Política

Sorriso: Vereadores pedem ao estado que recontrate profissionais dispensados pelo INDSH

O problema que preocupa os servidores são as férias vencidas, décimo terceiro proporcional e multa de 50% sobre o FGTS em razão da demissão sem justa causa, pois a classe acredita que não receberá os valores.

Servidores Do Hospital Regional | 01 de Novembro de 2017 as 17h 53min
MT Agora - Ascom

Os vereadores Bruno Delgado (PMB) e Damiani na TV (PSC) estiveram na tarde de ontem (31), reunidos com o Secretário da Casa Civil de MT, Max Russi, juntamente com os deputados estaduais, Mauro Savi e Zé Domingos, com o presidente do Sindicato dos trabalhadores em estabelecimentos de saúde de Mato Grosso, Dejamir Souza Soares, e o advogado do sindicato Warley Borges e quatro profissionais do Hospital Regional de Sorriso.

O assunto em pauta abordado pelos vereadores foi à demissão em massa realizada pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), que demitiu funcionários contratados em diversos hospitais regionais de MT. O problema que preocupa os servidores são as férias vencidas, décimo terceiro proporcional e multa de 50% sobre o FGTS em razão da demissão sem justa causa, pois a classe acredita que não receberá os valores.

Os parlamentares apresentaram diversas demandas, e ao mesmo tempo, solicitaram do Secretário da Casa Civil, Max Russi, para que através da SES- Secretaria de Estado e Saúde, realize a contratação dos 218 servidores dispensados pelo INDSH, para estado, e que seja mantido os mesmos cargos, funções e salários. Segundo o vereador Damiani, Max por sua vez, disse que verá a possiblidade de contratação dos profissionais que já estão lá

Os vereadores pediram ainda, que o estado antes de fazer qualquer repasse dos recursos para quitação do contrato com o instituto, que exija a comprovação de pagamento de todas as verbas contratuais e rescisórias dos trabalhadores dispensados, e caso não haja a comprovação de pagamento, que o próprio instituto informe que não ocorreram os pagamentos aos trabalhadores, e que o estado faça os repasses aos profissionais, sem prejuízo de ajuizamento de eventual ação judicial para pleitear eventuais diferenças.

Nesta sexta-feira (03), a partir das 19h00, acontecerá no plenário da Câmara Municipal, uma reunião com os profissionais dispensados, e com o presidente do Sindicato dos trabalhadores em estabelecimentos de saúde de Mato Grosso, Dejamir Souza Soares, e o advogado do sindicato Warley Borges.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Quinta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempo nublado

21º

COTAÇÃO