Operação Lava Jato

Lula anuncia petição na ONU contra Sérgio Moro por ''abuso de poder''

Advogados de petista entregaram petição ao Comitê de Direitos Humanos. Eles veem ''falta de imparcialidade'' e dizem que Moro atua como ''acusador''.

30 de Julho de 2016 as 05h 47min

A assessoria de imprensa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira (28) que os advogados do petista protocolaram nesta quinta-feira (28) uma petição ao Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) na qual denunciam uma suposta "falta de imparcialidade" e "abuso de poder" do juiz federal Sérgio Moro e dos procuradores da Operação Lava Jato.

No documento, o advogado Cristiano Zanin, que defende Lula, e o advogado australiano Geoffrey Robertson, ex-juiz da corte de apelações da ONU, afirmam que o juiz e os procuradores da Lava Jato cometeram "abuso de poder" contra Lula e violaram a Convenção Internacional de Direitos Políticos e Civis (veja a íntegra da petição).

O G1 entrou em contato com a assessoria da Justiça federal em Curitiba, que disse que o juiz Sérgio Moro não irá se manifestar.

Na ação apresentada ao Comitê de Direitos Humanos da ONU, a defesa de Lula aponta quatro pontos que, na visão deles, seriam violações e abusos de Moro e dos procuradores da Lava Jato:

- Condução coercitiva para depoimento de Lula à Polícia Federal em 4 de março de 2016. Segundo a defesa do ex-presidente, o ato está fora do previsto na legislação brasileira;

- Vazamento de dados confidenciais de Lula e das investigações para a imprensa;

- Divulgação de gravações telefônicas de Lula, como a que ele conversa com a presidente afastada Dilma Rousseff. Os advogados afirmam que os áudios foram obtidos de forma ilegal;

- Uso de recurso de prisões temporárias e preventivas na Lava Jato, considerados pela defesa “abusivos”, para obtenção de acordos de delação premiada.

De acordo com os advogados, Lula não se opõe a ser investigado, mas busca "justiça com a devida imparcialidade", e que as autoridades brasileiras obedeçam o que diz a lei no curso das investigações e processos.

Eles afirmam que Moro, "por sua evidente falta de imparcialidade", e por já ter cometido "uma série de ações ilegais contra Lula", perdeu "de forma irreparável" as condições julgar o caso.

"“Ações contra a corrupção, em especial corrupção política, são de importância vital para a democracia. Mas devem ser efetivas e dentro da lei para serem dignas de orgulho, e não arbitrárias e ilegais, o que acabará, em pouco tempo, causando vergonha a um país. O perigo do juiz Moro é que suas ações injustas e ilegais serão contra-produtivas, e causarão danos ao combate à corrupção no longo prazo", afirmou o advogado Cristiano Zanin, em vídeo divulgado pela assessoria de Lula.

Já Geoffrey Robertson afirmou, no mesmo vídeo, que Moro atua como um "verdadeiro" acusador, ao lado dos promotores da Lava Jato.

"O mesmo juiz que invade sua privacidade pode prendê-lo a qualquer momento e daí automaticamente se torna quem irá julgá-lo, decidindo se ele é culpado ou inocente sem um júri. Nenhum juiz [...] poderia agir dessa forma, ao mesmo tempo como promotor e juiz. Esta é uma grave falha do sistema penal brasileiro", disse.

"O juiz tem o poder de deter o suspeito indefinidamente até obter uma confissão e uma delação premiada. Claro que isso leva a condenações equivocadas baseadas nas confissões que o suspeito tem que fazer porque quer sair da prisão", concluiu Robertson.

Novo site

Nesta quinta, o ex-presidente lançou um novo site, no qual disponibiliza informações sobre sua biografia, vídeos, notícias e respostas às investigações sobre ele. A informação sobre a ida à ONU foi divulgada no novo portal.

O site, com versões disponíveis em português, espanhol e inglês, também traz críticas ao presidente em exercício, Michel Temer, e à mídia brasileira.


MT Agora - G1

COMENTARIOS

Mais de Política

Raio X

Deputados criam comissão para raio-X de 400 obras paradas e cobrar do governo de MT conclusões ao invés de lançar novos projetos

Principal objetivo dos deputados é apurar a quantidade oficial de obras paradas e fazer um diagnóstico. Ao fim dos trabalhos, os deputados devem apresentar soluções para as obras.

26 de Maio de 2019 as 12h10

Verba Indenizatória

Projeto que previa a redução de verba indenizatória em 50% e prestação de contas é barrado pelos deputados e arquivado na ALMT

Deputados afirmaram que necessitam da verba de R$ 65 mil para conseguir realizar o trabalho legislativo e alegaram que prestar contas seria muito difícil.

26 de Maio de 2019 as 12h07

Infraestrutura e Logística

Callai e Binotti buscam recursos do Estado para a pavimentação e recuperação de estradas

Os assuntos foram discutidos nesta quinta-feira (23), em Cuiabá, com o secretário de Infraestrutura e Logística Marcelo de Oliveira e Silva

23 de Maio de 2019 as 19h42

Saúde

Callai, Binotti e diretor do São Lucas se reúnem com o secretário de Saúde do Estado

O objetivo da reunião, realizada na manhã desta quinta-feira (23), em Cuiabá, foi discutir a renovação do convênio referente as UTIs do Hospital São Lucas

23 de Maio de 2019 as 12h55

Audiência Pública

Vereador Callai quer ouvir a população sobre empréstimo de R$ 34 milhões

O objetivo é dar a oportunidade para que a prefeitura apresente onde será investido o recurso e a população possa opinar. A audiência ainda não tem data marcada

22 de Maio de 2019 as 20h42

Orçamento

Vereadores aprovam alteração no orçamento para entrada de R$ 12.6 milhões

O recurso é proveniente de uma financiamento que o município fez junto a Caixa Econômica Federal. O valor será investido em obras de abastecimento de água

22 de Maio de 2019 as 20h41

Auxílio Financeiro

Vereadores aprovam auxílio-financeiro para o transporte de universitários

Serão destinados R$ 40 mil para a Associação dos Universitários de Lucas do Rio Verde, que reúne aproximadamente 150 estudantes

22 de Maio de 2019 as 20h39

Prestação de Contas

Ex-governador de MT omitiu cerca de R$ 7 milhões na prestação de contas de campanha, diz ex-secretário

Permínio Pinto revelou doações não contabilizadas durante a campanha de Pedro Taques ao governo do estado. Total arrecadado foi R$ 34 milhões, entretanto, apenas R$ 27 milhões foi declarado ao TRE.

22 de Maio de 2019 as 10h21

Comemoração

Palco com autoridades cede durante comemoração do aniversário de Alta Floresta (MT)

Um inquérito deve ser aberto pelos bombeiros para apurar e verificar o motivo da queda. Segundo os bombeiros, não houve registro de feridos.

20 de Maio de 2019 as 09h55

Verba Indenizatória

Presidente da Assembleia diz que não abre mão da verba indenizatória de R$ 65 mil

A discussão é motivada por uma proposta de Ulysses que visa diminuir em 50% o valor repassado para a Verba de Gabinete

20 de Maio de 2019 as 09h50

Verba Indenizatória

Deputados de MT têm maior verba indenizatória do Brasil, com R$ 65 mil enquanto média nacional é de R$ 31 mil

Além do salário de R$ 25 mil, os parlamentares recebem verbas complementares para custeio. A maior delas é a verba indenizatória. que subiu mais de 300% entre 2010 e 2015.

18 de Maio de 2019 as 17h04

Redução de V.I

Janaina vê demagogia; Ulysses rebate: “De Riva quero distância”

Cada parlamentar tem direito a R$ 65 mil de verba para cobrir despesas do exercício da função

17 de Maio de 2019 as 09h54

Investimento

Projeto pretende destinar 50% da arrecadação de multas pagas por gestores municipais à saúde

Atualmente, os recursos provenientes das multas são transferidos ao Fundo de Reaparelhamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

16 de Maio de 2019 as 21h44

Gestão

Vereadores aprovam projeto e servidores municipais terão 4.58% de RGA

O índice corresponde a reposição inflacionária dos últimos 12 meses, medida pelo IPCA. A data base do funcionalismo público municipal é o mês de maio

16 de Maio de 2019 as 20h59

Verba Indenizatória

Comissão aprova pela 2ª vez projeto que prevê redução da verba indenizatória de deputados de MT de R$ 65 mil para R$ 32,5 mil

O relator do projeto na CFAEO, o deputado estadual Sílvio Fávero (PSL), emitiu parecer favorável à aprovação da propositura, sendo acompanhado pelos deputados Valmir Moretto (PRB) e Nininho (PSD).

16 de Maio de 2019 as 10h41

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO