Saúde

Covid-19: ministro da Saúde pede que se reforce cuidados na vacinação

Vacina contra covid-19 para crianças tem diferenças na dosagem

Fonte:EBC
17 de Janeiro de 2022 as 11h 15min

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, alertou hoje (17) para a necessidade de estados e municípios reforçarem a atenção nos procedimentos para a imunização da população contra a covid-19, especialmente crianças e adolescentes. 

O alerta foi feito após o episódio ocorrido no município paraibano de Lucena, na grande João Pessoa, onde cerca de 40 crianças foram vacinadas equivocadamente com imunizantes para adultos. Além disso, também foram usadas vacinas fora do prazo de validade.

“Nós, do Ministério da Saúde, temos alertado acerca das questões relativas à segurança. Muitas vezes quando damos os alertas, muitas vezes [dizem que] o ministério é contra [a vacinação de crianças]. Não é questão de ser contra, é questão de compromisso com a aplicação adequada de vacinas e evitar possíveis efeitos adversos”, disse Queiroga pouco antes de se deslocar para a cidade de Monteiro (PB), onde participa de um ato de testagem para diagnóstico da covid-19.

A história veio a público nos últimos dias, após uma mãe publicar nas redes sociais um vídeo do cartão de vacinas dos filhos com a informação de que eles foram vacinados contra o coronavírus no início de janeiro. Porém, as doses e a vacinação de crianças só tiveram início depois do episódio. As primeiras doses do imunizante só chegaram na Paraíba na última sexta-feira (14).

A vacina contra covid-19, autorizada para crianças, apresenta diferenças na dosagem, composição e concentração do principal componente, o RNA mensageiro, com a dosagem sendo o equivalente a um terço da vacina aplicada em adolescentes, a partir dos 12 anos, e adultos.

Orientações

Segundo o ministro da Saúde, cabe aos gestores locais do Sistema Único de Saúde (SUS) o armazenamento correto, além do acompanhamento da validade dos frascos e aplicação das doses, seguindo as orientações do ministério.

“É por isso que a vacinação de crianças de 5 a 11 anos foi autorizada, mas autorizada dentro de recomendações da Agência de Vigilância Sanitária, a Anvisa, em relação a sua aplicação. O frasco da vacina é diferente, justamente para evitar uma aplicação indevida, as salas de vacinação são salas que devem ser exclusivas, os aplicadores da vacina têm que ser exclusivos, as crianças têm que ficar em observação depois de vacinadas”, afirmou. 

“Temos que ter uma atenção especial para que se cumpra as normas, seja em relação à aplicação, seja em relação a fármaco-vigilância”, acrescentou o ministro.

Após o episódio, a prefeitura de Lucena disse lamentar o ocorrido e informou que afastou uma profissional de saúde do município que aplicou o imunizante para adultos em crianças. Ainda conforme a prefeitura, as crianças estão sob acompanhamento do município e não apresentaram reações adversas graves.

“Esclarecemos que a decisão foi tomada individualmente pela pessoa que fez a aplicação, sendo uma falha pontual e que não partiu de determinação da administração municipal, de forma que assim que tomamos conhecimento, afastamos a responsável”, disse a prefeitura em nota divulgada no sábado (15). “Até o momento, felizmente, as crianças que recebem as vacinas não apresentam quadro adverso na saúde”, diz outro trecho da nota.

Terceira onda

O ministro Marcelo Queiroga disse ainda que os estados devem dobrar a atenção para evitar a aplicação de imunizantes vencidos e que a prioridade deve ser a aplicação da segunda dose ou dose de reforço. Para o ministro, com a variante Ômicron o país está diante de uma possível terceira onda da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

“Há mais de 70 milhões de doses que estão com os estados e essas doses têm que ser aplicadas no público- alvo. A prioridade é a aplicação da segunda dose e da dose de reforço. Estamos diante de uma possível terceira onda em função da variante Ômicron aumentando o número de casos”, disse. 

“Os dados iniciais apontam que, em países que têm um nível de vacinação equiparado ao Brasil, não têm gerado tanto impacto sobre o sistema hospitalar e sobre as unidades de terapia intensiva, mas o vírus é um inimigo imprevisível e nós não temos que baixar a guarda”, finalizou o ministro da Saúde.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Ciência e Saúde

Saúde

Rio de Janeiro vacina grupos prioritários de 30 a 39 anos contra gripe

Campanha de vacinação termina em 3 de junho

23 de Maio de 2022 as 10h00

Saúde

Enxaqueca requer tratamento médico, alerta neurologista

"Não é uma doencinha qualquer", diz especialista Leandro Calia

23 de Maio de 2022 as 05h45

Saúde

Brasil tem 12,6 mil novas infecções por covid-19 em 24h

De ontem para hoje, 99 pessoas perderam a vida

22 de Maio de 2022 as 18h00

Saúde

Esporte melhora saúde e autoestima de transplantados

Iniciativas também ajudam a incentivar a doação de órgãos

22 de Maio de 2022 as 10h30

Saúde

Covid-19: chega ao fim estado de emergência em saúde pública no Brasil

Segundo o governo, nenhuma política pública de saúde será interrompida

22 de Maio de 2022 as 10h15

Saúde

Insônia em crianças pode ser tratada com higiene do sono, diz médico

Rotina e hábitos antes de dormir ajudam a evitar a insônia em pequenos

22 de Maio de 2022 as 09h15

Saúde

Pessoas com asma devem redobrar cuidados no outono e no inverno

Brasil registra mais de 20 milhões de pessoas com asma

21 de Maio de 2022 as 11h30

Saúde

Ministério da Saúde abre consulta sobre diagnóstico do câncer de pele

Contribuições devem ser enviadas para a Conitec até 8 de junho

20 de Maio de 2022 as 08h30

Saúde

Covid-19: em 24 horas, Brasil teve 10,4 mil casos e 114 mortes

Pacientes recuperados da doença são 29,7 milhões

19 de Maio de 2022 as 20h00

Saúde

No Rio, caminhada no Leme dá largada a projeto de incentivo à saúde

Unidades básicas terão profissionais para orientar usuários do SUS

19 de Maio de 2022 as 17h15

Saúde

Ministério inclui covid-19 em lista de notificação compulsória

Medida é obrigatória para médicos e profissionais de saúde

19 de Maio de 2022 as 17h15

Saúde

Prazo de inscrição para a 2ª etapa do Revalida 2022 acaba hoje

Pagamento da taxa poderá ser feito até o dia 20

19 de Maio de 2022 as 17h15

Saúde

Covid-19: Butantan identifica nova variante recombinante em São Paulo

Trata-se da variante XG da cepa Ômicron

19 de Maio de 2022 as 17h15

Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Ministério da Saúde lançou campanha para ampliar estoques públicos

19 de Maio de 2022 as 17h15

Saúde

Covid-19: Brasil tem 26,3 mil novos casos e 229 mortes em 24 horas

Mais de 428,9 milhões de doses de vacinas foram aplicadas no país

19 de Maio de 2022 as 17h15

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO