Variedades

O tempo frio e os problemas respiratórios

A maior variação de temperatura e a presença constante de ventos, associadas ao ar um pouco mais seco, são uma combinação propensa para o surgimento de doenças

Saúde | 24 de Abril de 2017 as 06h 03min
MT Agora

A chegada do outono traz temperaturas mais amenas após os dias mais extremos do verão. Muitos comemoram o início da estação, porém, outros tantos precisam ficar de olho em alguns incômodos trazidos por ela.

O principal problema relacionado ao outono é o aumento da ocorrência de doenças respiratórias no período. A maior variação de temperatura e a presença constante de ventos, associadas ao ar um pouco mais seco, são uma combinação propensa para o surgimento de doenças como as DPOC (doença pulmonar e bronquite crônica) e o aumento das crises de asma em pessoas já portadoras da condição.

Rinite e alergias

Outras condições associadas às estações mais frias do ano são a rinite e as alergias respiratórias. Elas ocorrem pelo acúmulo maior de poluição e poeira no ambiente, o que pode irritar os pulmões com mais facilidade. Mas não é necessário se desesperar: existem alguns procedimentos simples para diminuir os efeitos maléficos e aproveitar a parte boa da estação.

Alguns cuidados

A dica mais propagada é sobre a umidade. Muitas pessoas deixam baldes com água ou toalhas molhadas em cômodos fechados para manter o ambiente úmido. A dica, apesar de funcionar, não é a mais indicada para a questão. As toalhas irão secar e o balde é um perigoso recipiente com água parada, fora o risco de ser derrubado.

Ao contrário do que se imagina, o ar-condicionado é um dos grandes aliados nessa situação. Ele pode não parecer necessário em temperaturas mais amenas, mas tem funcionalidade com sua capacidade de filtrar o ar do ambiente.

Claro que, para isso, o aparelho precisa estar sempre com a manutenção em dia e com os filtros bem limpos, mas é bem melhor do que permitir a entrada do ar sem filtragem.

Ainda resta o problema do ambiente mais seco, e isso pode ser resolvido de duas formas simples:

  • Umidificadores
  • Plantas que umidificam o ambiente

Os umidificadores podem trabalhar em conjunto com o ar-condicionado, provendo um ambiente com ar filtrado e dentro dos limites desejados de umidade. Já as plantas deixam o espaço naturalmente úmido e ainda entregam uma quantidade de vantagens surpreendente, tais como:

  1. Filtram o ar, entregando oxigênio devido ao processo de fotossíntese.
  2. Aumentam a umidade naturalmente.
  3. Não gastam energia elétrica.

Lembre-se de checar as características do vegetal escolhido, já que alguns podem fazer o efeito contrário, retirando a umidade do ambiente. Boas opções são a palmeira de bambu, a flor-do-natal, os antúrios e a espada-de-são-jorge.

Outros cuidados também são recomendados, como manter os ambientes sempre limpos (porém sem utilizar utensílios que levantam a poeira, como vassouras ou espanadores) com pano molhado, porque a poeira e as impurezas aderem ao tecido, sendo totalmente removidas, e ainda fica um pouquinho mais de umidade no local.

Por fim, lembre-se de que o ar-condicionado não foi feito para passar longos períodos desligado. Tanto em casa quanto no carro, o aparelho precisa de algum funcionamento para se manter lubrificado e evitar o acúmulo de impurezas e de tempos em tempos deve passar por uma manutenção preventiva. É possível encontrar em lojas especializadas, como a STR Ar, um kit com tudo o que você precisa para fazer a limpeza, que é essencial para evitar problemas respiratórios no período.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Terça Feira

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO