Falha

Clientes da TIM relatam que celulares foram adiantados para o horário de verão

Outras operadoras disseram que não registraram casos. Governo adiou início do horário de verão para novembro.

15 de Outubro de 2018 as 23h 19min

Celulares da TIM mudam para o horário de verão e causam confusão — Foto: Foto: G1

Clientes da operadora TIM em diversas cidades do país relataram que o horário do relógio do celular foi adiantado de forma automática para o horário de verão nesta segunda-feira (15), provocando confusão.

A data desta segunda coincide com a do início do horário de verão no ano passado, mas, neste ano, ele só vai começar em novembro, por decisão do governo.

Na noite desta segunda-feira (15), o governo mudou pela terceira vez o início do horário de verão. A nova data é 4 de novembro.

Reclamações

No Twitter, muitos consumidores reclamaram ter perdido uma hora de sono em pleno retorno de feriado e cobraram explicações da TIM. A maioria relatou ter um iPhone, mas também houve queixas de donos de aparelhos com sistema Android.

Procurada pelo G1, a TIM informou, às 10h15, que já tinha identificado o problema e estava apurando as causas. "A empresa reforça que o caso ocorreu com uma parcela muito reduzida da base de clientes", disse, em nota, sem informar a porcentagem de consumidores atingidos.

Em sua página no Facebook, a empresa chegou a recomendar que o cliente "configure seu aparelho para o horário de Brasília".

Às 12h40 a operadora voltou a se manifestar, dizendo que há tinha tomado as medidas para correção do relógio, mas ainda não divulgou quantos usuários foram atingidos.

"A TIM informa que no dia de hoje (15/10) alguns modelos de smartphones tiveram o relógio adiantado erroneamente em uma hora por uma ocorrência de sistema. As ações corretivas já foram tomadas para a normalização do relógio", afirmou. "A TIM lamenta o ocorrido e pede desculpas aos seus clientes pelo inconveniente."

Outras empresas

Também procuradas pelo G1, as operadoras Claro, Nextel e Oi disseram que não registraram falhas relacionadas ao caso. A Vivo ainda não respondeu à solicitação até a última atualização desta reportagem.

Questionada sobre relatos da falha em iPhones, a Apple disse que era necessário procurar as operadoras. O Google, responsável pelo sistema Android, ainda não se manifestou.

A Anatel enviou a seguinte nota sobre o caso: " (...) a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) esclarece que o tema não é objeto de regulamentação e orienta os consumidores a entrar em contato com a sua prestadora e informar-se sobre como proceder para resolver o problema".

O Procon-SP afirmou que: "se o consumidor tiver como demonstrar que a situação lhe trouxe algum dano material, poderá procurar ao Procon para que o caso seja avaliado individualmente".

Horário de verão adiado

Em 2018, a duração do horário de verão foi reduzida. O governo federal decidiu adiar o início do horário de verão para o dia 18 de novembro, após o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No início do horário de verão, os relógios devem ser adiantados em uma hora.

Já a data final para o horário de verão foi mantida para o terceiro domingo de fevereiro de 2019. Os relógios deverão ser atrasados em uma hora às 23h59 de sábado, dia 16.

Fonte: G1

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO