É só digitar o nome: site expõe endereço, telefone e e-mail de brasileiros

A página diz que os dados são repassados por operadoras e que sua atividade serve como uma lista telefônica, se baseando na Lei Geral de Telecomunicações

07/06/2017 - 06:15:43

   

Um site tem causado revolta de internautas brasileiros por expor dados pessoais sem autorização. A página "Telefone.Ninja" permite que se encontre dados de praticamente qualquer pessoa por meio de uma simples busca pelo nome.

O UOL Tecnologia testou o site e se deparou com a exposição de números de telefones (fixo ou celular), endereço residencial e e-mail (pessoal ou de trabalho) -- alguns eram dados antigos. Até o endereço de trabalho foi mostrado em um dos testes.

A página diz que os dados são repassados por operadoras e que sua atividade serve como uma lista telefônica, se baseando na Lei Geral de Telecomunicações e em duas resoluções da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). O UOL Tecnologia entrou em contato com a agência e aguarda resposta sobre a atividade do site.

Bloqueio dos dados
Segundo o site, é possível bloquear seu nome do site. Para isso, basta fazer uma busca pelo seu nome e, no fim da página, clicar em "solicitar pedido de privacidade e não exibição dos dados desta página".

Logo acima dessa opção, há a mensagem de que "os dados dessa página foram extraídos a partir de listas telefônicas públicas".

Mas a exclusão do nome na página pode não ser definitiva. Mesmo após você optar para que seus dados não sejam exibidos, o site diz que atualizações enviadas pelas operadoras podem fazer com que as informações pessoais voltem a aparecer.

Página informa endereço, telefones e e-mail de brasileiros
O site só garante que os dados sumam caso o usuário entre em contato com sua operadora de telecomunicações e peça a não divulgação de seus dados telefônicos.

Vírus?
Nesta terça, a Veja Rio divulgou o que seria um alerta emitido pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) contra o site. Sem muitos detalhes, citava a possibilidade "de roubar dados dos usuários e espalhar vírus associando seu IP de acesso aos dados pesquisados". O UOL Tecnologia entrou em contato com a polícia civil do Rio, que não sabia sobre o alerta e iria verificar a informação.

A empresa de segurança Kaspersky analisou a página a pedido do UOL e não viu ameaça na página.

"Analisamos o conteúdo do site e não vimos nenhum código malicioso sendo disseminado pelo site, nem pishing nem malware. A página tem os campos de busca, propaganda e o resultado das buscas. No link para remover dados também não há download de nada malicioso. É claro que a análise é deste momento, isso pode mudar", afirmou Fábio Assolini, analista da empresa.

Hospedagem fora dificulta tirar site do ar
A análise da Kaspersky revelou ainda que tanto o site quanto a suposta página para entrar em contato com os responsáveis pelo seu conteúdo estão hospedados em Budapeste, na Hungria. O servidor da página ainda conta com outros sites que oferecem serviço semelhante, provavelmente todos do mesmo dono. Pode ser uma estratégia para evitar que o site seja tirado do ar pela Justiça.

"Geralmente esse tipo de conteúdo não é hospedado no Brasil porque advogados poderiam pedir à Justiça para que ele fosse tirado do ar. Hospedando lá fora é mais fácil manter. Para tirar do ar teria que ser feito 'abuse report' para o site que está hospedado e na camaradagem solicitar que remova do ar. O dono do site geralmente vai para outro servidor", explica Assolini.

Assim, é muito difícil que uma ação na Justiça consiga derrubar o site. Segundo especialistas em direito digital, o site é ilegal se estiver vazando dados sigilosos. Um bom jeito de ver se seus dados estão públicas na internet é fazer buscas no Google por seu nome e telefone ou endereço.

Quem quiser tirar seu nome do site pode clicar na ferramenta e, se não for atendido, pode entrar na Justiça. O Ministério Público também pode entrar com ação para descobrir se os dados são públicos.

O Telefone.Ninja não é o primeiro site do tipo que aparece no Brasil e causa polêmica ao expor dados pessoais de qualquer pessoa. Em 2015, dados que seriam públicos como nome e CPF também foram expostos no site "Tudo sobre Todos" -- que continua no ar. O site pede pagamento para mostrar as informações.

A Justiça chegou a pedir a retirada do site do ar no Brasil -- ou seja, não poderia ser acessado no país, mas continuaria hospedado na Suécia.

Em maio do mesmo ano, o site Nomes Brasil --que também divulgava nome, número de CPF e a situação dos consumidores perante a Secretaria da Receita Federal foi alvo de polêmicas pois seria alimentados com dados vazados da Receita. Neste caso, o site foi retirado do ar após notificação do Ministério da Justiça.

Analistas criticam o país por não ter leis específicas para a proteção de dados – há projetos tramitando no Congresso, mas parados.

Fonte: https://tecnologia.uol.com.br/noticias/redacao/2017/06/06/site-expoe-endereco-telefone-e-e-mail-de-brasileiros-em-busca-na-internet.htm

MT Agora - UOL

Mais Noticias

Rompendo Contrato

Segundo Procon, assinantes de TV por assinatura têm direito de romper contrato

Dicas

Está procrastinando? Apps te ajudam a fugir das tentações da internet

Mal-estar

Quanto mais tempo no smartphone, mais chances de divórcio

Apagar não lidas

WhatsApp deve permitir apagar mensagens já enviadas que não foram lidas

13/01/2017 -

Publicidade estraga o celular e consome mais bateria? Veja o que é verdade

A verdadeira propaganda não causaria dano ao seu aparelho.

05/01/2017 -

Loja de apps da Apple gerou US$ 20 bilhões para desenvolvedores em 2016

Receita é 40% ao que App Store enviou a criadores em 2015.

05/01/2017 -

Ford, Toyota e outras montadoras se unem por sistema multimídia

Consórcio quer desenvolver código aberto para carros. Ideia é rivalizar com as principais empresas da área: Apple e Google.

27/12/2016 -

Designer de Sinop participa do desenvolvimento da primeira prótese facial humana com o auxílio de impressão 3D

O molde foi criado através de fotografias registradas por smartphone e convertidas em 3D a partir de fotogrametria online.

20/12/2016 -

Hackers aceitam desafio e propõem ideias inovadoras em 54 horas

Desenvolvedores são desafiados a propor soluções inovadoras para três importantes áreas da sociedade: saúde, educação e segurança pública; O grupo que apresentar a melhor proposta será premiado na noite deste domingo

03/12/2016 -

Crise reduz número de assinantes de TV paga

O número de assinantes começou a cair já no início do ano passado. Em 2015, o setor perdeu 3,1% de sua base de clientes.

16/11/2016 -

Aplicativo para pedir comida e entregar na porta de sua casa

O cliente escolhe o prato, a quantidade de alimento, a hora da entrega (pode-se pedir com antecedência), os acompanhamentos, tendo todas as informações sobre os pratos – com preços bem visíveis e acessíveis – e o pagamento pode ser em cartão ou dinheiro.

25/10/2016 -

WhatsApp ganha chamadas em vídeo no Android

Versão beta do serviço de bate-papo traz nova função. Com nova função, app passa a competir com Messenger, Skype e Duo.

17/10/2016 -

Jovem registra BO após ter Facebook invadido e ser apontada como garota de programa em Lucas

O caso foi registrado na Polícia Militar de Lucas do Rio Verde, deve ser investigado.

06/10/2016 -

Como um menino de 12 anos acumulou uma dívida de 100 mil euros com o Google

Ele criou seu canal e começou a subir alguns vídeos. Para tentar faturar um dinheirinho, quis ativar o serviço AdSense, que paga por publicidade exibida nos uploads.

26/09/2016 -

Falsa promoção do Carrefour no WhatsApp infecta mais de 8 mi de brasileiros

Caso você tenha caído no golpe, é recomendado desinstalar o app malicioso, baixar um antivírus e fazer uma varredura no aparelho.

26/09/2016 -

WhatsApp libera citação de amigos em grupos; função ativa notificação

A pessoa receberá uma notificação no celular indicando que recebeu uma nova mensagem no grupo, mesmo que ele esteja silenciado.

26/09/2016 -

Aparelho promete criar bolha de privacidade e reduzir ruídos do ambiente

O Muzo se conecta nos smartphones através de Bluetooth 4.0 e possui bateria recarregável através de cabo microUSB com duração estimada de até 20h de uso

17/08/2016 -

Ford prevê carros sem volante e pedais nas ruas em 2021

Ford e Baidu fazem investimento de US$ 150 milhões na Velodyne. Empresa vai acelerar o desenvolvimento de sensores a laser.

17/08/2016 -

Aplicativo gratuito mede velocidade da internet móvel

O programa permite que o consumidor acompanhe a quantidade de dados que gasta e a qualidade do serviço em todo o país.