Economia

Comércio de itens usados cresce 48,5% na pandemia

Pandemia e preocupação com meio ambiente podem ser causas de alta

Fonte:EBC
05 de Setembro de 2021 as 18h 15min

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

A abertura de estabelecimentos que comercializam produtos de segunda mão teve um crescimento de 48,58%, entre os primeiros semestres de 2020 e 2021, de acordo com levantamento do Sebrae, com base em dados da Receita Federal. Para a entidade, a pandemia de covid-19, que aumentou o controle financeiro das famílias, e a preocupação cada vez maior com a preservação do meio ambiente, podem ter sido fatores que impulsionaram o mercado de usados no país.

A empresária Carolina Fonseca, de 39 anos, viu isso ocorrer na prática. Ela é proprietária do brechó de roupas Musa Moda Circular, em Brasília, e relata o aumento nas vendas e na abertura de brechós nesse período, principalmente de lojas online.

Para ela, as pessoas estão normalizando a compra de itens usados e revendo hábitos de consumo, principalmente aqueles que ficaram em homeoffice durante a pandemia. “As pessoas me traziam grande quantidade de desapegos. Elas passaram a rever o que tinham no guarda-roupa e viram que não faz mais sentido manter todas essas roupas. Além de passar mais tempo em casa e, teoricamente, ter esse tempo de repensar a própria vida. Vi esse movimento minimalista”, disse Carolina.

Segundo o Sebrae, foram abertas, no primeiro semestre desse ano, 2.104 novas empresas no segmento, sendo 1.875 microempreendedores individuais (MEI) e 229 empresas de pequeno porte. No mesmo período do ano passado, haviam sido criados 1.298 MEI e 118 pequenas empresas. “Esse incremento na abertura de novos negócios no comércio de itens usados, verificado entre os seis primeiros meses de 2020 e 2021, é o maior em seis anos”, destacou a entidade.

O levantamento abrange o comércio varejista de moedas e selos de coleção, livros e revistas e outros artigos usados, como móveis, utensílios domésticos, eletrodomésticos, roupas e calçados e material de demolição.

Tendências de mercado

De acordo com o Sebrae, essa é uma tendência mundial e pesquisas feitas em outros países comprovam que o mercado de usados ainda tem espaço para crescimento. A entidade cita a pesquisa feita pela ThreadUP, uma das principais plataformas de revenda de roupas nos Estados Unidos, que apontou que os valores movimentados nesse segmento dobraram desde 2019 e a projeção é que tripliquem até 2025.

A pesquisa da ThreadUP também detectou que os principais varejistas de vestuário já estão planejando como potencializar esse mercado e um dos caminhos escolhidos é a formação de parcerias. Para 60% deles, por questões logísticas, a forma mais viável de alcançar novos mercados é se unir às empresas já especializadas no segmento. Ainda assim, 28% dizem que pretendem estruturar uma operação própria.

Para os empreendedores brasileiros, o Sebrae recomenda conhecer seus nichos de mercado, além de estabelecer presença no mundo digital, que pode favorecer uma captação maior de clientes e maior recorrência de compras das mercadorias.

Carolina, por exemplo, hoje só trabalha com o comércio digital. Por questões de segurança, no início da pandemia de covid-19, em março de 2020, decidiu fechar o showroom que tinha em casa, onde atendia por hora marcada, e concentrou os esforços na promoção do seu site da loja Musa e da página no Instagram.

“Quando migrei totalmente para o online vi que funcionava melhor, tinha uma frequência maior de vendas e as pessoas estavam mais abertas por causa da pandemia”, disse, explicando que, como todo comércio digital, oferece garantia das peças e possibilidade de devolução em sete dias. “A pandemia deu essa brecha e eu aproveite”, ressaltou.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Economia

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em março

Benefício também será pago a inscritos no Bolsa Família com NIS 5

22 de Outubro de 2021 as 05h15

Economia

CMN remaneja R$ 1,3 bi para cafezais afetados por geadas

Órgão também facilitou compra de máquinas por agricultores familiares

21 de Outubro de 2021 as 21h00

Economia

Secretários do Ministério da Economia pedem exoneração

Pasta disse que as decisões foram de ordem pessoal

21 de Outubro de 2021 as 18h00

Economia

Aneel reajusta tarifa de distribuidoras de Goiás, Brasília e São Paulo

Revisões tarifárias estão previstas nos contratos de concessão

21 de Outubro de 2021 as 15h00

Economia

Sefaz notifica revendedores de combustíveis por irregularidades no recolhimento do ICMS

Ação resultou no recolhimento de R$ 18,5 milhões

21 de Outubro de 2021 as 09h30

Economia

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em fevereiro

Também recebem hoje inscritos no Bolsa Família com NIS 4

21 de Outubro de 2021 as 05h15

Economia

Auxílio Brasil: Guedes afirma que governo usará R$ 30 bi fora to teto

Compromentimento com equilíbrio fiscal será mantido, afirmou ministro

20 de Outubro de 2021 as 18h45

Economia

Insuficiência para cumprir regra de ouro cai para R$ 93,9 bilhões

Retomada da economia e esforços de ajuste fiscal reduziram estimativa

20 de Outubro de 2021 as 17h45

Economia

Varejo paulistano cresceu 33,8% na primeira quinzena de outubro

Setor ainda não recuperou os patamares anteriores à pandemia

20 de Outubro de 2021 as 17h00

Economia

Taxa média do empréstimo pessoal varia 0,95% em outubro, diz Procon-SP

Taxa do cheque especial permanece a taxa de 7,96% ao mês

20 de Outubro de 2021 as 11h15

Economia

Intenção de consumo das famílias se mantém estável em outubro

Pesquisa foi feita pela CNC

20 de Outubro de 2021 as 10h15

Economia

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em janeiro

Também recebem hoje inscritos no Bolsa Família com NIS 3

20 de Outubro de 2021 as 05h15

Economia

Petrobras tem demanda para novembro acima da capacidade de produção

Estatal diz que teve pedidos de gasolina e diesel muito acima da média

19 de Outubro de 2021 as 18h30

Economia

PIB recua 1% em agosto, aponta Ibre/FGV

Na comparação interanual, a economia avançou 4,4%

19 de Outubro de 2021 as 11h00

Economia

Nascidos em novembro e dezembro podem sacar auxílio emergencial

Parcela foi depositada em 2 e 3 de outubro

19 de Outubro de 2021 as 05h45

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO