Palácio Do Planalto

Presidente da República em exercício, Toffoli sanciona lei que torna crime importunação sexual

Presidente do Supremo Tribunal Federal assumiu temporariamente a Presidência da República em razão de viagem de Michel Temer ao exterior.

Fonte: Fernanda Calgaro | G1
24 de Setembro de 2018 as 23h 08min

Dias Toffoli durante solenidade no Palcio do Planalto para assinatura das novas leis Foto: Marcos Corra/Presidncia da Repblica

O presidente da República em exercício, ministro Dias Toffoli, sancionou na manhã desta segunda-feira (24) lei que torna crime a importunação sexual e aumenta a pena para estupro coletivo.

Recém-empossado como presidente do Supremo Tribunal FederaL (STF), Toffoli assumiu temporariamente a Presidência da República em razão da viagem do presidente Michel Temer para Nova York, para participar da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU). O retorno de Temer está previsto para esta terça-feira (25).

O presidente do Supremo é o quarto da linha sucessória. Como o país está sem vice-presidente, o segundo sucessor seria o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O terceiro, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE). Mas como ambos são candidatos à reeleição, eles deixam o país quando Temer viaja porque podem ficar inelegíveis caso assumam a Presidência.

Leis sancionadas

Pela lei sancionada, fica caracterizada importunação sexual o ato libidinoso praticado contra alguém, e sem a autorização, a fim de satisfazer desejo próprio ou de terceiro. A pena prevista é de um a cinco anos de cadeia.

A proposta ganhou força quando foram registrados casos de homens que se masturbaram e ejacularam em mulheres em ônibus. Um dos episódios de maior repercussão ocorreu em São Paulo.

O texto sancionado também torna crime a divulgação, por qualquer meio, vídeo e foto de cena de sexo ou nudez ou pornografia sem o consentimento da vítima, além da divulgação de cenas de estupro.

A lei aumenta a pena em até dois terços se o crime for praticado por pessoa que mantém ou tenha mantido relação íntima afetiva com a vítima, como namorado, namorada, marido ou esposa. A intenção é evitar casos conhecidos como pornografia de vingança.

Poder familiar

Toffofi também sancionou lei que amplia as situações em que pode haver perda do poder familiar. Até então, havia a possibilidade de perda do poder familiar se houvesse agressão contra o próprio filho ou filha.

Com a mudança na legislação, também poderão perder o poder familiar quem for condenado por crimes dolosos (com intenção) sujeitos à pena de reclusão cometidos contra pessoa que detém igual poder familiar ao condenado, por exemplo, seu cônjuge ou companheiro, mesmo que divorciado.

Ele sancionou ainda uma terceira lei, que assegura atendimento educacional, durante o período de internação, ao aluno do ensino básico que estiver internado para tratamento de saúde em regime hospitalar ou domiciliar por tempo prolongado.

Reserva de vagas

Toffoli também assinou um decreto que detalha as regras para que seja cumprida a reserva de ao menos 5% das vagas em concursos públicos federais para pessoas com deficiência.

Segundo o ministro dos Direitos Humanos, Gustavo do Vale Rocha, que acumula o cargo de sub-chefe de Assuntos Jurídicos (SAJ) da Casa Civil, a cota mínima de 5% já está prevista em lei, mas o decreto até então vigente precisava ser atualizado porque se baseava em uma legislação revogada.

"Isso [esse novo decreto] é um pleito muito forte das pessoas com deficiência porque havia locais que falavam que o decreto não tinha mais valor porque a legislação na qual ele se baseava havia sido revogada pela LDI [Lei Brasileira da Inclusão da Pessoa com Deficiência]", explicou Rocha.

Cerimônia

As leis foram sancionadas em uma cerimônia no Palácio do Planalto na presença de parlamentares e ministros. Foi liberado o acesso apenas aos cinegrafistas e fotógrafos.

Em um discurso de cerca de 15 minutos, Toffoli destacou o papel da Constituição e do Congresso Nacional na democracia do país e fez uma referência ao processo eleitoral de outubro.

"Já tive oportunidade de dizer que uma grande nação se faz com coragem. Se jogar o jogo democrático é demonstrar grande coragem e o jogo democrático é muito difícil e nós estamos exatamente passando por este momento do batismo das urnas, mas o fato é que o Congresso Nacional vem desempenhando e vem dando instrumentos necessários para as ações públicas e políticas públicas", afirmou.

Licença paternidade para militares

No período da tarde, também em cerimônia no Palácio do Planalto, Toffoli sancionou a lei que aumenta a licença-paternidade para militares das Forças Armadas de 5 para 20 dias.

Em 2016, a licença-paternidade de servidores públicos federais e trabalhadores de empresas privadas (que estiverem inscritas no Programa Empresa Cidadã) já havia sido ampliada de 5 para 20 dias.

"Uma licença mais longa é gesto de valorização da paternidade, que a sociedade contemporânea quer cada vez mais ativa", disse Toffoli.

"Oportunizando aqueles que se dedicam a esta vida, de mudanças, de transferências, para que possam formar-se e formar seus filhos", completou o presidente em exercício.


COMENTARIOS

Mais de Política

Vereadores Unidos

União Parlamentar do Vale do Teles Pires se reúne com a bancada mato-grossense

Na pauta de reivindicações, a duplicação da BR 163, melhorias na área de telefonia e internet, recursos para a saúde, a transformação do Regional de Sinop em hospital universitário e a regularização fundiária.

16 de Agosto de 2019 as 01h05

Abuso De Autoridade

Câmara aprova projeto que define quais situações configuram abuso de autoridade

Como a proposta já foi aprovada pelo Senado, seguirá para sanção de Jair Bolsonaro. Deputados do PSL, partido do presidente, dizem que ele vetará alguns pontos do texto aprovado.

15 de Agosto de 2019 as 23h15

Auxílio-Transporte

Vereadores aprovam a destinação de R$ 40 mil para o transporte de universitários

O recurso irá beneficiar aproximadamente 120 alunos que diariamente se deslocam até Sorriso, em busca de ensino superior.

14 de Agosto de 2019 as 16h37

MP Da Liberdade Econômica

Câmara aprova texto-base da MP da liberdade econômica com regras para trabalho ao domingo

Governo diz que proposta visa reduzir burocracia e dar mais segurança jurídica a atividades econômicas. Deputados analisarão destaques nesta quarta; depois, texto seguirá para o Senado.

14 de Agosto de 2019 as 15h53

Debate

Vereadores pedem vistas ao projeto e votação da verba indenizatória é adiada

O pedido foi realizado pelo vereador Dr. Jaime Floriano, com o objetivo de discutir uma nova proposta, com a manutenção da verba somente para os secretários.

13 de Agosto de 2019 as 23h55

Reforma Da Previdência

Senado deve concluir votação da reforma da Previdência em 2 de outubro

Previsão é que proposta passe na CCJ no dia 4 de setembro.

13 de Agosto de 2019 as 21h44

Conselho De Controle De Atividades Financeiras

Governo deve editar medida provisória para criar novo Coaf

Objetivo é transformar o órgão na Unidade de Inteligência Financeira, vinculada ao Banco Central. MPs têm força de lei assim que publicadas, mas precisam ser aprovadas pelo Congresso.

13 de Agosto de 2019 as 21h40

Proteção De Dados

Implantação da lei de proteção de dados preocupa deputados

Adaptação de empresas é um obstáculo, dizem especialistas.

13 de Agosto de 2019 as 21h34

Reforma Da Previdência

CCJ do Senado começa a discutir reforma da Previdência esta semana

Relator pretende incluir emendas em PEC paralela

13 de Agosto de 2019 as 19h57

Partido Do Presidente

PSL decide expulsar deputado Alexandre Frota

Parlamentar, eleito com 155 mil votos, tem criticado publicamente o governo do presidente Jair Bolsonaro. Frota se absteve no segundo turno da votação da reforma da Previdência.

13 de Agosto de 2019 as 16h47

Infraestrutura

Presidente libera trechos duplicados de rodovia no Rio Grande do Sul

Os primeiros 47 km duplicados estão distribuídos em três trechos entre Porto Alegre e Pelotas e vai beneficiar diretamente 12 municípios gaúchos.

13 de Agosto de 2019 as 15h35

Movimento Político

MBL marca data de implantação em Sinop e Kim Kataguiri mobiliza simpatizantes

O MBL é uma organização não governamental que defende o liberalismo político e que foi fundado em novembro de 2014, quando começou a crescer nas redes sociais.

12 de Agosto de 2019 as 15h31

Infraestrutura

Proposta de deputado por MT destinando até 30% do FCO para ferrovias aguarda relator na Câmara

A matéria aguarda designação de relator e, se aprovada, será analisada por uma comissão especial e depois votada em dois turnos no plenário.

12 de Agosto de 2019 as 15h20

UTIs

Vereadores aprovam projeto destinando R$ 1.4 milhão para o custeio das UTIs

O recurso aumentou em R$ 50 mil, aumentando de R$ 150 mil para R$ 200 mil, o repasse mensal

09 de Agosto de 2019 as 15h52

Homenagem

Câmara de Vereadores realiza sessão solene com entrega de homenagens na quarta-feira (07)

Serão entregues 13 títulos de Cidadão Honorário de Lucas do Rio Verde. A sessão faz parte das comemorações ao aniversário de 31 anos do município

08 de Agosto de 2019 as 10h57

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO