Estudo

Google, Facebook e Microsoft induzem usuário a escolher opções que reduzem a privacidade, diz relatório

A legislação obriga que as opções padrão sejam sempre no sentido de resguardar a privacidade e que qualquer modificação seja realizada apenas com o consentimento ''informado'' dos consumidores.

30 de Junho de 2018 as 23h 27min

Exemplo dado pelo estudo para desativar personalização de anúncios no Facebook: permitir requer apenas dois cliques, mas negar exige quatro cliques e opção só aparece após clicar em botão com fundo sem destaque ('Manage Data Settings'') (Foto: Reprodução)

Um estudo do Conselho Norueguês do Consumidor, uma entidade financiada pelo governo da Noruega, aponta que o Google, o Facebook e a Microsoft utilizam "padrões obscuros" na interface para induzir o usuário a fazer escolhas que ferem a privacidade. O material foi publicado nesta quarta-feira (27).

O estudo foi realizado em função da nova lei de proteção de dados da Europa (conhecida como "GDPR"). A legislação obriga que as opções padrão sejam sempre no sentido de resguardar a privacidade e que qualquer modificação seja realizada apenas com o consentimento "informado" dos consumidores.

Embora as empresas tenham adotado telas novas para adquirir o consentimento das pessoas, o estudo norueguês mostra que as empresas empregaram truques para que as pessoas optem pelas opções mais invasivas.

No caso do Google e especialmente do Facebook, as empresas escondem as telas onde é possível desativar parte da coleta de dados. O linguajar usado também informa apenas os pontos negativos (como "não ver mais anúncios do seu interesse") e não os impactos de longo ou situações que o consumidor poderia reprovar. O estudo levantou dúvidas se essa abordagem é suficiente para atender ao critério de informação exigido pela lei.

Além disso, aceitar a coleta de dados nesses serviços exige um único clique, mas desativar exige passar por uma segunda tela, ver mais texto e realizar mais um clique.

No caso da Microsoft, os noruegueses avaliaram as novas opções de privacidade do Windows 10. Diferente do Facebook e do Google, o número de cliques para aceitar ou recusar a coleta de informações é o mesmo. Porém, o Windows sempre coloca a opção mais invasiva em primeiro, destaca os pontos negativos de bloquear a coleta de dados e ainda utiliza ícones diferentes para cada opção, com o ícone mais "positivo" sendo sempre aquele que coleta mais dados.

As três empresas defenderam suas práticas. A Microsoft informou que cumprir a lei europeia é uma "prioridade". O Google afirmou que vem melhorando constantemente os meios que permitem que o usuário faça suas escolhas. Já o Facebook declarou que deixou todas as opções de privacidade mais claras, que cumpre a lei e que suas práticas estão de acordo com recomendações de especialistas em privacidade e interface.

Apesar de o estudo ter sido baseado na legislação europeia, oito entidades nos Estados Unidos estão pedindo para que a Comissão Federal do Comércio (FTC, na sigla em inglês), uma agência reguladora, inicie uma investigação sobre possíveis práticas enganosas adotadas pelas empresas.

“Padrões obscuros”

O estudo afirma que o emprego de elementos visuais para induzir o usuário a fazer escolhas contrárias ao seu próprio interesse, mas que beneficiam a empresa responsável pelo serviço ou aplicativo, são casos de "dark pattents" ("padrões obscuros", em tradução livre para o português). O termo foi criado por Harry Brignull, um especialista em desenvolvimento de interfaces.

O estudo encontrou exemplos dos seguintes "padrões obscuros":

  • Os padrões sugeridos, mais fáceis de serem aceitos, não favoreciam a privacidade;
  • Os textos explicativos induziam o usuário a escolher a opção contrária à privacidade;
  • Foram empregados elementos de cor e ícones para induzir o usuário a aceitar a coleta de dados;
  • O usuário recebe as opções de privacidade na forma de "alertas", dando a entender que ele precisa liberar o acesso aos dados;
  • A configuração é oferecida com "urgência", não deixando claro como o usuário pode continuar usando o serviço e decidir dar seu consentimento mais tarde.

As telas analisadas pelo estudo norueguês foram criadas para entrar em conformidade com a nova legislação europeia, o que significa que consumidores de fora da Europa -- como é o caso do Brasil -- não receberam esses avisos.

Porém, as opções de privacidade das redes sociais estão disponíveis para todos:

  • Facebook: tela de privacidade (https://www.facebook.com/privacy/)
  • Google: personalização de anúncios (https://adssettings.google.com/authenticated) e check-up de privacidade (https://myaccount.google.com/privacycheckup/)
  • Windows: do menu Iniciar, acesse Configurações > Privacidade

MT Agora - G1

COMENTARIOS

Mais de Tecnologia

Internet Móvel

5G já é realidade nos EUA e na Coreia do Sul: quando chegará ao Brasil?

Nesta semana, países tiveram o lançamento dos primeiros serviços comerciais da tecnologia — mas a maior parte do mundo ainda está na fase de testes, como o Brasil.

08 de Abril de 2019 as 23h17

Dados Expostos

Dados de 540 milhões de usuários do Facebook ficam expostos

Entre as informações vazadas estavam curtidas, comentários, fotos, músicas, informações sobre amigos, eventos e reservas de voos e hotéis dos usuários

04 de Abril de 2019 as 09h33

eSports Brasil

Prêmio eSports Brasil marca o reconhecimento do mercado de games no Brasil

O evento coroou diferentes times e jogadores nacionais na categoria virtual, e também mostrou toda a força que este mercado tem no país

25 de Março de 2019 as 20h59

Propaganda

Procon notifica Empiricus por propaganda de Bettina

A moça disse que nunca falou que transformou 1520 reais em 1 milhão

20 de Março de 2019 as 13h16

Nas Redes Sociais

Apenas 2 deputados de MT estão entre 100 parlamentares mais influentes

No ranking geral, a maior nota foi da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP)

18 de Março de 2019 as 09h46

Tecnologia

Brasil lança nova estrutura de telecomunicações na Antártida

Presidente Jair Bolsonaro comandou sessão de videoconferência na inauguração do sistema.

12 de Março de 2019 as 19h37

Integração De Redes Sociais

Zuckerberg confirma integração de Whatsapp, Messenger e Instagram Direct

Primeira medida será permitir que os contatos de um app sejam acessíveis nos demais. Mas isso ainda não tem data para começar a valer.

06 de Março de 2019 as 21h34

Site Instável

Facebook tem problemas e fica instável nesta sexta-feira

Problema foi sentido por alguns usuários no Brasil e nos Estados Unidos. Site de detecção DownDetector confirmou problemas na plataforma.

22 de Fevereiro de 2019 as 22h42

InDeal

InDeal Consultoria em Mercados Digitais se manifesta através de nota de esclarecimento

A InDeal investe na capacitação de consultores para que todas as dúvidas sejam sanadas e os clientes satisfeitos.

22 de Fevereiro de 2019 as 08h16

Denúncia

Pedófilos usam YouTube para trocar informações sobre vídeos de crianças

Plataforma diz que está tomando ''medidas agressivas'' para conter o problema. Empresas como Disney e McDonald's retiraram anúncios de vídeos após divulgação de polêmica.

22 de Fevereiro de 2019 as 03h25

Ladrão de senhas

Criminosos brasileiros usam software espião de celular para roubar contas bancárias

Ladrão de senhas dá a criminosos a possibilidade de ver a tela do celular na vítima e controlar o aparelho pela internet. Software estava escondido em falsa atualização do WhatsApp.

22 de Fevereiro de 2019 as 02h22

Lançamento

Com preço salgado e seis câmeras, Samsung lança celular dobrável

Aparelho tem duas telas, uma na parte da frente e uma na dobra. Galaxy Fold foi anunciado por US$ 1.980.

22 de Fevereiro de 2019 as 02h11

Lançamento

''Buraco'' na tela, 5G, celular carregador e modo Instagram: Samsung lança os novos Galaxy S10

Nova aparelhos topo de linha da Samsung trazem novidades em relação aos anos anteriores, com mais conectividade e funções.

20 de Fevereiro de 2019 as 20h47

Vendas De Dados No Submundo Da Web

Sites confirmam invasões após dados de milhões de usuários serem vendidos por hackers

Publicação encontrou pacote à venda na web.

16 de Fevereiro de 2019 as 15h32

Atualização Do WhatsApp

Atualização do WhatsApp que limita encaminhamentos de mensagens começa a ser distribuída

Nova versão chega também com novas opções para fotos no aplicativo.

24 de Janeiro de 2019 as 00h46

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Você concorda com a decisão do TRE que cassou o mandato da senadora Selma Arruda?

Sim

Não

Parcial
veja +

COTAÇÃO