Juiz condena ex-prefeito de Sinop por improbidade e cassa direitos políticos

O magistrado julgou procedente a ação civil onde a promotoria aponta que, desde 2009, quando ele começou o primeiro mandato, não fez concurso público para contratação de servidores, o que constituiu irregularidade.

10/02/2017 - 22:53:38

   

O juiz da sexta Vara, Mirko Vincenzo Gianotte decidiu, hoje, condenar o ex-prefeito de Sinop Juarez Costa (PMDB) por improbidade administrativa, a suspensão dos direitos políticos por 3 anos e devolução de aproximadamente 10 vezes o valor do salário que recebeu a época em que a ação do Ministério Público foi ajuizada, em 2014. O magistrado julgou procedente a ação civil onde a promotoria aponta que, desde 2009, quando ele começou o primeiro mandato, não fez concurso público para contratação de servidores, o que constituiu irregularidade.

A promotora Audrey Ility sustentou, ao judiciário, que as contratações temporárias são “despojadas das verdadeiras situações excepcionais motivadoras, afrontando os princípios da administração pública e agindo com evidente desvio de finalidade, nos termos da Lei 8.429/1992”. Em 2014, ao apresentar a denúncia, que além de médicos e professores contratados no regime, a promotora também menciona pessoal de apoio técnico, auxiliares e motoristas. “Vê-se, claramente, que o demandado Juarez Costa vem se utilizando da contratação temporária e em caráter “excepcional” para suprir os cargos da administração municipal, burlando o princípio constitucional do concurso público. Sim, pois as “leis casuísticas” e esdruxulas sequer “motivam validamente” e justificam a “excepcionalidade” autorizativa da dispensa de concurso público para a contratação de servidores públicos”. O MP ainda refutou a justificativa da prefeitura, que não teria condições de fazer concurso público, por atingir o limite prudencial de gasto com pessoal  “o que se afigura verdadeira confissão de má gestão pública, pois é dever do município adequar-se aos mandamentos da Lei de Responsabilidade Fiscal e, sob o dogma constitucional, realizar os concursos públicos necessários para o atendimento do interesse público primário”.

Além de médicos e professores contratados no regime, a promotora  Audrey Ility também menciona pessoal de apoio técnico, auxiliares e motoristas. “Vê-se, claramente, que o demandado Juarez Costa [prefeito] vem se utilizando da contratação temporária e em caráter “excepcional” para suprir os cargos da administração municipal, burlando o princípio constitucional do concurso público. Sim, pois as “leis casuísticas” e esdruxulas sequer “motivam validamente” e justificam a “excepcionalidade” autorizativa da dispensa de concurso público para a contratação de servidores públicos”.

O MP ainda refuta a  justificativa da prefeitura, que não teria condições de fazer concurso público, por atingir o limite prudencial de gasto com pessoal. “O que se afigura verdadeira confissão de má gestão pública, pois é dever do Município adequar-se aos mandamentos da Lei de Responsabilidade Fiscal e, sob o dogma constitucional, realizar os concursos públicos necessários para o atendimento do interesse público primário”

- See more at: http://www.sonoticias.com.br/noticia/geral/sinop-mp-cobra-concurso-e-quer-condenar-prefeito-por-improbidade#sthash.hxJ7IxkT.dpuf

Além de médicos e professores contratados no regime, a promotora  Audrey Ility também menciona pessoal de apoio técnico, auxiliares e motoristas. “Vê-se, claramente, que o demandado Juarez Costa [prefeito] vem se utilizando da contratação temporária e em caráter “excepcional” para suprir os cargos da administração municipal, burlando o princípio constitucional do concurso público. Sim, pois as “leis casuísticas” e esdruxulas sequer “motivam validamente” e justificam a “excepcionalidade” autorizativa da dispensa de concurso público para a contratação de servidores públicos”.

O MP ainda refuta a  justificativa da prefeitura, que não teria condições de fazer concurso público, por atingir o limite prudencial de gasto com pessoal. “O que se afigura verdadeira confissão de má gestão pública, pois é dever do Município adequar-se aos mandamentos da Lei de Responsabilidade Fiscal e, sob o dogma constitucional, realizar os concursos públicos necessários para o atendimento do interesse público primário”

- See more at: http://www.sonoticias.com.br/noticia/geral/sinop-mp-cobra-concurso-e-quer-condenar-prefeito-por-improbidade#sthash.hxJ7IxkT.dpufEm sua defesa, Juarez alegou que a contração de temporários foi com base na Lei Organica do Municipio para serem desempenhados serviços essenciais, de necessidades temporárias. Ele alega que sua decisão não causou prejuízos para a prefeitura.

Juarez Costa, que concluiu o segundo mandato, em dezembro passado, pode recorrer da decisão do juiz Mirko Gianotte, com embargos na justiça de Sinop. Se for mantida a condenação, ele corre o risco de não disputar as eleições do ano que vem.

MT Agora - Só Notícias

Mais Noticias

Linha Sucessória

Com viagens de Temer, Maia e Eunício, Cármen Lúcia assume a Presidência pela segunda vez no ano

Inquérito Dos Portos

PGR pede ao Supremo para incluir delação de Funaro em investigação sobre Temer

Delação Da Odebecht

PGR pede prorrogação de inquérito da Odebrecht no qual Temer e ministros são investigados

Financiamento De Campanha Eleitoral

Partidos receberão R$ 1,7 bilhão para campanha eleitoral, diz TSE

15/06/2018 -

Governo publica edital de leilão de distribuidoras da Eletrobras

Edital está no 'Diário Oficial da União' desta sexta (15). Estão à venda seis distribuidoras da Eletrobras que atuam em Alagoas, Acre, Amazonas, Roraima, Rondônia e Piauí.

14/06/2018 -

Lucas: Vereadores aprovam RGA dos servidores do Executivo e Legislativo

A proposta da prefeitura para os servidores é o índice de 3.3% de RGA. No Legislativo, o índice foi de 5%; Prefeito, vice, secretários e vereadores terão apenas a reposição da inflação, 2.68%

14/06/2018 -

PF cita Temer em relatório sobre obstrução de Justiça que indiciou Geddel Vieira Lima

Presidência diz que é ''mentirosa a insinuação'' de que o presidente Michel Temer incentivou pagamentos ilícitos ao ex-deputado Eduardo Cunha e a Lúcio Funaro.

14/06/2018 -

Esquema de corrupção no governo de MT sonegou R$ 1,4 bilhão em tributos e impostos, diz investigação

Em quatro anos de investigação, Operação Ararath teve 15 fases. Além de crimes financeiros, o esquema lucrava com licitações fraudulentas e contratos superfaturados para obras públicas.

13/06/2018 -

Lucas: Aprovado o projeto do RGA pelos vereadores mas a greve está mantida

Mas mesmo com o projeto aprovado a greve não será suspensa. Nesta quinta feira (14) não haverá aula para nenhuma escola da rede municipal de ensino.

13/06/2018 -

PF afirma que Geddel Vieira Lima esteve em local de entrega de propina apontado por delator

Segundo PF, rastreamento do celular do ex-ministro indicou que ele estava perto de aeroporto em dias e horários relatados por Lúcio Funaro. TV Globo procurou defesa e aguardava resposta.

13/06/2018 -

Aprovado projeto de 3,3% de RGA para servidores e auxílio alimentação de R$ 240 em Lucas do Rio Verde

Consta no documento, que ficou fixado o índice retroativo a partir de 1º maio, em 2,68% de reposição inflacionária e 0,62% de ganho real.

13/06/2018 -

MP que cria Ministério da Segurança Pública é aprovada na Câmara

A matéria segue para apreciação do Senado.

13/06/2018 -

Congresso cria comissões para debater MPs de acordo com caminhoneiros

Os colegiados, compostos por deputados e senadores, vão agora se debruçar sobre as MPs 836, 837 e 838, assinadas pelo presidente Michel Temer no fim do mês passado,

13/06/2018 -

TCU analisa parecer das contas de Temer

A análise do relatório de contas do governo é feita anualmente, e abrange tanto o orçamento quanto a atuação governamental, a partir da consolidação de dados obtidos em diversos órgãos do governo.

12/06/2018 -

Servidores da educação de Lucas do Rio Verde reclamam que guerra entre Executivo e Legislativo aumenta crise e torna greve inevitável

Falta de diálogo entre Poderes aumenta pressão por greve.

12/06/2018 -

Em audiência na Câmara, representantes do agronegócio e de caminhoneiros divergem sobre tabela de frete

Fixação de preços mínimos foi uma das demandas dos caminhoneiros para encerrar greve em maio. Governo já divulgou duas tabelas, mas impasse segue diante da falta de acordo sobre valores.

12/06/2018 -

Temer assina decretos que modificam regras do setor de mineração

Um dos textos muda regras de distribuição da CFEM, espécie de royalties do setor. Outro decreto determina normas como o fechamento de minas após a exploração.

12/06/2018 -

Lucas: Vereadores aprovam a criação do novo Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas

O novo conselho será formado por dez membros e respectivos suplentes, sendo cinco representantes do poder público e cinco da sociedade civil organizada

12/06/2018 -

Lucas: Vereadores aprovam a destinação de recursos para o Projeto Nós Podemos Nadar

Serão destinados R$ 35 mil, o valor será utilizado para garantir a participação dos alunos no Campeonato Estadual de Natação 2018

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora