Saúde

São Paulo libera distanciamento mínimo em escolas, cinemas e teatros

Decisão da prefeitura começa a valer a partir de amanhã

Fonte:EBC
14 de Outubro de 2021 as 15h 00min

© Rovena Rosa/Agência Brasil

A prefeitura de São Paulo liberou, a partir de amanhã (15), a necessidade de espaçamento de um metro entre cadeiras em cinemas e teatros. O anúncio foi feito hoje (14) pelo prefeito Ricardo Nunes.

Com a decisão, poderão ser ocupados todos os lugares e cadeiras nesses ambientes. A administração municipal recomenda, no entanto, que seja solicitado o comprovante de vacinação contra a covid-19, com ao menos uma dose. Essa exigência é obrigatória para eventos que reúnam mais de 500 pessoas.

A necessidade de espaçamento também deixou de valer para escolas, com validade a partir do próximo dia 25 de outubro. Nunes destacou, entretanto, que os estudos que embasaram a dispensa do distanciamento mostram que ainda é necessário o uso de máscaras mesmo ao ar livre.

Essa determinação só poderá ser revista, segundo o prefeito, depois de 10 de novembro. “Nós vamos apresentar um novo estudo, porque entre o dia 10 e 15, nós vamos estar com 100% das pessoas com ciclo vacinal completo”, ressaltou o prefeito.

A prefeitura fez o rastreamento e monitoramento de 2,3 mil casos confirmados de covid-19 e observou a transmissibilidade da doença a partir dos contatos dessas pessoas. A partir da taxa de contágio, a recomendação foi de manter as medidas contra a disseminação do vírus, como o uso de máscaras.

Vacinação

O prefeito comparou os dados da imunização contra o novo coronavírus na cidade de São Paulo e outras grandes capitais, como Nova York, Londres e Berlim. Segundo Nunes, atualmente receberam as duas doses ou dose única das vacinas contra a doença, 78,8% da população acima de 12 anos de idade e 86,1% das pessoas adultas (com mais de 18 anos). “Somos, disparado na frente, a capital que mais vacinou no mundo”, afirmou.

Retorno às escolas

Com o fim da necessidade de distanciamento, as escolas voltarão a funcionar normalmente, com os estudantes frequentando as aulas todos os dias. “Não haverá mais rodízio nas escolas municipais. Todos os alunos podem ser atendidos todos os dias”, ressaltou o secretário municipal de Educação, Fernando Padula.

As famílias podem, no entanto, optar por não enviar os jovens para a escola. Para isso, é necessário assinar um termo de responsabilidade, se comprometer a retirar as atividades impressas na escola e que os estudantes assistam aos vídeos disponibilizados pela secretaria.

Surtos

A coordenadora do núcleo epidemiológico da vigilância sanitária municipal, Paula Bisordi, disse que desde a volta às aulas, em abril, os estabelecimentos de ensino passaram por diversos surtos de síndrome gripal respiratória. Em toda a cidade, foram 2.074 surtos, sendo que 80% em unidades escolares. Do total de surtos, 70% foram confirmados como causados pela covid-19.

Nas escolas, os surtos causaram 13,2 mil casos de adoecimento, mais de 60% em adultos entre 20 e 69 anos. As crianças com idade entre 1 e 4 anos responderam por 21,3% dos casos. Bisordi afirmou que, no momento, a situação nas escolas em relação à transmissão da covid-19 está controlada. "Atualmente, nós não vemos tendência de aumento desses surtos em unidades escolares”, disse.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Ciência e Saúde

Saúde

Rio aplica 61,4 mil vacinas em dia D para crianças e adolescentes

Objetivo é regularizar cadernetas de vacinação

17 de Outubro de 2021 as 11h15

Saúde

Pfizer entrega mais 1,3 milhão de doses de vacina ao Brasil

Imunizantes chegaram nesta manhã a São Paulo

17 de Outubro de 2021 as 10h30

Saúde

Brasil registra 11,25 mil casos de covid-19 e 483 mortes, em 24 horas

Número de pessoas recuperadas chega a 20,78 milhões

16 de Outubro de 2021 as 19h00

Saúde

População estará imunizada contra covid até o fim do ano, diz ministro

Queiroga participou do Dia D da Campanha de Multivacinação

16 de Outubro de 2021 as 18h15

Saúde

Brasil recebe lote de 4,5 milhões de doses da vacina da Pfizer

Carregamento com 1,3 milhão de doses deve chegar amanhã

16 de Outubro de 2021 as 10h15

Saúde

Covid-19: Rio conclui hoje segunda dose da vacinação em massa da Maré

Estudo da Fiocruz no bairro avalia efetividade da AstraZeneca

16 de Outubro de 2021 as 10h00

Saúde

Covid-19: São Paulo tem 5 mil postos abertos hoje para segunda dose

Objetivo do Dia V é aumentar cobertura vacinal no estado

16 de Outubro de 2021 as 06h00

Saúde

Covid-19: cai de 12 para 8 semanas prazo entre as doses da AstraZeneca

Fica a cargo dos municípios ajustes de calendários para aplicação

15 de Outubro de 2021 as 19h00

Saúde

Covid-19: em 24 horas foram registrados 15,2 mil casos e 570 mortes

15 de Outubro de 2021 as 18h45

Saúde

Estado do Rio tem a maior queda de óbitos e internações por covid-19

Índice, que é medido desde julho de 2020, teve maior queda

15 de Outubro de 2021 as 18h00

Saúde

Fiocruz entrega cerca de 4 milhões de doses da vacina de covid-19

Imunizantes foram entregues ao Ministério da Saúde

15 de Outubro de 2021 as 17h00

Saúde

Atrasos de fabricantes adiam reforço da vacina contra covid-19 no Rio

Previsão de atraso do cronograma é de quatro dias

15 de Outubro de 2021 as 10h15

Saúde

Covid-19: 150 milhões de pessoas foram vacinadas com a primeira dose

Cerca de 101 milhões completaram o ciclo vacinal

14 de Outubro de 2021 as 20h30

Saúde

Anvisa e empresários discutem protocolos para retomada de cruzeiros

Serviços foram suspensos com a pandemia de covid-19

14 de Outubro de 2021 as 19h15

Saúde

Covid-19: ação busca imunização completa de adultos na Maré até sábado

Primeira etapa da campanha superou meta e imunizou 37 mil pessoas

14 de Outubro de 2021 as 18h30

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO