Vereador cobra redução do pedágio na BR-163 entre Sinop e Sorriso

"Neste momento vemos que é necessário a intervenção de todos os poderes para que não ocorram mais prejuízos aos cidadãos brasileiros"

19/04/2017 - 06:05:22

   

O vereador Claudio Oliveira (PR) encaminhou um requerimento pedindo providências na redução das tarifas de pedágio na praça Sorriso. A tarifa de R$ 7 cobrada na praça instalada no Km 766, da BR -163, entre Sorriso e Sinop, é a mais alta. Em Lucas do Rio Verde, o valor é de R$ 4,90. Em Nova Mutum, o usuário paga R$ 3,80 por eixo.

A Rota do Oeste venceu a licitação para concessão de exploração comercial, por meio de cobrança de pedágio, nos 850 quilômetros da rodovia federal, entre a divisa de Mato Grosso com Mato Grosso do Sul até o município de Sinop. A empresa ficou responsável pela duplicação de 453,6 quilômetros do trecho compreendido de 850,9 quilômetros da concessão. Até o momento foram duplicados 117 quilômetros dos 453,6 quilômetros prometidos em contrato, ou seja, apenas 25,79% do trecho total.

“Neste momento vemos que é necessário a intervenção de todos os poderes para que não ocorram mais prejuízos aos cidadãos brasileiros que utilizam desta importante rodovia para trafegar e transportar produtos suas mercadorias, consoante a proporcionar requisitos mínimos de segurança e conforto aos usuários”, disse o vereador por meio da assessoria.

Em nota encaminhada a Rota do Oeste informa que o valor da tarifa de pedágio é estabelecido por quilômetro. O valor praticado em cada posto de pedágio é este índice multiplicado pelo total de quilômetros abrangidos por ele. Esta é a forma mais justa, já que estabelece uma cobrança mais próxima da quantidade de quilômetros percorridos pelo motorista. Em geral, as praças de pedágio ficam a uma distância de cerca de 100 km entre elas, mas para evitar instala-las em perímetros urbanos ou dividindo comunidades, as vezes elas têm de ser deslocadas.

Com relação à praça de pedágio em Sorriso, a abrangência é de 140 quilômetros. Em resumo, o valor por quilômetro é único, não havendo qualquer priorização entre os diferentes pontos da rodovia. Vale lembrar, que a definição do local de instalação das praças de pedágio é de responsabilidade da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), com previsão em contrato. 

Quanto à duplicação, as obras estão suspensas desde março de 2016, após conclusão e entrega dos 117 quilômetros de rodovia duplicados ao sul de Mato Grosso. A Concessionária chegou a mobilizar dois canteiros de obras em Nova Mutum, no norte, para iniciar a segunda etapa de trabalhos, porém não ocorreu a liberação do financiamento de longo prazo pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e as atividades de duplicação ficaram suspensas.

MT Agora - Só Notícias

Mais Noticias

Legislativo

Vereadores aprovam um projeto, uma Moção e apresentam três indicações

Baleia Azul

Vereadores, Educação, Saúde e órgãos de segurança se unem contra os jogos da internet

Renúncia Coletiva

Advogados deixam Silval após ele dizer que irá confessar crimes

Casa de Apoio

Vereador dr. Jaime solicita a criação de uma casa para abrigar os familiares dos pacientes internados no HSL

23/04/2017 -

Silval nega acordo de delação, mas diz que vai confessar crimes

Ex-governador do Estado afirma que nova postura é fruto de "reflexão" e orientação da família

23/04/2017 -

“Pró-família” vai custar R$ 48,6 milhões e atender 35 mil famílias

Auxílio será de R$ 100 mensais, conforme o Governo do Estado; beneficiários receberão cartões

19/04/2017 -

Vereadores aprovam projeto e Lucas do Rio Verde será a “Capital da Agroindústria”

Ainda no segmento da produção de alimentos, foi aprovada uma Moção de Aplausos ao Show Safra BR 163

19/04/2017 -

PF combate fraudes no seguro-desemprego em MT e mais 3 Estados

Investigações apontam rombo de mais de R$ 3 milhões por meio de benefícios concedidos de maneira irregular

18/04/2017 -

Presidente da Assembleia minimiza polêmica criada por título de cidadão mato-grossense para Lula

. Apesar do nome de Lula estar envolvido nos escândalos recentes de corrupção, ainda não há nenhuma condenação - o que não desabonaria a homenagem.

18/04/2017 -

Treze de Mato Grosso são citados em delações da Odebrecht

O último nome de Mato Grosso revelado foi o do ex-prefeito de Colniza Assis Raupp (PMDB). Ele aparece na lista da Odebrecht como um dos beneficiários de repasses de propina da empresa, de acordo com o Estadão.

18/04/2017 -

Projeto prevê verba indenizatória de R$ 6 mil a jornalistas e assessores jurídicos da ALMT

Proposta da Mesa Diretora prevê verba indenizatória a assessor de imprensa de gabinete e assessor jurídico de gabinete. Projeto ainda precisa ser aprovado.

13/04/2017 -

Associação Batista Luverdense é declara de “Utilidade Pública”

O título possibilita que a entidade possa firmar convênio com o poder público municipal e receber recursos para a realização de projetos sociais

13/04/2017 -

Vereadores aprovam projeto destinando R$ 45 mil para a Comunidade São Cristóvão

Serão nove parcelas, sendo a primeira de R$ 9 mil e as outras de R$ 4.500,00.

13/04/2017 -

Prefeito recua e revoga decreto que liberava comércio de funcionar no feriado municipal

Com sua decisão, as empresas que estavam se organizando para abrir agora terão que ficar fechadas.

11/04/2017 -

Vereadores aprovam projeto e supermercados poderão funcionar até às 22h

A alteração no Código de Posturas do Município permite que os estabelecimentos comerciais funcionem até mais tarde sem a necessidade de alvará especial

10/04/2017 -

Câmara de Vereadores aprova Moção de Repúdio contra a Reforma da Previdência

A moção tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para a proposta que mexe nos direitos do trabalhador

11/04/2017 -

Representantes da Rota do Oeste virão a Lucas do Rio Verde explicar atrasos nas obras de duplicação da BR 163

A audiência foi uma solicitação do presidente da Câmara, vereador Mano, durante audiência pública, realizada ontem (06), em Cuiabá

05/04/2017 -

Vereadores autorizam e prefeitura destinará recursos para a Groslândia e Itambiquara

Para a Groslândia serão destinados R$ 90 mil e para Itambiquara, R$ 27.500. Os valores devem ser investidos na limpeza e manutenção das comunidades

05/04/2017 -

Vereadores aprovam projeto e campanha do IPTU 2017 será lançada este mês

Em relação ao valor cobrado em 2016, houve um aumento de aproximadamente 11%