Pivetta vê “Governo em ruínas” e diz: Taques não deveria disputar

Ex-prefeito de Lucas afirma que tucano foi grande procurador, mas falhou na missão de governar

16/03/2018 - 10:36:20

   

Considerado um dos maiores aliados do governador Pedro Taques (PSDB) na eleição de 2014, tendo coordenado sua equipe de transição, o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta, detonou a gestão tucana à qual ele classifica como “medíocre”.

Na avaliação de Pivetta, o Governo está “em ruínas” e Taques sequer tem o direito de pleitear uma disputa à reeleição no pleito eleitoral deste ano.

“Não sabemos nem se o Taques vai ser candidato. Acho que se ele fizer boa reflexão, sem nenhuma ilusão, vai ver que é inconveniente pra sociedade. Não tem direito nenhum de pleitear uma reeleição”, disparou Pivetta, em entrevista à Rádio Capital, nesta quinta-feira (15).

Segundo o ex-prefeito, Taques era tido como uma grande esperança para o povo de Mato Grosso.

O político citou que o governador foi um procurador da República exemplar, um senador de destaque e muito bem avaliado na política nacional, mas falhou na “missão” como governador.

“Acreditávamos que ele seria o grande governador de Mato Grosso. Nessa última empreitada ele frustrou não só a mim, mas ao povo de Mato Grosso. O Governo dele é sem nenhuma estratégia, sem planejamento, sem rumo”, disse.

“Como governador, ele foi testado e reprovado. Falo isso com pesar. Eu fui um entusiasta desse projeto. Estaria realizado se ele tivesse honrado nossos sonhos. Repito: acho que o Pedro perdeu o direito de pretender continuar no Palácio. A sociedade o elegeu no primeiro turno e o Governo dele é medíocre”, afirmou o ex-prefeito.

Pivetta disse que o fato de criticar a gestão Taques neste momento não significa que ele esteja sendo oportunista.

“Não sinto alegria de falar isso do Pedro, mas infelizmente essa é verdade. O Governo não foi exitoso, foi frustrante e não tem mais tempo para recuperar. O que vimos foi muita lambança, muita intriga, conflito. É um Governo em ruínas em todos os aspectos”, disse.

Estado em crise
Ainda durante a entrevista, Pivetta afirmou que Taques falhou ao não realizar as reforma que o Estado necessita.

“Não foram tomadas as medidas necessárias para enxugar o Estado, torná-lo eficiente, diminuir custo e também não foram priorizados os setores da educação, saúde, segurança e infraestrutura. O que vemos hoje no Estado é uma crise muito maior de gestão do que de recursos propriamente dita”.

Outro grande erro da gestão, na avaliação de Pivetta, foi o enfrentamento com o funcionalismo público. O fato gerou, inclusive, uma das maiores greves dos servidores nos últimos tempos.

“A gente acreditava que ele seria um bom executivo. Não é. Frustrou. Houve uma desagregação geral, um enfrentamento cego com servidores públicos. Governo nenhum consegue viabilizar um bom mandato sem o engajamento dos servidores”, disse.

“É o perfil dele, ele se mostrou muito autossuficiente desde o início, tomando decisões isoladas. Fato é que governo não evoluiu da maneira virtuosa que imaginávamos que ele fosse fazer”, acrescentou o ex-prefeito.

Para Pivetta, está claro que Taques perdeu seus principais aliados, se isolou e, dificilmente, conseguirá reverter este cenário.

“Não vejo um aliado de primeira hora que esteve com ele, querendo apoiá-lo. Não vejo ninguém. Ele ganhou a eleição, não ficou devendo pra ninguém. Talvez na história é pessoa que teve melhores condições de implantar um governo revolucionário, livre, em favor de colocar o Estado para servir à sociedade. Ele não fez isso. Infelizmente, essa é realidade que se constata hoje. É muito difícil virar esse jogo daqui pra frente”, concluiu.

MT Agora - Camila Ribeiro | Mídia News

Mais Noticias

Durante O Ano De 2017

Sorriso: Vereador comemora indicações atendidas

Cassação De Mandato

Mesa Diretora da Câmara decide em agosto se Maluf deve perder mandato

Pela Terceira Vez

Cármen Lúcia assume interinamente a Presidência da República

Reconhecimento

Lucas: Vereadores aprovam a concessão de quatro Moções e um título de Cidadão Honorário

17/07/2018 -

Ninguém bate em cachorro morto, rebate Taques contra denúncias

O governador Pedro Taques (PSDB) minimizou o fato de seu antigo partido, o PDT, ter oferecido duas ações na Justiça, na última semana, contra atos praticados por ele e apontados como eleitoreiros pelos adversários políticos.

17/07/2018 -

Ninguém consegue enganar tanta gente por muito tempo, diz Pivetta sobre governador

Desta vez, Pivetta ironizou a tentativa do ex-aliado em convencer o deputado federal Adilton Sachetti (PRB) a disputar o senado na chapa governista.

16/07/2018 -

Lucas: Vereadores aprovam a destinação de recursos para o Hospital São Lucas

Serão destinados R$ 1.350.000,00, o valor será utilizado para cobrir despesas ocasionadas pelos atendimentos via SUS.

15/07/2018 -

Absolvição de Lula não invalida delação de Delcídio, dizem especialistas

Juiz do DF absolveu ex-presidente e outros 6 da acusação de obstrução de justiça baseada em delação do ex-senador. Colaboração de Delcídio ainda pode ser utilizada em outras investigações.

15/07/2018 -

Nova MP das loterias deve gerar R$ 1 bi para segurança, R$ 630 milhões para esporte e R$ 412 milhões para cultura

Informação foi dada nesta sexta-feira (13) pelo governo federal. Primeira MP editada por Temer tirava dinheiro das pastas do Esporte e da Cultura, e ministros reclamaram.

15/07/2018 -

Ministro Carlos Marun nega participação em supostas fraudes no Ministério do Trabalho

A informação de que o nome de Marun estaria envolvido foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo, com base em um relatório obtido junto à Polícia Federal (PF), que apura irregularidades na concessão de registros sindicais pelo Ministério do Trabalho.

15/07/2018 -

Ministério da Segurança Pública vai unificar registro de ocorrências e crimes em todo país

Iniciativa vai auxiliar na investigação de infrações, além de facilitar acesso e cruzamento de informações, segundo o ministro. Integração deve estar em pleno funcionamento até 2019.

15/07/2018 -

PRB anuncia retirada da pré-candidatura a presidente do empresário Flávio Rocha

Partido argumenta que é necessário unir as ''forças de centro''. Executivo do grupo Guararapes, que controla as Lojas Riachuelo, tinha sido lançado pré-candidato no último dia 23 de março.

13/07/2018 -

Lucas: Vereadores aprovam a destinação de quatro servidores para a 49ª Ciretran

Inicialmente, serão destinados apenas dois servidores, um atuará na recepção, orientando quanto a documentação e o outro, atuará no setor de vistoria.

13/07/2018 -

Câmara de Lucas realiza última sessão ordinária antes do recesso com análise de projeto polêmico

A sessão foi realizada às 10 horas.

11/07/2018 -

Congresso conclui votação da LDO e derruba proibição a reajuste para servidores em 2019

Proibição estava prevista no texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias do ano que vem, aprovado nesta quarta (11). Texto segue para sanção do presidente Michel Temer.

11/07/2018 -

Congresso aprova texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias; saiba principais pontos

Com aprovação do texto-base, deputados e senadores passaram a votar propostas de mudança no texto. Parlamentares querem derrubar proibição a reajuste para servidores.

11/07/2018 -

Deputados aprovam brecha para liberar indicações políticas nas empresas estatais

Proposta foi aprovada em comissão que discute novas regras para agências reguladoras. Se não houver recurso, pode ir direto para o Senado.

11/07/2018 -

Senado aprova MP dos fretes; texto prevê anistia a caminhoneiros

Medida provisória foi editada pelo governo após acordo com caminhoneiros para por fim à greve da categoria. Pelo texto, caberá à ANTT definir os preços; texto segue para sanção presidencial.

11/07/2018 -

Câmara aprova MP que estabelece preços mínimos de frete; texto concede anistia a multas de trânsito

Medida atende a reivindicação dos caminhoneiros, que paralisaram todas as atividades por 11 dias em maio. Texto não define o valor do preço mínimo, que será estipulado por tabela da ANTT.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora