Política

STJ proíbe transmissão de depoimento de Edmar Santos

A sessão do Tribunal Especial Misto que julga o processo de impeachment do governador afastado do Rio de Jan...

Fonte:EBC Política Nacional
07 de Abril de 2021 as 11h 50min

© Tomaz Silva/Agência Brasil

A sessão do Tribunal Especial Misto que julga o processo de impeachment do governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, não está sendo transmitida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, conforme ocorreu em outras sessões. Por uma decisão do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a transmissão e gravação da sessão pelos jornalistas e em redes sociais do TJRJ e da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) foram proibidas.

O ministro atendeu a um pedido da defesa do ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro Edmar Santos, com depoimento marcado para hoje (7). Os advogados alegaram proteção do nome, da imagem, da segurança e da própria vida do cliente. A defesa argumentou ainda que embora a identidade de Edmar seja amplamente conhecida, não poderia ocorrer uma exposição excessiva da imagem do cliente com uma transmissão ao vivo do depoimento de hoje sem uma autorização prévia dele. 

Os advogados disseram ainda que na última sessão do Tribunal Misto em que Edmar compareceu para depoimento, houve durante duas semanas um intenso bombardeio midiático contra ele.

O ministro Benedito Gonçalves, responsável pela homologação da delação premiada do ex-secretário de Saúde no STJ, atendeu parcialmente o pedido da defesa, impedindo a transmissão, mas autorizando a gravação audiovisual para documentação regular no próprio processo de impeachment de Witzel. 

A decisão foi comunicada em ofício do ministro para o presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e do Tribunal Especial Misto, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira.

O relator do processo, deputado estadual Waldeck Carneiro (PT-RJ), manifestou contrariedade com a decisão, que, segundo ele, tomou conhecimento pouco antes do início da sessão. De acordo com o parlamentar, a decisão do ministro do STJ causou perplexidade, porque até hoje todas as sessões do Tribunal Especial Misto foram transmitidas. Para ele, o depoimento de Edmar Santos é central no processo e de elevadíssimo interesse público.

"O povo do Rio de Janeiro tem direito de acompanhar de perto o transcurso desse processo. Por isso fiz questão de constar em ata a minha surpresa e minha inconformidade com essa decisão, sobretudo uma decisão que se abate sobre nós no dia 7 de abril, dia do jornalista. 

Pedido de adiamento

No início da sessão, Witzel, que está presente no tribunal, alegou que não tem condições financeiras para manter um escritório de advocacia e dispensou os seus defensores. Segundo ele, no começo do processo as remunerações com valores mais baixos chegaram a ser pagas por ele, mas não tem mais possibilidade de manter o serviço. 

Com essa justificativa, Witzel pediu o adiamento do depoimento de Edmar e de seu interrogatório marcado para amanhã (8) para poder preparar a sua defesa. O pedido foi negado. 

O governador, que está afastado do cargo desde agosto de 2020, é acusado de desvios de recursos da área da saúde que seriam aplicados no combate à pandemia da covid-19.

Processo

O andamento do processo de impeachment de Witzel foi aprovado em sessão da Alerj no dia 23 de setembro de 2020, em votação unânime de 69 votos a favor e nenhum contra. Em novembro do ano passado, o Tribunal Especial Misto acolheu, também por unanimidade, a denúncia para o prosseguimento do processo de impeachment do governador afastado. Na mesma sessão, foi decidido o corte de um terço do salário de Witzel e que deixasse de ocupar, junto com a família, a residência oficial do governo do estado, no Palácio Laranjeiras, na zona sul do Rio.

O Tribunal Especial Misto é composto pelos desembargadores Teresa Castro Neves, Maria da Glória Bandeira de Mello, Inês da Trindade, José Carlos Maldonado e Fernando Foch e pelos deputados estaduais Waldeck Carneiro (PT), relator do processo; Alexandre Freitas (Novo), Chico Machado (PSD), Dani Monteiro (PSol) e Carlos Macedo (REP). O Tem é presidido pelo desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, que também é presidente do TJRJ.

Edição: Fernando Fraga


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Política

Política

Primeira reunião da CPI da Pandemia será realizada depois do feriado

A semana no Congresso será mais curta, mas não menos importante. Com um feriado na quarta-feira (21), os p...

18 de Abril de 2021 as 16h50

Política

Primeira reunião da CPI da Covid-19 será realizada depois do feriado

A semana no Congresso será mais curta, mas não menos importante. Com um feriado na quarta-feira (21), os p...

18 de Abril de 2021 as 14h20

Política

Governo abre crédito de R$ 2,6 bi para custear UTIs nos estados 

O presidente Jair Bolsonaro editou Medida Provisória nesta sexta-feira (16) que abre crédito extraordinári...

16 de Abril de 2021 as 21h40

Política

CPI da Energisa defende derrubada do veto ao projeto que proíbe corte de energia elétrica

Foto: Marcos Lopes A CPI da Energisa está encaminhando à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Gr...

16 de Abril de 2021 as 17h50

Política

Omar Aziz, Randolfe Rodrigues e Renan podem comandar CPI da Pandemia

Um acordo entre parlamentares que vão compor a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Sena...

16 de Abril de 2021 as 16h50

Política

Procedimentos para instalação da CPI serão divulgados na segunda

A presidência do Senado divulgará na próxima segunda-feira (19) o cronograma da Comissão Parlamentar de I...

16 de Abril de 2021 as 15h20

Política

Lúdio Cabral faz representação ao MPF para garantir vacinação contra covid-19 de indígenas em Mato Grosso

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) fez, nesta sexta-feira (16), uma representaç...

16 de Abril de 2021 as 14h50

Política

Deputado Botelho lamenta falecimento de promotor e destaca seu legado

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho lamenta o fa...

16 de Abril de 2021 as 14h50

Política

Consumidores podem parcelar contas de energia elétrica no cartão de crédito

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT Mais uma ação para o enfrentamento da pandemia causada pelo coronavírus fo...

16 de Abril de 2021 as 13h50

Política

PL que garante punição financeira a agressores de mulheres é aprovado na ALMT

Proposta de Max Russi foi aprovada em 2ª votação e segue para sanção governamental. Foto: ANGELO VAREL...

16 de Abril de 2021 as 13h40

Política

Programa propõe apoio a pacientes da oncologia infantil em Mato Grosso

PL de Dr. Gimenez tem como objetivo atuar em prevenção e combate ao câncer infantil Foto: JLSIQUEIRA / A...

16 de Abril de 2021 as 13h40

Política

Russi quer apuração na distribuição de imunizantes e defende acelerar vacinação

Max Russi reforçou a cobrança à Secretaria de Estado de Saúde quanto à melhoria na logística de entrega...

16 de Abril de 2021 as 13h40

Política

Projeto de lei inclui motoristas de ambulância e outros trabalhadores da saúde como prioritários na vacinação

Dr. Gimenez é autor de PL que garante imunização a profissionais da saúde Foto: JLSIQUEIRA / ALMT Motor...

16 de Abril de 2021 as 13h40

Política

Omar Aziz, Randolfe Rodrigues e Renan vão comandar CPI da Pandemia

Um acordo entre parlamentares que vão compor a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Sena...

16 de Abril de 2021 as 13h40

Política

Deputado propõe criação de vara federal especializada para apurar desvio de recursos destinados à saúde

Indicação de Xuxu Dal Molin foi apresentada em sessão plenária da ALMT Foto: Marcos Lopes Em meio à pa...

16 de Abril de 2021 as 11h20

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO