Política

Vereadores vão destinar R$ 1.5 milhão para o pagamento de serviços médicos do HSL

O valor necessário é R$ 2.5 milhões, o restante, R$ 980 mil, virá da Prefeitura de Lucas do Rio Verde

Saúde | 07 de Agosto de 2018 as 17h 10min
Fonte: Marcello Paulino | Ascom

A Câmara de Vereadores irá destinar R$ 1.5 milhão do orçamento próprio para o pagamento de serviços médicos do Hospital São Lucas. O anúncio foi realizado hoje (07), pelo presidente, vereador Jiloir Pelicioli (Mano – PDT).

O valor é apenas uma parte do déficit do hospital, que atualmente está em R$ 2.5 milhões. O restante, R$ 980 mil, deve ser encaminhado pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde.

Segundo o presidente da Câmara, vereador Mano, a destinação do recurso do Legislativo só será votado quando o prefeito Luiz Binotti encaminhar o projeto destinando o valor da contrapartida.

“Nós só estamos esperando a parte da prefeitura. Até porque nós devolvemos no ano passado quase R$ 1 milhão que era pra ter sido investido na revitalização da ala antiga do São Lucas e construção do PSF de Itambiquara, e isso até hoje não aconteceu.”

O recurso será utilizado no pagamento de dívidas, referentes aos atendimentos realizados via Sistema Único de Saúde (SUS). Como entidade filantrópica, o hospital deve destinar no mínimo 65% dos atendimentos aos pacientes do SUS, a média gira em torno de 85%.

De acordo com o presidente, se o prefeito encaminhar o projeto até quinta-feira (09), o projeto será votado já na próxima sessão ordinária (13). Se não encaminhar, o hospital terá que diminuir o número de atendimentos SUS.

“Mais uma vez, os vereadores se sensibilizaram e concordaram em destinar recursos que são da economia de todos para a saúde. Nós estamos fazendo a nossa parte e esperamos que o prefeito cumpra com a sua responsabilidade.”

Para cada R$ 100 em serviços realizados pelo Hospital São Lucas, o SUS paga apenas R$ 65. Essa é apenas uma das dívidas que fica todos os meses, para o hospital.

Segundo o presidente, o prefeito ainda não entendeu que saúde deve ser a prioridade na administração. Há 90 dias, a Fundação Luverdense de Saúde aguarda do município, a assinatura do termo de parceria.

“O que é prioridade para a população, a construção de um banheiro de R$ 500 mil, que será utilizado somente uma vez por ano, ou a realização de consultas, exames e cirurgias, que podem salvar vidas?”

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Domingo

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO