Política

Vereadores aprovam projeto e município fará financiamento para execução de obras de abastecimento de água

O empréstimo será no valor de até R$ 12.6 milhões, que serão pagos em até 20 anos, com quatro anos de carência

Infraestrutura | 02 de Novembro de 2018 as 17h 07min
Fonte: Marcello Paulino | Ascom

Os vereadores aprovaram na manhã desta quinta-feira (01), em sessão extraordinária, o Projeto de Lei n. 69/18, que trata de autorização para a contratação de financiamento em instituição financeira.

O empréstimo será realizado com a Caixa Econômica Federal. O valor solicitado será de até R$ 12.646.140,19 (doze milhões, seiscentos e quarenta e seis mil, cento e quarenta reais e dezenove centavos).

Segundo o vereador Airton Callai (PRB), o recurso será investido pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) em obras necessárias para garantir o abastecimento de água nos próximos anos.

“Estamos planejando a cidade para quando ela tiver 90, cem mil habitantes, interligando toda a rede de água e fazendo com que estejamos preparados para que no futuro, se houver a necessidade de captar água no Rio Verde, já tenhamos a base pronta.”

As obras começarão no Bairro Téssele Junior e passarão pelo Loteamento Dalmaso e bairros, Bandeirantes e Parque das Emas. Também serão construídos dois reservatórios de água, que irão atender os bairros, Bandeirantes/Parque das Emas e Imperial/Rio Verde.

O valor financiado será pago em até 20 anos, com quatro anos de carência e contrapartida de R$ 707 mil do município, totalizando R$ 13.353.896,70 (treze milhões, trezentos e cinquenta e três mil, oitocentos e noventa e seis reais e setenta centavos).

De acordo com o vereador Marcos Paulista (PTB), além da garantia do abastecimento de água, as obras trarão economia em longo prazo, com a redução no valor gasto em energia elétrica.

“Hoje o município conta com 17 poços e cinco reservatórios e para que não falte água, as bombas precisam funcionar 24 horas por dia. São gastos mais de R$ 2 milhões em energia elétrica por ano. Com a construção dos dois novos reservatórios e toda a interligação da rede, as bombas não precisarão trabalhar 24 horas.”

A votação contou com cinco votos favoráveis, Airton Callai, Dr. Jaime Floriano, Márcia Pelicioli, Marcos Paulista, professora Cristiani Dias e Fernando Pael. Votaram contra o projeto, os vereadores Dr. Wagner Godoy e Dirceu Cosma.

O vereador Dr. Wagner explicou que não é contra o projeto, mas sim, contra o financiamento. Segundo ele, o Saae possui recursos próprios para custear as obras e não haveria a necessidade de buscar o empréstimo.

“Todos os anos, o Saae fecha com superávit, isso significa dinheiro em caixa. Hoje são quase R$ 3 milhões na conta e até o fim do ano, serão mais de R$ 4 milhões. Então, por que a autarquia não faz um planejamento e executa essa obra com o próprio recurso, em vez de destinar o dinheiro para a prefeitura. O dinheiro do Saae tem que ser investido no Saae.”

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Domingo

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO