Depoimento

Riva diz ter comprado fazenda em sociedade com Silval

Ex-governador teria pago sua parte com dinheiro de propina da empresa Consignum.

03 de Maio de 2016 as 06h 17min

Ex-governador teria pago sua parte com dinheiro de propina da empresa Consignum

Em depoimento no dia 25 de abril na Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Administração Pública, o ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, o ex-deputado estadual José Riva (sem partido) revelou a compra de uma fazenda no ano de 2010 em sociedade com o ex-governador Silval da Cunha Barbosa (PMDB) na cidade de Colniza.

As declarações foram dadas no inquérito policial relacionado à "Operação Sodoma", que investiga desde setembro do ano passado casos de corrupção no palácio Paiaguás e obtidas pelo FolhaMax.

Riva prestou esclarecimentos após o empresário Willians Mischur, dono da Consignum, ter revelado que repassou cerca de R$ 2,5 milhões ao ex-parlamentar a mando de Silval. Aos delegados Márcio Moreno Vera e Alexandra Fachone, o ex-deputado explicou que "tratou diretamente o negócio" com o ex-chefe do palácio Paiaguás sendo que cada um ficou com 50% da área no extremo norte de Mato Grosso.

Riva colocou a sua parte da fazenda, denominada de Agropecuária Bauru, em nome da empresa Floresta, de propriedade de seus filhos e sua esposa, Janete Riva. Já Silval teria usado o nome do advogado Eduardo Pacheco, que seria seu parente e morador na cidade de Cianorte, no Estado do Paraná, para colocar a sua parte da propriedade.

Segundo o ex-presidente do Legislativo, a fazenda seria paga em três parcelas anuais. No entanto, nos anos de 2011 e 2012, Silval não honrou o compromisso financeiro, sendo que Riva acabou "pagando a parte que cabia" ao ex-governador no valor de R$ 2,5 milhões.

Riva revelou que em meados de 2014, quando decidiu disputar o Palácio Paiaguás, procurou Silval para cobrar o débito. Neste momento, o ex-governador disse ao ex-parlamentar que "um pessoa de nome Willians iria lhe procurar para quitar a dívida e que nesta ocasião Silval Barbosa não disse nada sobre quem era esta pessoa e qual sua relação com o Governo".

Ainda de acordo com Riva, após alguns dias, o empresário Willians e o bacharel em Direito Thiago Dorileo lhe procuraram em sua casa no bairro Santa Rosa, em Cuiabá. Neste encontro, o dono da Consignum afirmou que "Silval havia determinado que ele fizesse o repasse de R$ 2,5 milhões".

Ainda de acordo com o depoimento de Riva, Willians teria proposto quitar o valor em cinco pagamentos de R$ 500 mil entre setembro de 2014 e janeiro 2015. Neste primeiro encontro, apesar da negociação, não houve o repasse de valores.

Cheques descontados

Riva ainda contou que dois dias após, Willians, Thiago e o ex-secretário de Administração, Pedro Elias Domingos Mello, estiveram novamente em sua residência para confirmar o pagamento da dívida de Silval. Neste dia, segundo Riva, Willians estava "inseguro em fazer o repasse e ter seu contrato com o governo rescindido sendo que já pagava esse valor mensal ao governador pela manutenção do contrato".

Riva afirmou ainda que não sabe se o dono da Consignum entregou valores para outras pessoas como servidores da SAD, no caso os ex-secretários adjuntos José Nunes Cordeiro e Cláudio Nogueira. O ex-deputado admitiu que Willians Mischur "estava inseguro em dar cinco cheques de R$ 500 mil e então ficou combinado que a dívida seria quitada em dinheiro e cheques menores".

O ex-parlamentar detalhou que pegou diretamente R$ 500 mil com o empresário na sede da Consignum. Riva ainda contou Thiago Dorileo e o empresário Celson Bezerra, que está preso desde novembro do ano passado em decorrência da "Operação Ararath" após tentar esconder documentos de policiais federais, também receberam cheques para ele das mãos do empresário.

Segundo Riva, Celson Bezerra o ajudou a operar cheques recebidos da Consignum em empresas de factorings. "Afirma que a pessoa de Celso Preto também auxiliou a receber e trocar cheques recebidos não se recordando em quais factorings foram trocados. Contudo, afirma que não repassou nenhuma parte desse valor para Celson Bezerra", conclui.


MT Agora - Folha Max

COMENTARIOS

Mais de Política

Governo Bolsonaro

Governo prevê anúncio de liberação do FGTS essa semana

''É uma pequena injeção na economia'', disse presidente após Cúpula do Mercosul na Argentina

17 de Julho de 2019 as 23h20

Medida

Mercosul assina acordo para fim do roaming internacional entre os países do bloco

Medida ainda deve ser aprovada pelo parlamento de cada nação.

17 de Julho de 2019 as 23h17

Homenagem

Vereadores aprovam quatro títulos de Cidadão Honorário e cinco Moções de Aplausos

O objetivo das homenagens é reconhecer o trabalho de pessoas e entidades em prol do desenvolvimento do município

17 de Julho de 2019 as 14h43

Eliminador de ar na Tubulação

PL autoriza morador a instalar equipamento eliminador de ar na tubulação de água em Sorriso

O redutor é colocado antes do hidrômetro para impedir que o ar seja calculado na conta mensal do consumidor

17 de Julho de 2019 as 11h23

Homenagem

Concha Acústica no Marco Zero foi denominada José Vitório Aragão Moura em Sorriso

Zé Aragão  era pescador profissional, participou de todos os festivais de pesca do município que hoje leva seu nome

17 de Julho de 2019 as 11h19

Saúde

Vereadores aprovam dois projetos com a destinação de recursos para a saúde

Serão destinados recursos ao Hospital São Lucas para a compra de serviços médicos e ao Consórcio de Saúde, para a compra de cirurgias de Catarata e Pterígio

16 de Julho de 2019 as 14h49

Educação

Vereadores aprovam novo Plano de Cargos e Carreira dos servidores não docentes da Educação

O projeto beneficia mais de 350 servidores, entre secretárias, monitores, auxiliares de serviços gerais, merendeiras e motoristas de transporte escolar

16 de Julho de 2019 as 14h47

Reforma Da Previdência

Senadores estudam proposta paralela para incluir estados na Previdência

PSB decide abrir processo contra os 11 deputados que votaram a favor da reforma da Previdência e contrariaram a orientação do partido.

15 de Julho de 2019 as 22h38

Governo Bolsonaro

Críticas a Eduardo na embaixada mostram que filho é pessoa ''adequada'' ao posto, diz Bolsonaro

Presidente fez um discurso durante solenidade na Câmara. Na semana passada, ele disse que cogitava indicar o filho Eduardo para o posto de embaixador do Brasil em Washington.

15 de Julho de 2019 as 22h17

Governo Bolsonaro

Presidente diz que missão do governo é fazer um Brasil melhor

''O Brasil precisa de uma quimioterapia para que não pereça'', disse na Câmara dos Deputados.

15 de Julho de 2019 as 21h58

Congresso Nacional

Câmara pode votar destaques à nova Lei de Licitações

Após a conclusão da votação da matéria no plenário da Câmara, o projeto segue para o Senado.

14 de Julho de 2019 as 23h59

Política Internacional

Entenda a importância da embaixada brasileira nos EUA

Poder econômico norte-americano e tamanho da comunidade brasileira nos EUA tornam o cargo um dos mais visados pelos diplomatas de carreira. Veja quem já ocupou o posto.

13 de Julho de 2019 as 21h47

Infraestrutura

Decreto regulamenta parceria com associações e produtores para asfaltar estradas em MT e prevê cobrança de pedágio

Estão em análise 23 propostas de parcerias de associações que preveem a pavimentação total de 1,249 mil quilômetros de estrada de chão.

12 de Julho de 2019 as 22h22

Reforma Da Previdência

Câmara conclui 1º turno e aprova reforma da Previdência com quatro mudanças no texto-base

Deputados terminaram de votar nesta sexta-feira os destaques que estavam pendentes. Segundo turno está marcado para se iniciar em 6 de agosto, após o recesso parlamentar.

12 de Julho de 2019 as 20h42

Nepotismo

''Não estou preocupado com crítica'', diz Bolsonaro sobre indicar o filho como embaixador nos EUA

Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) pode ser indicado pelo pai para chefiar a embaixada em Washington. Presidente considera o filho melhor preparado do que ele próprio.

12 de Julho de 2019 as 20h36

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO