Política

Norte é a região com mais eleitores jovens, e a Sudeste com mais velhos; Nordeste tem mais mulheres

Mais de 147 milhões de eleitores estão aptos a votar nas eleições de outubro; maior parte tem entre 30 e 49 anos e é mulher, aponta dados do TSE.

Eleições 2018 | 14 de Agosto de 2018 as 22h 30min
Fonte: G1

A região Norte é a que possui o maior percentual de eleitores jovens do país, e a Sudeste, a que tem mais velhos, apontam dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Além disso, o Nordeste se destaca na proporção do eleitorado feminino.

Mais de 147 milhões de eleitores estão aptos para votar nas eleições de outubro. Segundo os dados mais atualizados e disponíveis do TSE, a maior parte dos eleitores tem entre 30 e 49 anos (40,2%) e é mulher (52,5%).

Há, porém, diferenças e nuances regionais no perfil do eleitorado brasileiro. Veja abaixo os principais destaques em relação à faixa etária e ao gênero.

Mais jovens e mais velhos

Mais de 13 milhões de eleitores têm abaixo de 18 anos e mais de 70 anos, apontam os dados do TSE. Por conta da idade, estas pessoas têm voto facultativo.

A região Norte é a que tem mais eleitores de 16 e 17 anos proporcionalmente. Mesmo assim, considerando todas as pessoas que estão aptas a votar no estado, o percentual de menores de idade é muito baixo: 1,7%.

O estado com o maior índice de jovens é Roraima (2,9%), seguido de Amapá (2,7%) e Acre (2,3%).

No Brasil, 1% de todo o eleitorado tem 16 ou 17 anos, aponta o TSE. Na prática, isso significa que, dos mais de 147 milhões de eleitores em todo o país, 1,4 milhão é menor de idade.

Já a região Sudeste é a que possui mais eleitores com 70 anos ou mais. São mais de 6 milhões de pessoas, o que corresponde a 9,5% do eleitorado. Desse total, quase 65 mil têm 90 anos ou mais.

Entre os estados, o Rio de Janeiro é o com a maior proporção de pessoas acima de 70 que estão aptas a votar: quase 1,4 milhão de eleitores, ou 11,2% do eleitorado do estado. O Rio é seguido por Rio Grande do Sul (9,9%) e Minas Gerais (9,7%).

Em todo o país, são mais de 12 milhões de eleitores acima de 70, ou 8,2% do eleitorado.

Maioria feminina

A maioria do eleitorado é feminina em todas as regiões (e em todos os estados) do país. No Nordeste, esta proporção é a mais alta: 52,8%. Apesar disso, entre as unidades federativas, o Distrito Federal tem a maior presença de mulheres (53,8%). Em seguida, estão o Rio de Janeiro (53,7%) e Pernambuco (53,6%).

É no Rio, inclusive, que está a cidade com o maior percentual de eleitoras do país: Queimados (56,9%). Isso quer dizer que, dos quase 73 mil eleitores do município, 41,5 mil são do sexo feminino.

A região Norte é destaque novamente, mas dessa vez por conta da sua proporção de homens: é a mais alta entre as regiões, chegando a 49,2%. Já entre os estados, Mato Grosso e Tocantins, com 49,5%, aparecem na primeira posição.

Com relação às cidades, o destaque é Santa Cruz do Xingu (MT), com 57% do eleitorado do sexo masculino. Contrariando a proporção nacional, ela faz parte das 2.162 cidades do país que têm mais homens que mulheres entre os eleitores.

Candidatas a governo de estado

Apesar de a maioria do eleitorado ser feminina, um levantamento do G1aponta que a disputa pelo governo nas eleições de 2018 deverá se dar apenas entre homens em oito estados brasileiros: Alagoas, Amapá, Amazonas, Ceará, Mato Grosso, Pará, Rio Grande do Sul e Rondônia.

O número de estados sem mulheres candidatas ao governo em 2018 é menor que o registrado em 2014. Naquele ano, foram 10 estados (Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco e São Paulo), de acordo com os registros do Tribunal Superior Eleitoral. Em 2010, foram 13, e em 2006, 9.

Este cenário pode mudar, pois os partidos podem registrar as candidaturas até o dia 15 e têm até o dia 17 para fazer alterações nas chapas.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Segunda Feira

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO