Política

Nova ''troca de farpas'' entre vereadores marca a sessão na Câmara de Lucas do Rio Verde

O motivo da discussão desta vez foi o projeto de autoria do executivo atendendo a indicação dos vereadores Marcos Paulista e Marcia Pelicioli, o qual autorizava a Prefeitura Municipal a ceder 12 tendas de propriedade da municipalidade as igrejas católicas

Política Luverdense | 10 de Outubro de 2017 as 15h 50min
MT Agora - Cenário MT

A sessão na Câmara de Vereadores de Lucas do Rio Verde realizada na noite de ontem (09) foi cenário de nova “troca de farpas” entre os Edis luverdenses. O motivo da discussão desta vez foi o projeto de autoria do executivo atendendo a indicação dos vereadores Marcos Paulista e Marcia Pelicioli, o qual autorizava a Prefeitura Municipal a ceder 12 tendas de propriedade da municipalidade as igrejas católicas e evangélicas.

Vereadores Aprovam R$ 3.5 Mi Para A Construção De Escola E Reforma De Quadra Esportiva

Marcos Paulista, contestou a decisão da Comissão de Legislação e Justiça da casa que deu parecer contrário ao projeto. O vereador chegou a fazer um comparativo com as instituições locais como Apae, Bom Samaritano, Comunidade São Cristóvão, Alpatas entre outros, que já receberam recursos do município com aprovação dos vereadores.

“Não consigo entender onde não tem interesse público em fazer a cessão dessas tendas. Acho que os vereadores não entendem o quão bom que é o serviço social que as igrejas evangélicas e católicas fazem pelo município” disse Paulista, perguntando “será que as igrejas não estão sendo excluídas? Será que não tem sua parte de contribuição? Eu acho que eles (vereadores) não visitam e não sabem o que é o serviço social de uma igreja” declarou ele.

Em defesa da comissão, o vereador Jaime Floriano, esclareceu que os vereadores autores da indicaçao foram acionados para uma reunião e esclarecimento junto com a Secretária de Esporte e Lazer, mas nenhum dos dois compareceu.

“O projeto é sobre tendas, ninguém vai morrer por falta de tenda. A Apae e a maioria das instituições que a gente colabora não recebe dízimo. Um dia perguntei em uma conversa entre amigos ao vereador Marcos Paulista, quanto custa uma tenda e ele falou que era R$ 4 mil. Então questionei se uma igreja não tem condições de comprar uma tenda de R$ 4 mil? Nossa comissão está ali para julgar o que é licito e o que não é, temos um jurídico que trabalha para isso” disse Jaime acrescentando que “o desespero do seu discurso parece que as tendas vão salvar a humanidade, até hoje a Prefeitura nunca se negou em emprestar essas tendas para as festas, desde que as igrejas mandem um oficio antes, que a própria prefeitura vai lá montar. A impressão que tenho é que enterramos alguém hoje, que matamos alguma igreja” disse ele.

O vereador Wagner Godoy, que é presidente da comissão, também defendeu o parecer e avisou ao Edil que se ele está contestando a decisão que faça isso de forma jurídica.

“Nós não podemos misturar as questões políticas, de questões religiosas. Fazer sensacionalismo através de tendas é lamentável” disse ele acrescentando que “se o senhor está achando que a Comissão de Legislação e Justiça fez incoerência com a sua opinião religiosa entre na justiça e conteste a comissão” finalizou ele.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Segunda Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempo nublado

26º

COTAÇÃO