Quais os riscos de carregar o celular com um cabo estragado, falso ou defeituoso?

Especialistas alertam que uso inadequado destes itens pode danificar aparelho e, em casos mais preocupantes, machucar pessoas.

07/08/2018 - 23:29:02

   

Testes já mostraram perigos de carregadores com defeito (Foto: Reprodução/TV Globo)

Pode parecer apenas um jeitinho para driblar os preços de produtos originais, mas usar carregadores de celular estragados, falsificados ou defeituosos apresenta perigos reais.

Eles podem afetar o funcionamento dos aparelhos ou, em casos mais preocupantes, machucar o usuário.

A própria Apple, uma das principais fabricantes de celular do mundo, já criticou publicamente sites de vendas online por terem em seu catálogo produtos falsificados, o que poderia, segundo a gigante da tecnologia, até colocar vidas em risco.

Ao mesmo tempo, principalmente após os casos de baterias "explosivas" dos Galaxy Note 7 da Samsung, há muita especulação sobre o tema. O site Boatos.org, por exemplo, que vem desmentindo notícias e correntes falsas no Brasil desde 2013, já provou que dezenas de rumores relacionando carregadores de celular a ferimentos e mortes eram mentira.

Entenda aqui o que dizem organizações que são referência na área de segurança do consumidor.

1. Choques elétricos

A organização britânica Trading Standards, que faz campanhas de conscientização sobre segurança do consumidor, divulgou alguns dados preocupantes após testes com carregadores de celular.

Em 2016, ela revelou que, de 400 carregadores da Apple falsificados testados, 397 falharam em quesitos básicos de segurança.

Itens comprados na internet com origem em oito países diferentes, como os Estados Unidos, China e Austrália, foram conectados a redes elétricas de alta tensão. Eles apresentaram isolamento insuficiente contra descargas elétricas.

Leon Livermore, diretor executivo da organização, alertou que os riscos poderiam ser fatais.

"Pode custar algumas cifras a mais, mas produtos falsificados ou de segunda mão têm origem desconhecida e podem te custar sua casa ou até mesmo sua vida", disse Livermore.

Joyce Nogueira, engenheira e especialista em segurança do trabalho, explica que carregadores clandestinos deixam de ter dispositivos que garantem a segurança nos originais. É o caso, por exemplo, de fios com a resistência adequada à corrente recebida e sensores que interrompem a energia quando a bateria está 100% carregada, como se fossem disjuntores. As baterias modernas, de íon de lítio, também não "viciam" como as mais antigas, de níquel cádmio, se usadas de forma correta. O mesmo não pode ser garantido com o uso de carregadores falsificados ou danificados.

"Depois que a bateria fica cheia, se não houver um sistema que interrompa a corrente, pode haver superaquecimento. Isso pode 'viciar' a bateria, danificar o aparelho e até causar acidentes", explica Nogueira.

2. Incêndios e explosões

Por outro lado, além de descargas elétricas, cabos falsificados ou defeituosos "podem fazer com que os dispositivos esquentem demais e inclusive explodam", diz o site da organização Electrical Safety First.

A organização destaca que este tipo de situação pode estragar o aparelho celular e, em casos mais graves, machucar uma pessoa.

Carregadores analisados pela Electrical Safety First mostraram componentes internos danificados ou fios internos mal soldados, o que traz risco de curto-circuitos.

Joyce Nogueira, engenheira e especialista em segurança do trabalho, explica que carregadores clandestinos deixam de ter dispositivos que garantem a segurança nos originais. É o caso, por exemplo, de fios com a resistência adequada à corrente recebida e sensores que interrompem a energia quando a bateria está 100% carregada, como se fossem disjuntores. As baterias modernas, de íon de lítio, também não "viciam" como as mais antigas, de níquel cádmio, se usadas de forma correta. O mesmo não pode ser garantido com o uso de carregadores falsificados ou danificados.

"Depois que a bateria fica cheia, se não houver um sistema que interrompa a corrente, pode haver superaquecimento. Isso pode 'viciar' a bateria, danificar o aparelho e até causar acidentes", explica Nogueira.

Já em 2016, explosões envolvendo baterias de celulares tomaram o noticiário - dessa vez, com produtos originais, levando a um recall em todo o mundo do Samsung Galaxy Note 7. No ano seguinte, a Samsung divulgou os resultados de uma auditoria que buscou as causas das explosões. Segundo a empresa, elas estavam nas deformações e problemas no isolamento de certos componentes internos, fabricados por dois fornecedores.

3. Problemas na bateria

Os carregadores têm a função de transmitir para a bateria a energia que vai provocar reações químicas na peça e que, por sua vez, darão energia para o celular funcionar.

Mas, se há oscilações e volume inadequado de energia chegando ao aparelho, a vida útil da bateria pode ser deteriorada. Usar carregadores falsificados ou danificados podem contribuir negativamente para isto.

Cobrir a parte danificada do cabo não resolve o problema - então, se o seu carregador estiver quebrado, é melhor parar de usá-lo.

"Pode ser que, estatisticamente, o número de acidentes não seja muito representativo, mas os celulares são cada vez mais elementos fundamentais do nosso dia a dia. São inclusive usados por crianças. Na via das dúvidas, é melhor não arriscar e se prevenir", recomenda Nogueira.

Dicas para evitar danificar o cabo do carregador:

  • Evite enrolá-lo.
  • Não dobre-o muito.
  • Não armazene-o em locais com alta temperatura.

Fonte: BBC

Mais Noticias

Proteção de Dados Pessoais

Temer sanciona com vetos lei de proteção de dados pessoais

Carro Elétrico

Carro elétrico movido a energia solar se recarrega enquanto anda

Cobrança Iniciada

Versão do WhatsApp para empresas inicia cobrança de taxas para envio de mensagens

Investigação

Facebook apaga contas falsas que pareciam tentar influenciar usuários nas eleições dos EUA

28/07/2018 -

Facebook é processado após queda das ações

Papéis recuaram quase 20% após empresa sinalizar aumento de custos, executivos da empresa foram acusados de fazer comentários ilusórios e ocultação de informação.

28/07/2018 -

Facebook vai suspender conta de usuários com menos de 13 anos de idade

Criação de contas com perfil dentro desta idade já era proibida, mas rede social atualizou as orientações para sua equipe de revisores.

24/07/2018 -

Mais de um terço dos domicílios brasileiros não tem acesso à internet

Índice chega a 70% em domicílios das classes D e E.

24/07/2018 -

MP vai apurar legalidade do uso de reconhecimento facial pelo Facebook

Ministério Público quer saber se uso da tecnologia é amparado em lei

24/07/2018 -

Microsoft, Google, Facebook e Twitter querem criar ''portabilidade de dados'' na internet

A tecnologia dispensaria a criação de um novo perfil ao trocar ou testar uma rede social, por exemplo.

24/07/2018 -

WhatsApp: como saber se a conta foi clonada?

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, utilize o espaço para comentários abaixo e escreva sua pergunta.

24/07/2018 -

Whatsapp anuncia teste para limitar mensagens encaminhadas a várias pessoas

Na Índia, onde pessoas foram mortas após boatos de fake news, companhia vai testar um limite de cinco conversas e vai retirar o botão próximo às mensagens de mídia.

15/07/2018 -

Como um pequeno sensor no seu celular pode revelar sua senha e captar conversas

Aplicativos podem usar os dados fornecidos pelo dispositivo sem pedir permissão ou sem esclarecer o motivo pelo qual fazem isso.

04/07/2018 -

Programa TechD investirá R$ 19 milhões em projetos inovadores

Os recursos serão concedidos em duas rodadas e não serão reembolsáveis.

03/07/2018 -

Facebook libera por erro contatos de 800 mil usuários bloqueados

Falha esteve ativa entre 29 de maio e 5 de junho e já foi reparada, segundo a empresa.

30/06/2018 -

Google, Facebook e Microsoft induzem usuário a escolher opções que reduzem a privacidade, diz relatório

A legislação obriga que as opções padrão sejam sempre no sentido de resguardar a privacidade e que qualquer modificação seja realizada apenas com o consentimento ''informado'' dos consumidores.

20/06/2018 -

Facebook cria inteligência artificial que ''abre'' olhos de quem piscar em fotos

Engenheiros recorreram a técnica usada para criar rostos artificialmente.

20/06/2018 -

Facebook lança programa de parcerias entre produtores de vídeo e anunciantes

O Facebook também disse que está permitindo que mais criadores de conteúdo façam anúncios em vídeos mais longos e ofereçam assinaturas de US$ 4,99 por mês para os fãs.

24/05/2018 -

Caminhoneiros organizam movimento grevista em MT usando as redes sociais, diz representante

Caminhoneiros iniciaram greve há quatro dias, com bloqueios de rodovias em todo o estado. Grupos conversam por meio do WhatsApp para definir pontos de protesto.

11/04/2018 -

Na Câmara dos EUA, Zuckerberg nega que Facebook venda dados e diz estar aberto a regulamentação

O CEO do Facebook afirmou respondeu perguntas de deputados sobre lida com a privacidade de seus usuários.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora