro haviam sido fraudadas. Ele lembrou isso em seu pronunciamento de renúncia: "De manhã cedo estivemos reunidos com alguns ministros e decidimos, inclusive, renunciar nosso triunfo para novas eleições ocorram em toda a amplitude".

Não está claro como vão acontecer as novas eleições e nem se ele mesmo será candidato. Mais cedo, ao anunciar a nova votação, ele disse que elas são importantes para que o povo boliviano possa eleger novas autoridades, "incorporando novos atores políticos".

Pouco antes da renúncia, os chefes das Forças Armadas e da Polícia, além da oposição, haviam pedido que Evo Morales deixasse o cargo para "pacificar" o país.

Nas últimas horas, ao menos três ministros também entregaram seus cargos.

Carlos Mesa, um dos principais opositores, se pronunciou em uma rede social.

"À Bolívia, ao seu povo, aos jovens, às mulheres, ao heroísmo da resistência pacífica. Nunca me esquecerei este dia único. O fim da tirania. Agradecido como boliviano por essa lição. Viva a Bolívia!"

Outras renúncias
Além de Evo Morales e do vice, Álvaro García Linera, outros dois na linha de sucessão renunciaram: Adriana Salvatierra, a presidente do Senado, e Víctor Borda, presidente da Câmara de deputados.

De acordo com o jornal "El Deber", não se sabe quem assumirá o poder.

Fim de um governo de 13 anos
Evo Morales, 60, venceu as primeiras eleições em 2005 e assumiu em 2006.

Ele foi o primeiro presidente de origem indígena da Bolívia, fato que ele mesmo lembrou em seu pronunciamento de renúncia: "Nesse momento é importante dizer ao povo boliviano, é minha obrigação, como primeiro presidente indígena e presidente de todos os bolivianos, buscar essa pacificação".

Ele foi eleito pela segunda vez em 2009, pela terceira em 2014 e, então, decidiu disputar um quarto mandato seguido em 2019.


Veja o vídeos:

COMENTARIOS

Mais de Política

Fundo Antidroga

Arrecadação para Fundo Antidrogas dobra em 2019

Ministro Moro promete quintuplicar valor até 2022

14 de Janeiro de 2020 as 19h09

Desenvolvimento Econômico

Paulo Nunes irá assumir a secretaria de Desenvolvimento em Lucas Rio Verde

Formado em Direito e com Pós-Graduação em Gestão Pública. É empresário e comerciante, tendo atuado no ramo de combustível e imobiliário

14 de Janeiro de 2020 as 07h50

Contas Aprovadas

Deputados de MT aprovam contas do ex-governador Pedro Taques referentes ao exercício 2018

Contas haviam sido reprovadas na Comissão de Fiscalização e Orçamento pela relatora do processo, deputada Janaína Riva (MDB).

13 de Janeiro de 2020 as 14h34

Segurança Pública

141 cidades mato-grossenses serão contempladas por lei de Fávero

Silvio Fávero recebeu apoio dos colegas e conseguiu derrubar veto do governo de projeto que destina recurso para Saúde

11 de Janeiro de 2020 as 19h42

Saúde

AL garante que 50% das multas arrecadas pelo TCE vão para Saúde de MT

Atualmente, recursos vão integralmente para fundo de reaparelhamento do TCE

11 de Janeiro de 2020 as 17h51

Eleição Senado

Data para eleição de senador em MT deve ser definida após recesso do TRE

Mato-grossenses irão às urnas para eleger o senador que deve assumir o lugar de Selma Arruda.

07 de Janeiro de 2020 as 15h12

Inativos do Estado

Mais de 77% se aposentaram antes de completar 60 anos em MT

A informação consta em levantamento feito pelo Mato Grosso Previdência (MT Prev)

06 de Janeiro de 2020 as 21h23

De volta ao trabalho

Deputados de MT devem votar contas de ex-governador e LOA após pausa para festas de fim de ano

Segundo a assessoria da Assembleia Legislativa, nenhum deputado vai receber a mais por trabalhar em janeiro, além do salário deles.

06 de Janeiro de 2020 as 20h51

Saúde

Geller anuncia recurso no valor de R$ 1,5 milhões para Hospital São Lucas

O valor é oriundo de recurso extra-orçamentário, o qual o parlamentar trabalhou para beneficiar a população luverdense.

29 de Dezembro de 2019 as 08h21

Limpa Pauta

Vereadores fazem 5 sessões no mesmo dia para limpar pauta após feriado de Natal

Depois da 'limpeza', o vereadores entram em recesso e devem retornar as atividades no início de fevereiro.

27 de Dezembro de 2019 as 08h39

Impeachment de Trump

Câmara dos EUA aprova impeachment de Trump; processo segue para o Senado

Ele foi acusado de abuso de poder e obstrução do Congresso e foi o terceiro presidente na história do país a sofrer impeachment. Trump continua no cargo enquanto espera julgamento no Senado, que deve acontecer em janeiro.

18 de Dezembro de 2019 as 23h03

Visita

Deputado estadual Silvio Favero visita FCDL/MT

Esse é um trabalho que vem somar com a entidade e que trará bons resultados para a classe empresarial.

18 de Dezembro de 2019 as 00h50

Comissão

CCJR aprova derrubada de veto a projeto que autoriza criação de aplicativo em defesa da mulher

Colegiado analisou 20 matérias em reunião ordinária

18 de Dezembro de 2019 as 00h39

Emendas

Emendas de Fávero priorizam segurança, saúde e educação

Parlamentar também indica aporte financeiro à agricultura familiar e esporte.

18 de Dezembro de 2019 as 00h38

Multa

Gestor da Câmara de Lucas e fiscal de contrato são multados em 10 UPFs

As contas de gestão de 2018, de responsabilidade de Mano, foram julgadas pela 1ª Câmara do Tribunal de Contas de Mato Grosso em sessão ordinária na semana passada.

17 de Dezembro de 2019 as 07h54

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO