Variedades

Tribunal Superior do Trabalho abrirá vagas com salários de até R$ 12 mil

O edital trará oportunidades para nível médio e superior sob a organização da Fundação Carlos Chagas (FCC), e as provas só acontecerão em Brasília.

Concurso Público | 28 de Abril de 2017 as 06h 13min
MT Agora

Para aqueles que desejam realizar um concurso público com uma boa remuneração, basta apostar no concurso TST. O edital trará oportunidades para nível médio e superior sob a organização da Fundação Carlos Chagas (FCC), e as provas só acontecerão em Brasília.

O concurso conta com oportunidades para analista judiciário nas áreas judiciária, administrativa, apoio especializado – Taquigrafia, apoio especializado – Análise de Sistemas, apoio especializado – Contabilidade, apoio especializado – Suporte em Tecnologia da Informação e técnico judiciário nas áreas administrativa, Segurança Judiciária e Programação.

Provas

  • Analista judiciário: as questões objetivas serão divididas em conhecimentos básicos (entre 50 e 100 itens) e específicos (entre 70 e 100 itens). A parte discursiva versará sobre os conhecimentos específicos aplicados e prática – apenas para o cargo de apoio especializado – Taquigrafia.  
  • Técnico judiciário: as provas objetivas terão questões divididas em conhecimentos básicos (que vão de 50 a 100 itens) e específicos (que variam de 70 a 100 itens). A prova dissertativa inclui uma redação para o cargo da área administrativa e uma prova prática de aptidão física para a especialidade Segurança Judiciária.

Salários

O cargo de analista judiciário é de R$ 4.865,35, além da Gratificação Judiciária (GAJ) no valor de R$ 5.254,28, totalizando R$ 10.119,63. Os técnicos terão os vencimentos no valor de R$ 2.965,38 e, com a Gratificação Judiciária (GAJ) no valor de R$ 3.202,61, totaliza a remuneração de R$ 6.167,99.

Para concorrer aos cargos, os candidatos devem seguir as seguintes obrigatoriedades:

  • Analista judiciário – área judiciária

Diploma ou certificado devidamente registrado e reconhecido pelo MEC de Graduação em Direito.

  • Analista judiciário – área administrativa

Diploma ou certificado devidamente registrado e reconhecido de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena.

  • Analista judiciário – área de Taquigrafia

Diploma ou certificado devidamente registrado e reconhecido de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena.

  • Técnico judiciário – área administrativa

Certificado devidamente registrado de conclusão de curso de ensino médio ou de um curso técnico que seja equivalente. Deve ser obrigatoriamente expedido por uma instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

  • Técnico judiciário – área administrativa – especialidade Segurança Judiciária

Certificado devidamente registrado de conclusão de curso de ensino médio ou de um curso técnico equivalente, desde que seja expedido por uma instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Edital e demais informações

As inscrições poderão ser realizadas somente após a divulgação do edital, que ocorrerá em breve. 

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Sábado

Lucas do Rio Verde, MT

Tempo nublado

23º

COTAÇÃO