Política

Lucas: Sessão solene homenageia os 500 Anos da Reforma Protestante e projetos sociais realizados pelas igrejas

Pastores, famílias evangélicas e autoridades de Lucas do Rio Verde participaram nesta segunda-feira (30), de uma sessão solene em homenagem aos 500 Anos da Reforma Protestante.

Reconhecimento | 01 de Novembro de 2017 as 18h 02min
MT Agora - Ascom

Pastores, famílias evangélicas e autoridades de Lucas do Rio Verde participaram nesta segunda-feira (30), de uma sessão solene em homenagem aos 500 Anos da Reforma Protestante.

O evento foi promovido pela Câmara de Vereadores, com o objetivo de reconhecer a importância histórica do monge agostiniano Martinho Lutero e o trabalho social realizado pelas igrejas.

“A Reforma tem uma contribuição muito grande no avanço da democracia, ciência e cultura, no aprimoramento das instituições, na afirmação das identidades nacionais e na luta pela liberdade religiosa”, ressaltou o pastor da Igreja Presbiteriana Manoel Delgado.

Durante a solenidade comemorativa aos 500 Anos da Reforma, foram entregues moções de aplauso aos projetos sociais desenvolvidos pelas igrejas evangélicas no município.

De acordo com o vereador Marcos Paulista (PTB), autor das homenagens e presidente da sessão solene, o objetivo das moções é reconhecer a importância e o trabalho social desenvolvido pelas igrejas.  

Foram homenageados os projetos, Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Criança em Família na Comunidade (Pepe), da Associação Batista Luverdense, a Associação “É Possível Ser Feliz”, da Igreja Batista Getsêmani e a Associação da Sociedade Beneficente Evangélica, da Igreja Assembleia de Deus, Templo sede de Lucas do Rio Verde.

 “A minha vontade era homenagear todas as igrejas, porque todas realizam um trabalho, que vai muito além da evangelização, são os grupos de casais que fortalecem a família e auxiliam na formação das crianças, a distribuição de alimentos e o tratamento de dependentes químicos”, destacou o vereador.

As comemorações referentes a Reforma Protestante foram incluídas no calendário oficial do município, por meio do Projeto de Lei n. 25/16, de autoria do ex-vereador Pedro de Góis.

Para o pastor da Igreja Batista Getsêmani, Pascoal de Oliveira Junior, o poder público e as instituições devem trabalhar juntas, uma vez que, as igrejas conseguem chegar aonde o Estado não consegue estar presente.

“É uma satisfação muito grande esse reconhecimento dos vereadores, em virtude do trabalho que as igrejas desenvolvem na sociedade. Acreditamos que o Estado pode ser laico, mas a sociedade precisa das instituições religiosas.”

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Sábado

Lucas do Rio Verde, MT

Ensolarado

29º

COTAÇÃO