Taques sobre dissidentes: “Não posso perder o que nunca tive”

Governador responde críticas de Otaviano Pivetta aconselhando ex-aliado a ler o Salmo 91 da Bíblia

18/03/2018 - 00:27:03

   

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou, na tarde desta sexta-feira (16), não temer a possibilidade de alguns partidos deixarem sua base.

Para ele, não se perde aquilo que nunca teve, sugerindo que, na realidade, os dissidentes jamais chegaram a ser aliados de verdade.

“Não [acredito que estou perdendo aliados]. Eu não posso perder o que nunca tive”, disse à imprensa, logo após um evento no Palácio Paiaguás.

A declaração é feita na semana em que seu coordenador da campanha de 2014, ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta (sem partido), e o ex-governador Julio Campos (DEM) fizeram críticas à gestão tucana.

Além disso, o deputado Dilmar Dal’Bosco (DEM) entregou a função de líder do Governo na Assembleia Legislativa.

“Eu me lembro do Salmo 91”, disse ao ser questionado sobre as críticas de Pivetta e Campos. “As pessoas devem afastar a escuridão do coração, a mágoa, e ler o salmo 91”, disse, citando a Bíblia.

Além disso, o tucano afirmou que a saída de Dilmar já estava combinada.

“Não há distanciamento. Isso já tinha sido combinado com o deputado Dilmar. Ele tem base no Norte e nós precisamos de alguém mais perto. Isso já tinha sido combinado. Não existe nenhum trauma”, completou.

As críticas
Considerado um dos maiores aliados do governador Pedro Taques na eleição de 2014, Otaviano Pivetta detonou a gestão tucana, à qual ele classifica como “medíocre”.

Em sua avaliação, o Governo está “em ruínas” e Taques sequer tem o direito de pleitear uma disputa à reeleição no pleito eleitoral deste ano.

“Não sabemos nem se o Taques vai ser candidato. Acho que se ele fizer boa reflexão, sem nenhuma ilusão, vai ver que é inconveniente pra sociedade. Não tem direito nenhum de pleitear uma reeleição”, disparou Pivetta, em entrevista à Rádio Capital, nesta quinta-feira (15).

Já Julio Campos afirmou que o DEM está decidido no sentido de disputar um cargo a majoritária (Governo ou Senado) nas eleições de outubro deste ano, não havendo qualquer chance de a sigla continuar no arco de aliança que elegeu o governador.

“O partido já tomou uma decisão, o próprio líder do Governo entregou a liderança para comunicar que estamos fora de qualquer possibilidade de recomposição de nossas bases com o atual governador”, disse Julio.

MT Agora - Mídia News

Mais Noticias

Durante O Ano De 2017

Sorriso: Vereador comemora indicações atendidas

Cassação De Mandato

Mesa Diretora da Câmara decide em agosto se Maluf deve perder mandato

Pela Terceira Vez

Cármen Lúcia assume interinamente a Presidência da República

Reconhecimento

Lucas: Vereadores aprovam a concessão de quatro Moções e um título de Cidadão Honorário

17/07/2018 -

Ninguém bate em cachorro morto, rebate Taques contra denúncias

O governador Pedro Taques (PSDB) minimizou o fato de seu antigo partido, o PDT, ter oferecido duas ações na Justiça, na última semana, contra atos praticados por ele e apontados como eleitoreiros pelos adversários políticos.

17/07/2018 -

Ninguém consegue enganar tanta gente por muito tempo, diz Pivetta sobre governador

Desta vez, Pivetta ironizou a tentativa do ex-aliado em convencer o deputado federal Adilton Sachetti (PRB) a disputar o senado na chapa governista.

16/07/2018 -

Lucas: Vereadores aprovam a destinação de recursos para o Hospital São Lucas

Serão destinados R$ 1.350.000,00, o valor será utilizado para cobrir despesas ocasionadas pelos atendimentos via SUS.

15/07/2018 -

Absolvição de Lula não invalida delação de Delcídio, dizem especialistas

Juiz do DF absolveu ex-presidente e outros 6 da acusação de obstrução de justiça baseada em delação do ex-senador. Colaboração de Delcídio ainda pode ser utilizada em outras investigações.

15/07/2018 -

Nova MP das loterias deve gerar R$ 1 bi para segurança, R$ 630 milhões para esporte e R$ 412 milhões para cultura

Informação foi dada nesta sexta-feira (13) pelo governo federal. Primeira MP editada por Temer tirava dinheiro das pastas do Esporte e da Cultura, e ministros reclamaram.

15/07/2018 -

Ministro Carlos Marun nega participação em supostas fraudes no Ministério do Trabalho

A informação de que o nome de Marun estaria envolvido foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo, com base em um relatório obtido junto à Polícia Federal (PF), que apura irregularidades na concessão de registros sindicais pelo Ministério do Trabalho.

15/07/2018 -

Ministério da Segurança Pública vai unificar registro de ocorrências e crimes em todo país

Iniciativa vai auxiliar na investigação de infrações, além de facilitar acesso e cruzamento de informações, segundo o ministro. Integração deve estar em pleno funcionamento até 2019.

15/07/2018 -

PRB anuncia retirada da pré-candidatura a presidente do empresário Flávio Rocha

Partido argumenta que é necessário unir as ''forças de centro''. Executivo do grupo Guararapes, que controla as Lojas Riachuelo, tinha sido lançado pré-candidato no último dia 23 de março.

13/07/2018 -

Lucas: Vereadores aprovam a destinação de quatro servidores para a 49ª Ciretran

Inicialmente, serão destinados apenas dois servidores, um atuará na recepção, orientando quanto a documentação e o outro, atuará no setor de vistoria.

13/07/2018 -

Câmara de Lucas realiza última sessão ordinária antes do recesso com análise de projeto polêmico

A sessão foi realizada às 10 horas.

11/07/2018 -

Congresso conclui votação da LDO e derruba proibição a reajuste para servidores em 2019

Proibição estava prevista no texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias do ano que vem, aprovado nesta quarta (11). Texto segue para sanção do presidente Michel Temer.

11/07/2018 -

Congresso aprova texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias; saiba principais pontos

Com aprovação do texto-base, deputados e senadores passaram a votar propostas de mudança no texto. Parlamentares querem derrubar proibição a reajuste para servidores.

11/07/2018 -

Deputados aprovam brecha para liberar indicações políticas nas empresas estatais

Proposta foi aprovada em comissão que discute novas regras para agências reguladoras. Se não houver recurso, pode ir direto para o Senado.

11/07/2018 -

Senado aprova MP dos fretes; texto prevê anistia a caminhoneiros

Medida provisória foi editada pelo governo após acordo com caminhoneiros para por fim à greve da categoria. Pelo texto, caberá à ANTT definir os preços; texto segue para sanção presidencial.

11/07/2018 -

Câmara aprova MP que estabelece preços mínimos de frete; texto concede anistia a multas de trânsito

Medida atende a reivindicação dos caminhoneiros, que paralisaram todas as atividades por 11 dias em maio. Texto não define o valor do preço mínimo, que será estipulado por tabela da ANTT.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora