Quanto mais tempo no smartphone, mais chances de divórcio

Fenômeno é responsável por cada vez mais discussões entre casais

10/02/2017 - 05:55:12

   

Cuidado. O mal-estar gerado pelo hábito de trocar o parceiro pelo celular leva a discussões e deteriora a relação

Um casal divide uma mesa em um restaurante ou está sentado lado a lado no sofá de casa. Uma das partes quer conversar, mas do outro lado, a reação vem em forma de silêncio – ou, pior, o olhar para baixo... O motivo? Seu interlocutor está – para desespero e raiva do acompanhante – vidrado na tela do celular.

A cena descrita é um bom exemplo de “phubbing” (do inglês phone snubbing, ou “ignorar com o celular”), fenômeno que vem ganhando cada vez mais adeptos em tempos de conexão. A descrição pode até suscitar algum riso, a princípio, mas trata-se de uma questão séria. Estudo conduzido pelo pesquisador James A. Roberts, da Universidade Baylor, EUA, aponta que 46,3% de um universo de 453 adultos entrevistados tinham sofrido phubbing por parte do parceiro – e 22,6% declararam que essa prática era fonte de conflito.

Não é tarefa das mais intrincadas entender o motivo da celeuma. Em primeiro lugar, o tempo que uma das partes passa imersa em seu dispositivo não está, claro, sendo direcionada a algo significativo que contribua para a relação. Mas não só. O hábito acaba resvalando em discussões que podem minar a relação. Não bastasse, quem é ignorado pelo parceiro por conta do celular está mais propenso a se sentir deprimido (na verdade, 36,6% tinham experimentado esse sentimento pelo menos em uma ocasião).

“Na realidade, o problema acontece quando existe uma descoordenação no casal, e uma das partes sente falta de atenção. Existem outros casos nos quais ambos utilizam muito o celular em companhia do outro ou que só se comunicam por WhatsApp, mas não sentem culpa, pois estão em igualdade”, explica o psicólogo Enrique García Huete, diretor da Quality Psicólogos e professor da Universidade Cisneros (Madri) ao site “El País”.

García, que trata pessoas viciadas no uso de celular, frisa que o phubbing é um problema cada vez mais recorrente quando um casal busca terapia. “Reclamam bastante que o outro está sempre agarrado no telefone e não presta atenção no cônjuge. Curiosamente, costumam ser mais os homens que fazem isso, mas não poderia dizer que é um problema em si para se recorrer à terapia. É mais um fator que influencia, mas não o único”, disse, ao periódico.

Estudo. Foi comprovado que 36,6% das pessoas entrevistadas já foram ignoradas por causa do celular por parte de seu cônjuge e foram mais propensas a se sentirem deprimidas.

Dispositivos causam vício
​O psicólogo García Huete explica que no momento em o indivíduo percebe que acabou estabelecendo uma relação de dependência no que tange ao uso de seu aparelho celular ou tablet, é preciso procurar ajuda especializada. “Temos que tratá-la (a dependência) como se estivéssemos enfrentando uma substância viciante, porque, na verdade, ela produz a mesma sensação gratificante a curto prazo e inquietação, ansiedade e síndrome de abstinência quando nos falta”, conta.

Entre os cuidados básicos para se evitar se deixar dominar pelo vício em relação às telas, está, por exemplo, o reforço dos próprios mecanismos de controle das emoções. Mas a lista é ampla: “Planejar horários limitados para o uso e, se o problema se deriva do trabalho, utilizar dois celulares: um exclusivo para o âmbito de trabalho e outro para socializar”, aconselha Huete.

Evidentemente, é quase inevitável que em algum momento pontual do dia a dia todos nós utilizemos o aparelho celular em frente a um terceiro. Mas se o problema começa a tomar ares mais sérios e nada do que foi dito antes surtir efeito, uma saída seria formalizar um contrato proposto na internet, chamado “Stop Phubbing”. Cada um pode adaptá-lo a quem desejar: amigos, família e, claro, ao cônjuge.

MT Agora - O Tempo

Mais Noticias

Dicas

Está procrastinando? Apps te ajudam a fugir das tentações da internet

Apagar não lidas

WhatsApp deve permitir apagar mensagens já enviadas que não foram lidas

Tecnologia Móvel

Publicidade estraga o celular e consome mais bateria? Veja o que é verdade

Aumento de Receita

Loja de apps da Apple gerou US$ 20 bilhões para desenvolvedores em 2016

05/01/2017 -

Ford, Toyota e outras montadoras se unem por sistema multimídia

Consórcio quer desenvolver código aberto para carros. Ideia é rivalizar com as principais empresas da área: Apple e Google.

27/12/2016 -

Designer de Sinop participa do desenvolvimento da primeira prótese facial humana com o auxílio de impressão 3D

O molde foi criado através de fotografias registradas por smartphone e convertidas em 3D a partir de fotogrametria online.

20/12/2016 -

Hackers aceitam desafio e propõem ideias inovadoras em 54 horas

Desenvolvedores são desafiados a propor soluções inovadoras para três importantes áreas da sociedade: saúde, educação e segurança pública; O grupo que apresentar a melhor proposta será premiado na noite deste domingo

03/12/2016 -

Crise reduz número de assinantes de TV paga

O número de assinantes começou a cair já no início do ano passado. Em 2015, o setor perdeu 3,1% de sua base de clientes.

16/11/2016 -

Aplicativo para pedir comida e entregar na porta de sua casa

O cliente escolhe o prato, a quantidade de alimento, a hora da entrega (pode-se pedir com antecedência), os acompanhamentos, tendo todas as informações sobre os pratos – com preços bem visíveis e acessíveis – e o pagamento pode ser em cartão ou dinheiro.

25/10/2016 -

WhatsApp ganha chamadas em vídeo no Android

Versão beta do serviço de bate-papo traz nova função. Com nova função, app passa a competir com Messenger, Skype e Duo.

17/10/2016 -

Jovem registra BO após ter Facebook invadido e ser apontada como garota de programa em Lucas

O caso foi registrado na Polícia Militar de Lucas do Rio Verde, deve ser investigado.

06/10/2016 -

Como um menino de 12 anos acumulou uma dívida de 100 mil euros com o Google

Ele criou seu canal e começou a subir alguns vídeos. Para tentar faturar um dinheirinho, quis ativar o serviço AdSense, que paga por publicidade exibida nos uploads.

26/09/2016 -

Falsa promoção do Carrefour no WhatsApp infecta mais de 8 mi de brasileiros

Caso você tenha caído no golpe, é recomendado desinstalar o app malicioso, baixar um antivírus e fazer uma varredura no aparelho.

26/09/2016 -

WhatsApp libera citação de amigos em grupos; função ativa notificação

A pessoa receberá uma notificação no celular indicando que recebeu uma nova mensagem no grupo, mesmo que ele esteja silenciado.

26/09/2016 -

Aparelho promete criar bolha de privacidade e reduzir ruídos do ambiente

O Muzo se conecta nos smartphones através de Bluetooth 4.0 e possui bateria recarregável através de cabo microUSB com duração estimada de até 20h de uso

17/08/2016 -

Ford prevê carros sem volante e pedais nas ruas em 2021

Ford e Baidu fazem investimento de US$ 150 milhões na Velodyne. Empresa vai acelerar o desenvolvimento de sensores a laser.

17/08/2016 -

Aplicativo gratuito mede velocidade da internet móvel

O programa permite que o consumidor acompanhe a quantidade de dados que gasta e a qualidade do serviço em todo o país.

27/07/2016 -

O que os criminosos online esperam que você revele sobre sua identidade

Facebook e Twitter são os novos locais preferidos onde os criminosos escolhem suas vítimas.

27/07/2016 -

Bitcoin, a moeda virtual, se populariza no Brasil e tem valorização recorde

Bitcoin é uma moeda como o real, o dólar, o euro, só que virtual. Ela não é emitida por nenhum Banco Central e é liberada por um software.