Celso Ferreira Nery

Presidente do TRE/MT vem a Lucas discutir logística para revisão biométrica

Novos títulos eleitorais seguirão o novo sistema que assegura maior agilidade e segurança na emissão de documentos e realização de pleitos eleitorais

27 de Fevereiro de 2013 as 06h 21min

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, Rui Ramos, está em Lucas do Rio Verde nesta terça-feira, quando vai discutir sobre a revisão biométrica que será realizada no município. Lucas é uma das 13 cidades que passarão pelo processo de revisão a partir de abril. De acordo com o TRE/MT, as eleições gerais de 2014 em Mato Grosso serão marcadas pela ampliação do sistema de votação biométrico, que possibilitará ao eleitor ainda mais segurança e transparência ao registrar seu voto após a identificação das impressões digitais previamente cadastradas.

De acordo com Ramos, a revisão servirá também para que o Tribunal apure a quantidade de eleitores presente em cada zona eleitoral, além de garantir que o cidadão tenha assegurado o exercício pleno da democracia. A partir do sistema adotado pelo TRE/MT, com a leitura óptica feita a partir da impressão digital, não há meios de falsificação ou mesmo fraude eleitoral, com eleitores votando em lugar de outros inscritos. Além da impressão digital, o novo documento também apresenta foto digitalizada, transformando-se em maior segurança na identificação do portador.

À tarde, Ramos, assessores e o juiz eleitoral da 21ª Zona, Cássio Luis Furim, devem participar de reunião com o prefeito Otaviano Pivetta para solicitar apoio na realização do trabalho de revisão principalmente na zona rural. Para realizar a revisão, é necessário aparato tecnológico, com a disponibilização de equipamentos e pessoal de apoio. Caso o aparato tecnológico não possa ser levado ao meio rural, a possibilidade é trazer os eleitores da zona rural, em grupos, para realizar a revisão na área urbana. Conforme levantamento do Tribunal Regional Eleitoral, para revisar o contingente eleitoral de Lucas do Rio Verde (Itanhangá e Tapurah, apesar de fazerem parte da 21ª Zona Eleitoral, não serão incluídas no processo de revisão, nesse momento), estimado em 32 mil eleitores, a previsão é investir R$ 170 mil.

“O eleitor que não vier fazer a revisão, ou recadastramento, o título dele, a inscrição eleitoral é cancelada. Fica sem o título e, por conseguinte em 2014 não votará. A eleição em Lucas será pelo método da biometria”, afirmou Ramos.
Conforme o juiz eleitoral Cássio Luis Furim, a intenção do Cartório Eleitoral é disponibilizar a melhor estrutura possível, fazendo atendimento rápido ao cidadão. Conforme o histórico recente da revisão em outros municípios, a demora média de atendimento a cada eleitor é de 20 minutos, já que além da coleta da impressão digital das mãos, haverá ainda a fotografia digital inserida no documento e as informações pessoais de cada pessoa atendida. 
Por outro lado, a recomendação da Justiça Eleitoral é que os eleitores que ainda não têm título esperem para efetuar suas inscrições a partir da revisão biométrica, uma vez que serão obrigadas a fazer o novo título a partir de abril. “Recomendo que aguarde, porque a biometria traz um cadastro mais completo. Quem já tem um título ou vai fazer (antes de abril) vai ter que fazer de novo”, explicou o magistrado.


MT Agora - ExpressoMT

COMENTARIOS

Mais de Política

Retorno dos Vereadores Mirins

Câmara de Vereadores retoma Programa Vereador Mirim - A escola vai a Câmara

O processo de seleção dos alunos começa no mês de maio e a primeira sessão está marcada para o dia 30

26 de Abril de 2019 as 08h58

Conduta Vedada

Ex-governador é condenado a pagar R$ 63 mil por uso de placas no período eleitoral

Taques foi condenado por 12 placas instaladas irregularmente e ainda cabe recurso

24 de Abril de 2019 as 09h43

Juíza Selma

Selma chora no plenário do Senado e diz que foi cassada por condenar “intocáveis”

Alguns senadores, como Major Jorge Olímpio e Jorge Kajuru, também se pronunciaram no plenário e defenderam a juíza mato-grossense.

23 de Abril de 2019 as 21h38

Balanço de Leis não Sancionadas

Câmara de Vereadores promulga leis não sancionadas pelo prefeito

De acordo com a Lei Orgânica, a sanção ou veto é de responsabilidade exclusiva do prefeito, quando ele não o faz dentro do prazo, a responsabilidade é do presidente do Legislativo

23 de Abril de 2019 as 18h06

Desenvolvimento Econômico

Vereadores aprovam lei que estabelece o turismo rural em Lucas do Rio Verde

O projeto é de autoria do vereador Fernando Pael e visa organizar e incentiva o turismo no município

17 de Abril de 2019 as 14h34

Transmissão ao vivo

Vereadores aprovam projeto e licitações deverão ser transmitidas pela internet

O objetivo é garantir mais transparência as ações do poder público e facilitar os acesso da população

17 de Abril de 2019 as 09h20

Senadora Cassada

Fávero: “Quem pretendia sentar na cadeira vai ter que esperar”

Caso um novo pleito ocorra, PSL deve colocar novo nome na disputa; Silvio Fávero pode ser um deles

13 de Abril de 2019 as 19h41

Educação

Vereadores, Paulista e professora Cristiani, conseguem a liberação de recurso atrasado

Foram liberados pouco mais de R$ 1 milhão, o valor será investido na ampliação do número de vagas da educação infantil

12 de Abril de 2019 as 19h46

Cenário Melhor

Rombo nas contas cai pela metade e fica em R$ 60 mi em março

Déficit no balanço poderia ser ainda menor se não fosse o pagamento de dívidas com bancos

12 de Abril de 2019 as 19h40

Cassação de Selma

Fávero declara que pode ser candidato e Janaina Riva afirma que faltou maturidade política a Selma

Selma Arruda era suspeita de ter praticado caixa dois e abuso de poder econômico durante o período de pré-campanha e campanha eleitoral do pleito de 2018.

12 de Abril de 2019 as 08h10

Apreensão de Veículos

Projeto apresentado na ALMT proíbe apreensão de veículos por falta de pagamento do IPVA

Caso aprovado, o projeto de Lei, de autoria do deputado Ulisses Morais, altera dispositivo da Lei nº 7.301, de 17 de Julho de 2000.

11 de Abril de 2019 as 10h04

Julgamento

Senadora Selma diz estar tranquila e vai recorrer da cassação decidida pelo TRE

“Não houve qualquer desequilíbrio. Não houve abuso de poder político. Todos os concorrentes ao Senado eram pessoas de alto poder econômico. Já entrando em outubro, ela estava em sexto lugar e um dos candidatos era um dos mais ricos”, concluiu.

11 de Abril de 2019 as 09h57

Senadora Cassada

TRE-MT cassa Selma Arruda e suplente por caixa 2 e abuso de poder econômico e determina nova eleição

Senadora do PSL omitiu o correspondente a 72% das despesas de campanha. Ela foi a mais votada para o cargo na eleição passada.

10 de Abril de 2019 as 19h38

Julgamento

TRE começa julgar ação que pode resultar na cassação do diploma da senadora Selma; assista

Duas ações foram propostas contra Selma, uma pelo candidato Sebastião Gomes de Carvalho (que foi candidato) e outra pelo diretório estadual do PSD, que teve como candidato ao Senado Carlos Favaro.

10 de Abril de 2019 as 09h46

Indicações

Vereador Pedro de Góis apresenta cinco indicações ao Poder Executivo

As indicações solicitam melhorias na parte pavimentação, iluminação pública, sinalização e recuperação de estradas

09 de Abril de 2019 as 10h20

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO