Política

Lucas do Rio Verde terá dois candidatos à Câmara Federal

Ambos com 50 anos, Cosma e Geller buscam consolidar suas candidaturas e desejam apoio de lideranças e da população.

Eleições 2018 | 10 de Agosto de 2018 as 17h 16min
Fonte: Portal Da Cidade | Lucas Do Rio Verde

Dirceu Cosma e Neri Geller (Foto: Arte | Portal Da Cidade)

O período de registro de convenções partidárias trouxe aos eleitores luverdenses duas opções para a Câmara Federal. Ambos os candidatos carregam em seus currículos diversos serviços prestados ao município e contam com seus respectivos históricos para conquistar o apoio dos eleitores.

Um dos candidatos é Neri Geller do PP (Partido Progressista). Atualmente com 50 anos, Neri chegou em Lucas do Rio Verde/MT em 1984, onde começou sua trajetória política. Ele foi eleito vereador por dois mantados e conseguiu destaque atuando na defesa dos interesses dos produtores rurais do município.

Em 2002 tornou-se candidato à Câmara Legislativa. Posteriormente, se candidatou a Câmara Federal, obtendo 38.297 votos em 2006, pelo PSDB, e 45.196 votos em 2010, pelo PP. Nas duas legislaturas, exerceu o mandato de deputado federal como suplente.

Quando filiado ao PMDB, o gaúcho natural Selbach/RS, foi ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no período de 17 de março de 2014 a 1º de janeiro de 2015, durante o primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff.

Geller tem forte penetração junto aos agricultores de Mato Grosso e conta com a simpatia de diversas lideranças do setor. Sua principal bandeira é o agronegócio e o aumento da competitividade do Brasil no mercado externo, mas também são recorrentes discursos sobre a revisão do pacto federativo e a redução dos impostos e do custo da máquina pública.

O segundo é Dirceu Camilo Cosma do PV (Partido Verde). Com 50 anos, Cosma também é pioneiro no município luverdense. Empresário, já atuou como secretário no grupo do então prefeito, Otaviano Pivetta (1997-2004), em 1998.

A vida política se consolidou quando foi candidato a vereador em 2012 pelo PV, e se elegeu com 1.553 votos para o exercício 2013-2016. Porém, logo no primeiro ano de mandato, fez parte novamente da equipe de Pivetta (2013-2016), e atuou como secretário municipal da pasta de Infraestrutura e Obras, mas acabou voltando à Câmara Municipal ainda em 2013. Naquele mesmo mandato, Cosma assumiu a presidência da Câmara Municipal para o biênio 2015-2016.

Candidato a Deputado Estadual pelo PV, em Mato Grosso no ano de 2014, Cosma obteve 13.948 votos, mas não se elegeu. 

A segunda legislatura como vereador aconteceu quando concorreu a reeleição em 2016, ainda pelo PV. Ele se reelegeu com 874 votos para o exercício 2017-2020.

Cosma frequentemente cita como ponto mais relevante a ser trabalhado em âmbito nacional o aumento e a diversificação dos investimentos no transporte de cargas como forma de baratear e facilitar o escoamento dos produtos brasileiros ao mercado internacional.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Quarta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO