Economia

FGV: confiança da construção fica estável com melhor nível desde 2014

Expectativa de demanda caiu em setembro

Fonte:EBC
27 de Setembro de 2021 as 09h 00min

© Fernando Frazão/Agência Brasil

O Índice de Confiança da Construção (ICST) de setembro, divulgado hoje (27) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), ficou em nível de estabilidade, variando 0,1 ponto, para 96,4 pontos. Este é o maior nível desde fevereiro de 2014, quando o indicador estava em 96,7 pontos. Em médias móveis trimestrais, é o quarto mês seguido de alta, com 1,3 ponto.

O indicador é composto pelos quesitos Situação Atual dos Negócios, Carteira de Contratos, Expectativas com relação à evolução do Volume de Demanda nos três meses seguintes e Expectativas em relação à evolução da Situação dos Negócios da Empresa nos seis meses seguintes. A série histórica começou em julho de 2010.

De acordo com a coordenadora de Projetos da Construção do FGV Ibre, Ana Maria Castelo, a expectativa de melhora da demanda foi corrigida para baixo, pressionada pela elevação das taxas de juros do crédito imobiliário.

“O segmento de Edificações Residenciais foi o que acusou a maior queda do indicador de demanda prevista. Ainda assim, a confiança das empresas acomodou num patamar mais favorável desde 2014 por uma ligeira melhora da percepção sobre à situação corrente. O Indicador de Evolução Recente da atividade alcançou o melhor resultado desde dezembro de 2012. Ou seja, a retomada da atividade ganha força na percepção empresarial, mas diminui o otimismo com a continuidade desse ciclo”.

Ana Maria explica que houve melhora no Índice de Situação Atual (ISA-CST), que subiu 0,8 ponto, para 92,7 pontos, alcançando o maior nível desde agosto de 2014, quando o índice estava em 93 pontos. A alta foi influenciada pelo aumento da satisfação em relação à situação atual dos negócios, que refletiu na alta de 1,8 ponto no indicador, para 92,2 pontos. Já o indicador de carteira de contratos caiu 0,2 ponto, para 93,3 pontos.

Por outro lado, foi registrada queda nas expectativas em relação aos próximos meses, com o Índice de Expectativas (IE-CST) recuando 0,7 ponto, para 100,2 pontos, nível considerado neutro. A queda foi influenciada pela piora de demanda prevista, que caiu 1,6 ponto, para 101,2 pontos. Já o indicador tendência dos negócios ficou relativamente estável, subindo 0,3 ponto, para 99,2 pontos.

O Nível de Utilização da Capacidade (Nuci) da Construção aumentou 1,9 ponto percentual e agora está em 75%. O Nuci de Mão de Obra avançou 1,9 ponto percentual, para 762%, e o Nuci de Máquinas e Equipamentos aumentou 1,2 ponto percentual, para 68,3%.

Ana Castelo destaca que a evolução recente das atividades das empresas de Edificações Residenciais alcançou o melhor resultado desde setembro de 2013.

“O indicador começa a refletir de forma mais significativa o ciclo de negócios do mercado imobiliário, que desde o ano passado vem acusando bons resultados. Crédito em expansão e baixas taxas de juros contribuíram para impulsionar as vendas que agora se traduzem em obras e emprego”.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Economia

Entidades do setor produtivo consideram alta da Selic excessiva

Para comércio e indústria, elevação prejudica recuperação econômica

27 de Outubro de 2021 as 19h30

Economia

Alta da Selic impactará pouco nos juros finais, diz Anefac

Diferença entre taxa básica e juro efetivo reduz efeito

27 de Outubro de 2021 as 18h30

Economia

Dívida Pública cai 0,68% em setembro e continua abaixo de R$ 5,5 tri

Vencimento de títulos corrigidos pela Selic provocou queda

27 de Outubro de 2021 as 16h00

Economia

Sebrae lança cursos para capacitar artesãos

Inscrições serão abertas hoje

27 de Outubro de 2021 as 12h45

Economia

IBGE: aumenta emprego formal e informal, mas cai rendimento médio

Trabalho com carteira assinada subiu 4,2%; sem carteira aumentou 10,1%

27 de Outubro de 2021 as 11h30

Economia

IBGE: desemprego cai para 13,2% no trimestre encerrado em agosto

Queda foi de 1,3 ponto percentual em relação ao mesmo mês de 2020

27 de Outubro de 2021 as 09h15

Economia

Arrecadação federal cresce 12,9% e bate recorde em setembro

Melhora da economia e IOF mais alto impulsionaram receita

26 de Outubro de 2021 as 14h45

Economia

Caged: Brasil gera 313,9 mil empregos formais em setembro

Acumulado do ano chega a 2,5 milhões de novas vagas

26 de Outubro de 2021 as 11h45

Economia

Prévia da inflação ficou em 1,20% em outubro

É a maior variação para o mês desde 1995

26 de Outubro de 2021 as 09h45

Economia

Custo da construção sobe 0,80% em outubro, informa FGV

Taxa é superior à de setembro mas inferior à de outubro de 2020

26 de Outubro de 2021 as 09h15

Economia

Copom inicia sétima reunião do ano para definir juros básicos

Expectativa é que taxa Selic suba de 6,25% para 7,5% ao ano

26 de Outubro de 2021 as 06h45

Economia

Preços de gasolina e diesel aumentam hoje nas refinarias

Litro da gasolina pura fica em R$ 3,19 em média

26 de Outubro de 2021 as 06h45

Economia

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em junho

Também recebem hoje inscritos no Bolsa Família com NIS 7

26 de Outubro de 2021 as 05h00

Economia

Ministro diz que privatização da Petrobras ampliaria investimentos

Paulo Guedes fez declaração em evento com presidente Bolsonaro

25 de Outubro de 2021 as 19h45

Economia

Falta de material e custos impactam a indústria da construção

Situação persiste pelo quinto trimestre seguido

25 de Outubro de 2021 as 15h15

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO