Juiz condena ex-prefeito de Sinop por improbidade e cassa direitos políticos

O magistrado julgou procedente a ação civil onde a promotoria aponta que, desde 2009, quando ele começou o primeiro mandato, não fez concurso público para contratação de servidores, o que constituiu irregularidade.

10/02/2017 - 22:53:38

   

O juiz da sexta Vara, Mirko Vincenzo Gianotte decidiu, hoje, condenar o ex-prefeito de Sinop Juarez Costa (PMDB) por improbidade administrativa, a suspensão dos direitos políticos por 3 anos e devolução de aproximadamente 10 vezes o valor do salário que recebeu a época em que a ação do Ministério Público foi ajuizada, em 2014. O magistrado julgou procedente a ação civil onde a promotoria aponta que, desde 2009, quando ele começou o primeiro mandato, não fez concurso público para contratação de servidores, o que constituiu irregularidade.

A promotora Audrey Ility sustentou, ao judiciário, que as contratações temporárias são “despojadas das verdadeiras situações excepcionais motivadoras, afrontando os princípios da administração pública e agindo com evidente desvio de finalidade, nos termos da Lei 8.429/1992”. Em 2014, ao apresentar a denúncia, que além de médicos e professores contratados no regime, a promotora também menciona pessoal de apoio técnico, auxiliares e motoristas. “Vê-se, claramente, que o demandado Juarez Costa vem se utilizando da contratação temporária e em caráter “excepcional” para suprir os cargos da administração municipal, burlando o princípio constitucional do concurso público. Sim, pois as “leis casuísticas” e esdruxulas sequer “motivam validamente” e justificam a “excepcionalidade” autorizativa da dispensa de concurso público para a contratação de servidores públicos”. O MP ainda refutou a justificativa da prefeitura, que não teria condições de fazer concurso público, por atingir o limite prudencial de gasto com pessoal  “o que se afigura verdadeira confissão de má gestão pública, pois é dever do município adequar-se aos mandamentos da Lei de Responsabilidade Fiscal e, sob o dogma constitucional, realizar os concursos públicos necessários para o atendimento do interesse público primário”.

Além de médicos e professores contratados no regime, a promotora  Audrey Ility também menciona pessoal de apoio técnico, auxiliares e motoristas. “Vê-se, claramente, que o demandado Juarez Costa [prefeito] vem se utilizando da contratação temporária e em caráter “excepcional” para suprir os cargos da administração municipal, burlando o princípio constitucional do concurso público. Sim, pois as “leis casuísticas” e esdruxulas sequer “motivam validamente” e justificam a “excepcionalidade” autorizativa da dispensa de concurso público para a contratação de servidores públicos”.

O MP ainda refuta a  justificativa da prefeitura, que não teria condições de fazer concurso público, por atingir o limite prudencial de gasto com pessoal. “O que se afigura verdadeira confissão de má gestão pública, pois é dever do Município adequar-se aos mandamentos da Lei de Responsabilidade Fiscal e, sob o dogma constitucional, realizar os concursos públicos necessários para o atendimento do interesse público primário”

- See more at: http://www.sonoticias.com.br/noticia/geral/sinop-mp-cobra-concurso-e-quer-condenar-prefeito-por-improbidade#sthash.hxJ7IxkT.dpuf

Além de médicos e professores contratados no regime, a promotora  Audrey Ility também menciona pessoal de apoio técnico, auxiliares e motoristas. “Vê-se, claramente, que o demandado Juarez Costa [prefeito] vem se utilizando da contratação temporária e em caráter “excepcional” para suprir os cargos da administração municipal, burlando o princípio constitucional do concurso público. Sim, pois as “leis casuísticas” e esdruxulas sequer “motivam validamente” e justificam a “excepcionalidade” autorizativa da dispensa de concurso público para a contratação de servidores públicos”.

O MP ainda refuta a  justificativa da prefeitura, que não teria condições de fazer concurso público, por atingir o limite prudencial de gasto com pessoal. “O que se afigura verdadeira confissão de má gestão pública, pois é dever do Município adequar-se aos mandamentos da Lei de Responsabilidade Fiscal e, sob o dogma constitucional, realizar os concursos públicos necessários para o atendimento do interesse público primário”

- See more at: http://www.sonoticias.com.br/noticia/geral/sinop-mp-cobra-concurso-e-quer-condenar-prefeito-por-improbidade#sthash.hxJ7IxkT.dpufEm sua defesa, Juarez alegou que a contração de temporários foi com base na Lei Organica do Municipio para serem desempenhados serviços essenciais, de necessidades temporárias. Ele alega que sua decisão não causou prejuízos para a prefeitura.

Juarez Costa, que concluiu o segundo mandato, em dezembro passado, pode recorrer da decisão do juiz Mirko Gianotte, com embargos na justiça de Sinop. Se for mantida a condenação, ele corre o risco de não disputar as eleições do ano que vem.

MT Agora - Só Notícias

Mais Noticias

Renúncia Coletiva

Advogados deixam Silval após ele dizer que irá confessar crimes

Casa de Apoio

Vereador dr. Jaime solicita a criação de uma casa para abrigar os familiares dos pacientes internados no HSL

Carta Aberta

Silval nega acordo de delação, mas diz que vai confessar crimes

Programa Social

“Pró-família” vai custar R$ 48,6 milhões e atender 35 mil famílias

19/04/2017 -

Vereadores aprovam projeto e Lucas do Rio Verde será a “Capital da Agroindústria”

Ainda no segmento da produção de alimentos, foi aprovada uma Moção de Aplausos ao Show Safra BR 163

19/04/2017 -

PF combate fraudes no seguro-desemprego em MT e mais 3 Estados

Investigações apontam rombo de mais de R$ 3 milhões por meio de benefícios concedidos de maneira irregular

19/04/2017 -

Vereador cobra redução do pedágio na BR-163 entre Sinop e Sorriso

"Neste momento vemos que é necessário a intervenção de todos os poderes para que não ocorram mais prejuízos aos cidadãos brasileiros"

18/04/2017 -

Presidente da Assembleia minimiza polêmica criada por título de cidadão mato-grossense para Lula

. Apesar do nome de Lula estar envolvido nos escândalos recentes de corrupção, ainda não há nenhuma condenação - o que não desabonaria a homenagem.

18/04/2017 -

Treze de Mato Grosso são citados em delações da Odebrecht

O último nome de Mato Grosso revelado foi o do ex-prefeito de Colniza Assis Raupp (PMDB). Ele aparece na lista da Odebrecht como um dos beneficiários de repasses de propina da empresa, de acordo com o Estadão.

18/04/2017 -

Projeto prevê verba indenizatória de R$ 6 mil a jornalistas e assessores jurídicos da ALMT

Proposta da Mesa Diretora prevê verba indenizatória a assessor de imprensa de gabinete e assessor jurídico de gabinete. Projeto ainda precisa ser aprovado.

13/04/2017 -

Associação Batista Luverdense é declara de “Utilidade Pública”

O título possibilita que a entidade possa firmar convênio com o poder público municipal e receber recursos para a realização de projetos sociais

13/04/2017 -

Vereadores aprovam projeto destinando R$ 45 mil para a Comunidade São Cristóvão

Serão nove parcelas, sendo a primeira de R$ 9 mil e as outras de R$ 4.500,00.

13/04/2017 -

Prefeito recua e revoga decreto que liberava comércio de funcionar no feriado municipal

Com sua decisão, as empresas que estavam se organizando para abrir agora terão que ficar fechadas.

11/04/2017 -

Vereadores aprovam projeto e supermercados poderão funcionar até às 22h

A alteração no Código de Posturas do Município permite que os estabelecimentos comerciais funcionem até mais tarde sem a necessidade de alvará especial

10/04/2017 -

Câmara de Vereadores aprova Moção de Repúdio contra a Reforma da Previdência

A moção tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para a proposta que mexe nos direitos do trabalhador

11/04/2017 -

Representantes da Rota do Oeste virão a Lucas do Rio Verde explicar atrasos nas obras de duplicação da BR 163

A audiência foi uma solicitação do presidente da Câmara, vereador Mano, durante audiência pública, realizada ontem (06), em Cuiabá

05/04/2017 -

Vereadores autorizam e prefeitura destinará recursos para a Groslândia e Itambiquara

Para a Groslândia serão destinados R$ 90 mil e para Itambiquara, R$ 27.500. Os valores devem ser investidos na limpeza e manutenção das comunidades

05/04/2017 -

Vereadores aprovam projeto e campanha do IPTU 2017 será lançada este mês

Em relação ao valor cobrado em 2016, houve um aumento de aproximadamente 11%

03/04/2017 -

Albieri aguarda notificação da justiça para tomar posse como vereador em Lucas

Somente após todo este trâmite é que o magistrado marcará uma data para realizar a retotalização dos votos