Agro

Dia de Campo virtual apresenta resultados do "Forrageiras para o Semiárido" em MG

Brasília (20/05/2021) – Os resultados dos experimentos realizados em Minas Gerais do projeto “Forrageira...

Fonte:CNA Brasil
20 de Maio de 2021 as 14h 20min

Brasília (20/05/2021) – Os resultados dos experimentos realizados em Minas Gerais do projeto "Forrageiras para o Semiarido" foram apresentados na quinta (20), em mais um Dia de Campo Virtual promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

A iniciativa é uma parceria com a Embrapa para desenvolver espécies adaptadas ao clima seco da região como alternativas de alimentação e nutrição para a pecuária no Nordeste e norte de Minas Gerais.

As pesquisas em Minas foram nas Unidades de Referência Tecnológica (URTs) de Montes Claros e Carlos Chagas, onde foram anunciadas as espécies que melhor se adaptaram às condições climáticas do semiárido desde o início do projeto, em 2017, e que terão, na segunda etapa do projeto, testes de resistência com o pisoteio dos animais. Serão avaliadas gramíneas perenes para formação de pastos, gramíneas anuais para silagem, cactáceas para reserva estratégica e as lenhosas como opção de proteínas.

"Esse projeto é um passo real no sentido da solução dos problemas do semiárido. Vimos as espécies que melhor se adaptaram e agora vamos para uma segunda fase, que é colocar essas forragens sob o pisoteio de animais para indicar aos projetos de assistência técnica os materiais que permitirão ao produtor ter mais renda", disse o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), Roberto Simões.

Montes Claros - Inêz Silva, técnica-responsável pela URT de Montes Claros, apresentou os resultados dos experimentos. Segundo ela, as pesquisas foram feitas em quatro estações. Na primeira, houve o plantio de gramíneas anuais, utilizadas como reserva estratégica de silagem, onde foram testadas seis forragens, das quais dois tipos de sorgo, dois tipos de milho e dois milhetos.

A variedade com melhor desempenho foi o Sorgo BRS 658, com produtividade média de 24 toneladas de massa seca/ ha /ano, seguida por Sorgo Ponta Negra (22 ton/ ms / ha /ano), Milho BSR 2022 (11 ton/ ms / ha /ano), Milho Gorutuba (8 ton/ ms / ha /ano), Milheto IPA Bulk (7,5 ton/ ms / ha /ano) e Milheto BRS 1501 (6,7 ton/ ms / ha /ano).

Para as gramíneas perenes foram analisadas seis variedades com destaque para: Capim Andropogon com produção de 10 ton/ms/ha/ano. Já os capins Piatã, Tamani e Massai produziram 7 ton/ms/ha/ano, e por fim o Corrente e Búffel Áridus com 5 ton/ms/ha/ano. Entre as cactáceas, os melhores desempenhos foram : Palma Orelha de Elefante Mexicana (19 ton/ms/ha/ano), Palma Miúda (15,5 ton/ms/ ha /ano), Ipa Sertânia (15 ton/ms/ ha / ano) e Palma Gigante (11 ton/ms/ha/ ano).

Entre as lenhosas, usadas para formar bancos de proteínas, fornecer sombra aos animais e fixar nitrogênio no solo, os melhores resultados foram para a Leucena (3,47 ton/ms/ha/ano) e Gliricídia (2,82 ton/ms/ha/ano).

Carlos Chagas – O responsável técnico pela Unidade de Carlos Chagas, Cláudio Hollerbach, apresentou os resultados obtidos na sua URT. No local, foram avaliadas seis gramíneas anuais (dois milhos, dois milhetos e dois sorgos). O Sorgo Ponta Negra teve produtividade média de 31,7 toneladas de massa seca por hectare/ano. Na sequência, aparecem o Sorgo BRS 658 (21,2 ton/ms/ha/ano), Milho BRS 2022 (13,5 ton/ms/ha/ano), Milheto Ipa Bulk (10,8 ton/ms/ha/ano), Milheto 1501 (8,9 ton/ms/ha/ano) e Milho Gorutuba (7,8 ton/ms/ ha /ano).

Entre as gramíneas perenes, as espécies que melhor se adaptaram ao clima e solo na região, com maiores índices de produtividade foram o Capim Andropogon, com 43,2 toneladas de massa seca por hectare/ano. Depois vem o Capim Piatã, com 35,2 toneladas de massa seca por hectare/ano. Na sequência estão: Búffel Áridus (30,4 ton/ms/ha/ano), Massai (28,1 ton/ms/ ha /ano) e Tamani (24,4 ton/ms/ ha /ano).

A pesquisa avaliou também as cactáceas com melhor desempenho, que foram a Palma Miúda (29,5 ton/ms/ha/ano), Ipa Sertânia (25,2 ton/ms/ha/ano), Orelha de Elefante Mexicana (23,3 ton/ms/ha/ano) e a Palma Gigante (17,1 ton/ms/ha/ano). Para o caso das leguminosas, a Gliricídia teve produtividade de 14,5 toneladas de massa seca por hectare/ano, enquanto a da Leucena foi de 8,26 toneladas de massa seca por hectare/ano.

Na sequência, os dois responsáveis técnicos e a chefe-geral da Epamig Norte, Leidy Rufino, responderam a perguntas dos participantes do Dia de Campo. Produtores também prestaram depoimentos relatando a experiência com o projeto, que teve o apoio do Sistema Faemg/Senar e dos sindicatos de produtores rurais dos municípios.

O Dia de Campo de Minas Gerais foi o segundo encontro para apresentar os resultados de quatro anos de pesquisas. Hoje também serão conhecidos os resultados de Alagoas e Piauí. Nas duas próximas quintas-feiras, prosseguem os encontros para mostrar como foram os desempenhos dos outros estados.

Veja o Dia de Campo

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Agronegócios

Show Safra 2022

Lançado oficialmente Show Safra 2022, 'evento é uma vitrine para o mundo'

Lucas do Rio Verde será palco de um dos maiores eventos do agronegócio do país,

22 de Setembro de 2021 as 14h16

Agro

Dia do Apicultor - Trabalho e dedicação garantem qualidade do mel brasileiro

Brasília (22/05/2021) – A comercialização de produtos apícolas brasileiros ganha cada vez mais espaço ...

22 de Maio de 2021 as 08h20

Agro

Famato ingressa em ação no STF para demonstrar a inaplicabilidade da Lei da Mata Atlântica no bioma Pantanal

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) conseguiu ingressar como amicus curiae (am...

21 de Maio de 2021 as 20h50

Agro

Sistema FAEC/SENAR e ADAGRI firmam parceria para expandir ações do Selo Arte

O Sistema FAEC/SENAR e a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará - ADAGRI assinaram hoje, 21/05, term...

21 de Maio de 2021 as 20h20

Agro

Senar participa de oficina do Projeto FIP Paisagens Rurais em Goiás

Brasília (21/05/2021) – O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) participou da oficina do Projeto...

21 de Maio de 2021 as 20h10

Agro

Jovens apresentam novo projeto para os gestores do Sistema Famato

Com o objetivo de apresentar o projeto Famato Jovem, os quatro finalistas mato-grossenses do programa CNA Jov...

21 de Maio de 2021 as 19h50

Agro

Maratona de Inovação na Apicultura aborda possibilidades de negócio com abelhas sem ferrão

O Brasil conta com 400 espécies de abelhas “sem ferrão”, as chamadas meliponinas. E estudos indicam que...

21 de Maio de 2021 as 19h20

Agro

Moradores de Guiratinga aprendem cortes especiais de carne bovina

Uma turma de Guiratinga foi a primeira a realizar o treinamento de cortes especiais de carne bovina, disponib...

21 de Maio de 2021 as 18h50

Agro

Produtores Rurais Atendidos pela Assistência do Senar Receberam Treinamento de Silagem

Para capacitar os Produtores atendidos pela Assistência Técnica e Gerencial-ATeG- da cadeia produtiva de Bo...

21 de Maio de 2021 as 18h20

Agro

Uso de tecnologias otimiza manejo e reduz custos de produção em horta de Terenos/MS

Com implantação de fertirrigação e gotejamento, produtor assistido pelo Senar/MS melhora produtividade em...

21 de Maio de 2021 as 18h20

Agro

Senar participa de oficina do Projeto FIP Paisagens Rurais em Goiás

Brasília (21/05/2021) – O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) participou da oficina do Projeto...

21 de Maio de 2021 as 17h50

Agro

Instituto AgriHub oficializa criação da Rede de Inovação e Investigação Meteorológica

O comitê da Rede de Inovação e Investigação Meteorológica (RIIMT) foi oficialmente criado esta semana (...

21 de Maio de 2021 as 17h50

Agro

Projeto Retomada da Economia inicia atividades no Oeste da Bahia

O Sistema Faeb/Senar e o Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras, iniciaram a parceria para o projeto ...

21 de Maio de 2021 as 17h20

Agro

CNA avalia que medidas provisórias ajudam pequenos produtores a renegociar dívidas com fundos constitucionais e de investimentos

Brasília (21/05/2021) – A Câmara dos Deputados aprovou, na noite de quinta (20), as Medidas Provisórias ...

21 de Maio de 2021 as 17h20

Agro

Treinamentos do Senar Goiás para melhorar pastagem ajudam produtor a reduzir custos com alimentação do gado

Se tinha uma brechinha, Cleidimar ia para a fazenda dos avós. Com o tempo eles se mudaram pra cidade, mas o ...

21 de Maio de 2021 as 16h50

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO