Economia

Contas públicas fecham outubro com saldo positivo de R$ 28,195 bilhões

Esse foi o maior superávit para o mês desde 2016

Fonte:EBC
29 de Novembro de 2021 as 15h 00min


Com o crescimento da arrecadação e a redução das despesas geradas pela pandemia de covid-19, o Governo Central, formado por Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, registrou superávit de R$ 28,195 bilhões, em outubro. Esse foi o maior resultado positivo para o mês desde outubro de 2016, quando foi registrado superávit primário de R$ 51,756 bilhões (valor corrigido pela inflação). A informação foi divulgada hoje (29) pela Secretaria do Tesouro Nacional.

O resultado primário é formado por receita menos despesas, sem considerar os gastos com juros.

Em outubro do ano passado, o Governo Central registrou déficit de R$ 3,783 bilhões (valor corrigido pela inflação). De acordo com o Tesouro, em outubro de 2021 comparado a igual mês do ano passado, houve um aumento real (descontada a inflação) de 5,9% (crescimento de R$ 8,7 bilhões) da receita líquida e um decréscimo real de 15,4% (menos R$ 23,3 bilhões) das despesas totais.

“A diminuição nas despesas primárias em outubro de 2021 em comparação com o mesmo mês do ano anterior foi influenciada principalmente pela redução nos gastos em resposta aos efeitos socioeconômicos da crise provocada pela covid-19”, diz relatório do Tesouro Nacional.

Os créditos extraordinários e o apoio financeiro a estados e municípios apresentaram redução de R$ 22,8 bilhões e de R$ 4 bilhões, respectivamente, quando comparados a outubro de 2020. Por outro lado, naquele mês de 2020 houve devolução à União de R$ 6,8 bilhões destinados ao Programa Emergencial de Suporte a Empregos (Pese), evento sem equivalente em outubro de 2021, acrescentou o Tesouro.

Com o número de outubro, o resultado acumulado em dez meses totaliza um déficit primário de R$ 53,404 bilhões, ante saldo negativo de R$ 767,421 bilhões (valor corrigido pela inflação) no mesmo período de 2020. Esse foi menor resultado negativo acumulado de janeiro a outubro desde 2015, quando ficou em R$ 51,587 bilhões.

Meta

Para este ano, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) estabelece meta de déficit de R$ 247,1 bilhões para o Governo Central, mas projeto de lei aprovado no fim de abril permite o abatimento da meta de até R$ 40 bilhões de gastos com o enfrentamento da pandemia de covid-19.

Dívida pública

O Tesouro Nacional também divulgou hoje o Relatório de Projeções da Dívida Pública. Segundo o relatório, a Dívida Pública do Governo Geral (DBGG) deve fechar 2021 com uma queda superior a 8 pontos percentuais do PIB (Produto Interno Bruto – soma de todos os bens e serviços produzidos no país) em relação a 2020, “o que mostra reversão importante do aumento registrado no ano anterior em decorrência da queda de arrecadação e das medidas fiscais de enfrentamento à pandemia da covid-19”.

A previsão é que a DBGG termine 2021 em 80,6% do PIB. “De 2022 em diante, espera-se uma redução gradual nesse indicador, que atingiria um patamar de 76,6% do PIB em 2030. Essa trajetória é fruto, basicamente, do efeito do crescimento do PIB nominal e dos superávits primários esperados a partir de 2024”.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Economia

Faturamento da indústria de máquinas e equipamentos sobe 21,6% em 2021

Exportações e importações do setor também cresceram, diz Abimaq

26 de Janeiro de 2022 as 17h45

Economia

Reajuste médio dos salários ficou abaixo do INPC em dezembro

Dados são do boletim da Fipe

26 de Janeiro de 2022 as 16h30

Economia

Dívida pública fecha 2021 acima de R$ 5,6 trilhões

Redução de gastos com a pandemia segurou crescimento

26 de Janeiro de 2022 as 16h00

Economia

Dívida pública pode alcançar até R$ 6,4 trilhões em 2022

Números foram divulgados pelo Tesouro Nacional

26 de Janeiro de 2022 as 15h15

Economia

Pequenas empresas são responsáveis por 70% dos novos empregos

Pesquisa, referente a novembro de 2021, é do Sebrae

26 de Janeiro de 2022 as 14h45

Economia

Prévia da inflação, IPCA-15 de janeiro fica em 0,58%, informa IBGE

Índice desacelerou com queda na gasolina, apesar da alta nos alimentos

26 de Janeiro de 2022 as 10h00

Economia

Índice de Confiança da Construção recua 3,9 pontos em janeiro

Em médias móveis trimestrais, o índice caiu 1,1 ponto

26 de Janeiro de 2022 as 09h45

Economia

Índice Nacional de Custo da Construção sobe 0,64% em janeiro

Com o resultado, o índice acumula alta de 13,7% em 12 meses

26 de Janeiro de 2022 as 09h00

Economia

BNDES amplia para R$ 150 milhões Fundo Socioambiental

Perspectiva de captação passa de R$ 200 milhões para R$ 300 milhões

26 de Janeiro de 2022 as 09h00

Economia

Projeto preserva cultura da pesca artesanal de mexilhões em Niterói

Resultados práticos devem ser apresentados em três meses

26 de Janeiro de 2022 as 05h45

Economia

Caixa paga Auxílio Brasil a cadastrados com NIS final 7

Valor mínimo para cada família é R$ 400

26 de Janeiro de 2022 as 05h15

Economia

Correntistas resgatam R$ 900 mil esquecidos em bancos, segundo BC

Cerca de 79 mil pessoas consultaram nova ferramenta do Registrato

25 de Janeiro de 2022 as 18h30

Economia

Arrecadação federal soma R$ 1,87 trilhão e bate recorde em 2021

Recuperação da economia e impostos sobre lucros garantem crescimento

25 de Janeiro de 2022 as 16h30

Economia

Governo destina R$ 500 mil para 126 entidades sociais através do Programa Nota MT

O resultado das doações está disponível no site do Nota MT, na opção Doe Sua Nota

25 de Janeiro de 2022 as 16h00

Economia

Confiança do empresário do comércio sobre 1,4% em janeiro, diz CNC

Indicador alcançou maior nível desde o início da pandemia de covid-19

25 de Janeiro de 2022 as 11h45

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO