Política

Sílvio é a favor do armamento, defende a valorização da mulher e é contra a corrupção

Entrevista | 02 de Junho de 2018 as 12h 32min
MT Agora

Silvio Fávero - Vice Prefeito de Lucas do Rio Verde | Foto: Ideal Mídia

Lucas do Rio Verde, MT - Após uma grande turbulência vivida nos quatro cantos do Brasil com a greve dos caminhoneiros, nossa equipe de reportagem falou com o Advogado e empresário Silvio Fávero que tem seu nome cogitado para disputar uma das vagas da bancada legislativa de Mato Grosso para falar sobre os desafios da política atual.

Sílvio Favero que também é vice-prefeito do município de Lucas do Rio Verde relatou que é um grande desafio para qualquer um que coloque o seu nome para a disputa eleitoral. “O povo brasileiro cansou de tanta corrupção, de ligar a tv e só ver falar em roubalheira e vários escândalos políticos que fez com que o cidadão de bem tivesse aversão a política, isso é uma falha pois temos que nos envolver com a política sim, sem ela o nosso Brasil não vai pra frente, mas quando eu digo política ressalto a importância de ter homens de bem, honrados e de caráter entrando em cena”. Destacou Sílvio.

Política
Os acontecimentos registrados na política nacional e estadual ligados a escândalos e investigações irão dar um novo rumo no pleito eleitoral “este ano será atípico, mais do que nunca o eleitor colocará em ação o seu poder de escolha, hoje com a velocidade da informação através das redes sociais acredita-se em um renovo na política geral, eu já sentei com várias lideranças do município e fui taxativo ao dizer que Lucas do Rio Verde precisa de um deputado que nos represente, pois ver cidades vizinhas crescer com o recebimento de instituições que poderiam ser construídas aqui, instalação de grandes empresas que aqueceria todo o comercio local não é justo, e pra isso acontecer temos que nos unir, lançarmos um nome apenas, já deixei claro, abro mão da minha possível candidatura se tiver alguém que tenha chances de chegar até o final e assim um representante daqui de Lucas do Rio Verde possa conquistar uma cadeira na assembleia legislativa de Mato Grosso” enfatizou Sílvio.

Armamento
Vários assuntos polêmicos foram tratados como, por exemplo, o Estatuto do Desarmamento onde Sílvio é a favor de uma reforma, pois acredita que o cidadão de bem deve ter o direito a ter acesso a armas de fogo “O desarmamento é uma maneira de controle social absurdamente defasada. Eu sou a favor de que as pessoas tenham direito de ter uma arma, principalmente para defender as famílias, sua propriedade. Se alguém quiser fazer o mal, vai fazer de todo jeito. Eu não acho que a arma deve ser vendida de qualquer forma, para qualquer um. É preciso ter critérios para não vender para quem tem antecedente criminal ou algum distúrbio psicológico”. Afirmou Fávero.

Homofobia
Sílvio deixou claro o combate à homofobia, “A homofobia deve ser criminalizada, é inadmissível até imaginar que alguém pode agredir outra pessoa por ele ou ela ter uma opção sexual diferente, as leis estão aí para serem cumpridas.” Alertou Sílvio.

Mulher
Uma das bandeiras que defende é o reconhecimento da força e a igualdade profissional onde as mulheres tem desenvolvido o mesmo papel que os homens e vem sofrendo com a não equiparação da remuneração, “Hoje é possível dizer que as mulheres realmente conquistaram seu espaço na sociedade. Mas, seria correto dizer que a mulher finalmente ganhou espaço no mercado de trabalho? As mulheres ocupam cada vez mais cargos de extrema importância no mercado, à mulher consegue administrar de forma sensata e prudente. No entanto, ainda é preciso continuar lutando, pois, a mulher mesmo ocupando cargos superiores não recebe como deveria. As mulheres recebem bem menos do que os homens na sua mesmo categoria, ou seja, ocupam os mesmos cargos que os homens, mas, recebem menos do que eles fazendo as mesmas coisas.” Finalizou Silvio.

Maioridade Penal
Hoje a segunda maior manchete de todos os jornais brasileiros está ligada a criminalidade e muitas vezes envolvendo menores, perdendo apenas para a corrupção na política e Fávero indica que a maioridade penal deve ser revista sim e que o a sociedade está cansada deste sentimento de impunidade, “fazendo uma analise bem criteriosa cheguei à conclusão que a maioridade deve ser revista com urgência, todos nós temos alguém próximo, um conhecido ou amigo que sofreu algum dano causado por menores infratores, não é justo esses mesmos menores poderem votar e fazer tantas outras coisas e não poderem ser responsabilizados pelos seus atos, ouvi muito dizer sobre a redução para os 16 anos, se for estudar bem de perto, essa idade deve ser ainda menor, não digo os crimes de pequena relevância que ai sim precisa de um tratamento diferenciado para que não piore a situação do menor, mas digo crimes como homicídio, estupro e outros que devem ter uma forma diferenciada de julgamento, pra falar a verdade não sei ao certo o que vai ser feito mas sei que algo precisa ser feito, as entidades devem se unir para que a sociedade tenha uma resposta, não é justo como essa criminalidade tem aumentado e nada de fato sendo feito para mudar isso,” pontuou Fávero.

Sílvio Fávero agradeceu a oportunidade e destacou “A minha família é o fator mais importante e decisivo da minha vida, acredito que tudo está nas mãos de Deus, aliás, a religião é algo que não deve se misturar com a política, estou agradecido pela abertura deste espaço e caso seja candidato me pronunciarei no momento oportuno”. Finalizou Sílvio.

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Segunda Feira

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO