Política

Mano dá sua versão sobre a destituição do PSDB em Lucas do Rio Verde

CenárioMT | 29 de Junho de 2012 as 15h 14min
MT Agora - Cenário MT

No último dia 27, quarta-feira, o PSDB de Lucas do Rio Verde, realizou a convenção partidária para as eleições municipais de 2012, no auditório da Câmara de Vereadores. 
 
A convenção, segundo o ex-vereador Mano, estava sob sua coordenação, quando foi surpreendido com um fato inusitado:  um grupo, aparentemente liderado pelo também ex-vereador Gilson Gregório,  adentrou o local alegando ter uma nomeação provisória do partido e que o atual, da qual Mano é presidente teria sido destituído.
 
Sedundo declara Mano, Gilson Gregório estava acompanhado do Secretário de Obras, Nestor Albrecht, e mais quatro outras pessoas, todos funcionários públicos municipais.
 
De acordo com Mano, a destituição do partido aconteceu apenas pelos meios de comunicação, pois, nada ‘documental’ e que esteja de acordo com o regimento foi apresentado até essa data.
Para Mano, toda ação foi coordenada pelo deputado federal Nilson Leitão, presidente do PSDB estadual. “Foi uma jogada política, de interesse pessoal. Eu não concordo com essas coisas, nunca compactuei com maracutaia. Fui um vereador ‘incombatível’, de oposição, mas de oposição a corrupção, a conivência, aos jogos de interesses das pessoas. “ Assinala ele. 
 
Os dois grupos realizaram suas convenções, e o grupo de Mano decidiu por unanimidade apoiar o pré-candidato à prefeito pelo PMDB, Rogério Ferrarin.
 
Mano ainda diz que havia uma conversação com a atual administração municipal, e que teria sido apresentada a ele uma proposta criada por Leitão de que em janeiro o atual prefeito Marino Franz, iria para o PSDB onde teria possibilidade para concorrer ao cargo de vice-governador pela chapa do PDT, tendo o ex-vereador Mano garantia de apoio que seria eleito vereador esse ano e para deputado estadual em 2014.
 
“Na verdade o deputado vendeu o partido em Lucas do Rio Verde, como ato de interesse pessoal, um acordo político para 2014. Não se destitui um partido, sem motivo, sem algo concreto, fato criado, o estatuto do partido é claro. La na frente, com certeza vai ser uma disputa jurídica e temos certeza que o PSDB vai ficar com o apoio ao PMDB”. Finalizou.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Segunda Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempestades

25º

COTAÇÃO