Ford, Toyota e outras montadoras se unem por sistema multimídia

Consórcio quer desenvolver código aberto para carros. Ideia é rivalizar com as principais empresas da área: Apple e Google.

05/01/2017 - 23:04:06

   

Bob Carter, vice-presidente de operações da Toyota, apresenta carro-conceito na na CES; montadora se juntou a outras para desenvolver sistema rival ao Android Auto e ao CarPlay (Foto: Jae C. Hong/AP)

Ford, Toyota, Peugeot, Citroën, Subaru, Suzuki e Mazda anunciaram na última  quarta-feira (4) uma parceria para desenvolver sistemas de conectividade para carros.

A base é um programa chamado "SmartDeviceLink", ou SDL (na sigla em inglês), desenvolvido pela Ford, que permite conectar aplicativos de smartphones às telas dos painéis dos veículos. Ele seria uma alternativa aos dois principais sistemas do tipo para carros: o CarPlay, da Apple, e o Android Auto, do Google.

A ideia é deixá-lo com código aberto, para incentivar outras empresas desenvolverem aplicativos inovadores e mais seguros para promover a interatividade entre carros e smartphones.

A tecnologia SDL integra os aplicativos de smartphone aos veículos através de botões no painel, telas de exibição e tecnologia de reconhecimento de voz.

Há 1 ano a montadora e a Toyota já tinham anunciado que usariam esse sistema. A Ford, no entanto, oferece CarPlay e Android Auto nos carros equipados com a central multimídia Sync3. A Toyota, não.

Agora, as duas ganharam mais parceiros e a aliança será chamada de SmartDeviceLink Consortium, que vai cuidar do programa e de seu desenvolvimento, estudando as formas de conectar carros aos smartphones.

Mais parceiros
Além das montadoras, o grupo conta também com fabricantes de centrais multimídia e desenvolvedores como Elektrobit Automotive, Luxoft Holding and Xevo. Harman, agora pertencente à Samsung, Panasonic, Pioneer e QNX também anunciaram intenção de participar.

Adotar um padrão de conectividade não relacionado à Apple ou Google pode ajudar as montadoras na China, maior mercado automotivo global, onde companhias locais como Alibaba Group Holding são grandes participantes em serviços e mapeamento em aparelhos móveis.

O Google tem uma presença limitada na China, embora a empresa já tenha sinalizado que pode se expandir no país.

Fiat Chrysler se une ao Google
A dona do Android Auto já tinha oferecido o código do sistema a montadoras, para que ajudassem a desenvolvê-lo.

Na última terça-feira (3), a Fiat Chrysler e o Google anunciaram que apresentarão durante a CES, maior feira de tecnologia do mundo, um Chrysler 300 com o sistema Android integrado à central multimídia UConnect.

A diferença disso para o Android Auto é que o novo sistema permitirá que aplicativos como Google Maps e o Spotify rodem dentro da central da Fiat, mantendo a "cara" e os recursos dessa central. O Android Auto, que é mais simples, não roda dentro das centrais; ele funciona "puxando" os dados do smartphone conectado à central e possui uma interface própria e bastante limitada.

MT Agora - G1

Mais Noticias

Víde Game

Pela primeira vez, vício em games é considerado distúrbio mental pela OMS

Cell Store

Cell Store é inaugurada com linhas da Apple e JBL em Lucas

Celulares

MT tem mais de um celular por habitante; jornalista com 15 aparelhos cita hobby

Netflix

Estão usando sua Netflix de graça? saiba o que fazer

20/11/2017 -

iPhone X começa a ser vendido em 8 de dezembro no Brasil

Aparelho é a edição comemorativa de 10 anos da linha de smartphones da Apple.

20/11/2017 -

Apple inicia venda de versão ''desconectada'' do relógio inteligente Watch Series 3 no Brasil

Principal novidade da terceira geração do aparelho é acessar a internet sem precisar de um iPhone; modelos 'limitados' custam a partir de R$ 2,6 mil.

16/11/2017 -

Moto Z ganha acessório da Polaroid que imprime fotos

Gadget pode colocar no papel imagens tiradas pela câmera do aparelho ou de Facebook, Instagram e Google Photos.

16/11/2017 -

Como homem que vivia com ajuda do governo fundou o WhatApp e virou multimilionário do Vale do Silício

Imigrante da Ucrânia, Jan Koum tinha uma renda familiar baixa e precisou de subsídios do governo americano para sobreviver; hoje, faz parte da direção do Facebook, que comprou sua empresa, e tem uma fortuna estimada em R$ 31,7 bilhões.

13/11/2017 -

China e Taiwan desenvolvem satélite para prever terremotos

Tremores geram anomalias eletromagnéticas antes de ocorrer e podem ser antecipados. Cooperação é considerada marco.

17/10/2017 -

WhatsApp vai ganhar compartilhamento de localização em tempo real

Usuários poderão enviar posição atual e determinar por quanto tempo sua movimentação poderá ser vista. Novidade chega para aparelhos Android e iOS nas próximas semanas.

15/10/2017 -

EUA rejeitam proposta de taxar gigantes da tecnologia

Ministro francês defendeu esta semana a proposta de seu governo de cobrar tributos sobre o volume de vendas das empresas e não por seus lucros.

06/10/2017 -

Russos usaram antivírus da Kaspersky para roubar arquivos da NSA, diz jornal

''Wall Street Journal'' diz que material secreto da agência dos EUA foi roubado usando programa antivírus desenvolvido por agência russa.

05/10/2017 -

Galaxy Note 8 vai custar R$ 4,4 mil no Brasil

Modelo chega em 21 de outubro ao país. Volta da linha Galaxy Note ocorre após o último modelo ter sido retirado do mercado por causa de baterias que podiam pegar fogo.

05/10/2017 -

Google anuncia Home Mini e Max, novas versões de dispositivo inteligente controlado por voz

Mini é modelo compacto, enquanto Max aposta na qualidade de som. Produtos serão lançados a partir de outubro em apenas sete países. Brasil está fora.

07/06/2017 -

É só digitar o nome: site expõe endereço, telefone e e-mail de brasileiros

A página diz que os dados são repassados por operadoras e que sua atividade serve como uma lista telefônica, se baseando na Lei Geral de Telecomunicações

31/03/2017 -

Segundo Procon, assinantes de TV por assinatura têm direito de romper contrato

Sinais da Record TV, SBT e Rede TV saíram de algumas operadoras

20/03/2017 -

Está procrastinando? Apps te ajudam a fugir das tentações da internet

São tantas coisas para serem vistas em Facebook, WhatsApp e Instagram, que é difícil manter o foco nas outras tarefas do dia

10/02/2017 -

Quanto mais tempo no smartphone, mais chances de divórcio

Fenômeno é responsável por cada vez mais discussões entre casais

31/01/2017 -

WhatsApp deve permitir apagar mensagens já enviadas que não foram lidas

Trata-se de uma funcionalidade que vai permitir aos usuários apagarem mensagens enviadas via WhatsApp e que ainda não foram lidas pelos destinatários.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora