Economia

Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 10,12%

Previsão para crescimento da economia cai para 4,8% em 2021

Fonte:EBC
22 de Novembro de 2021 as 08h 15min

© Marcello Casal JrAgência Brasil

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerada a inflação oficial do país, subiu de 9,77% para 10,12% neste ano. É a 33ª elevação consecutiva da projeção. A estimativa está no Boletim Focus de hoje (22), pesquisa divulgada semanalmente, em Brasília, pelo Banco Central (BC), com a expectativa das instituições para os principais indicadores econômicos.

Para 2022, a estimativa de inflação ficou em 4,96%. Para 2023 e 2024, as previsões são de 3,42% e 3,1%, respectivamente.

Em outubro, puxada pelo aumento de preços de combustíveis e alimentos, a inflação acelerou 1,25%, a maior para o mês desde 2002, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, o indicador acumula altas de 8,24% no ano e de 10,67% nos últimos 12 meses.

A previsão para 2021 está acima da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 3,75% para este ano, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é 2,25% e o superior de 5,25%. Para 2022 e 2023, as metas são 3,5% e 3,25%, respectivamente, com o mesmo intervalo de tolerância.

Taxa de juros

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, definida em 7,75% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Para a próxima reunião do órgão, no mês que vem, o Copom já sinalizou que pretende elevar a Selic em mais 1,5 ponto percentual.

As projeções do BC para a inflação também estão ligeiramente acima da meta para 2022 e ao redor da meta para 2023. Isso reforça a decisão da autarquia de manter a política mais contracionista, com elevação dos juros, para manter o IPCA dentro do intervalo de tolerância definido pelo CMN.

Para o mercado financeiro, a expectativa é de que a Selic encerre 2021 em 9,25% ao ano, em linha com a sinalização do BC. Para o fim de 2022, a estimativa é de que a taxa básica suba para 11,25% ao ano. E para 2023 e 2024, a previsão é de Selic em 7,75% ao ano e 7% ao ano, respectivamente.

Quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, a finalidade é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Desse modo, taxas mais altas também podem dificultar a recuperação da economia. Além disso, os bancos consideram outros fatores na hora de definir os juros cobrados dos consumidores, como risco de inadimplência, lucro e despesas administrativas.

Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é de que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

PIB e câmbio

As instituições financeiras consultadas pelo BC reduziram a projeção para o crescimento da economia brasileira este ano de 4,88% para 4,8%. Para 2022, a expectativa para o Produto Interno Bruto (PIB) - a soma de todos os bens e serviços produzidos no país - é de crescimento de 0,7%. Em 2023 e 2024, o mercado financeiro projeta expansão do PIB em 2% para ambos os anos.

A expectativa para a cotação do dólar se manteve em R$ 5,50 para o final deste ano. Para o fim de 2022, a previsão é de que a moeda americana também fique nesse mesmo patamar.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Economia

Emissões de debêntures incentivadas batem recorde em 2021

Papéis financiam projetos de infraestrutura com isenção de IR

21 de Janeiro de 2022 as 16h00

Economia

BC comunica vazamento de dados de 160,1 mil chaves Pix

Foram vazados dados cadastrais da Acesso Pagamentos

21 de Janeiro de 2022 as 15h45

Economia

ANTT publica tabela com valores atualizados de frete rodoviário

Novos preços mínimos para a atividade estão no Diário Oficial da União

21 de Janeiro de 2022 as 15h45

Economia

Desempenho do varejo deve ser negativo no 1º trimestre, diz Ibevar

Projeções do varejo ampliado indicam queda de 2,22%

21 de Janeiro de 2022 as 15h30

Economia

SP: capital tem recorde de 74% das famílias endividadas em 2021

Já inadimplência apresentou estabilidade

21 de Janeiro de 2022 as 14h45

Economia

Receita abre segunda-feira consulta a lote residual do IR

Mais de 240 mil contribuintes receberão crédito bancário no dia 31

21 de Janeiro de 2022 as 13h45

Economia

Experiência ajudou Brasil a tomar medidas contra inflação, diz Guedes

Ministro da Economia participou do Fórum Econômico Mundial

21 de Janeiro de 2022 as 13h00

Economia

Caixa paga hoje Auxílio Brasil a cadastrados com NIS final 4

Valor mínimo para cada família é de R$ 400

21 de Janeiro de 2022 as 05h15

Economia

Banco do Brasil volta a ser eleito o mais sustentável do mundo

Ranking Global 100 analisa mais de 7 mil empresas

20 de Janeiro de 2022 as 17h30

Economia

Conab: Programa Modernização do Mercado Hortigranjeiro tem 1º boletim

Ceasas registram queda no preço da batata e alta da cebola

20 de Janeiro de 2022 as 10h30

Economia

Edital de privatização da Codesa será publicado amanhã

O evento está previsto para ocorrer no dia 25 de março

20 de Janeiro de 2022 as 10h15

Economia

Governo define reajustes de benefícios e contribuições previdenciários

Portaria foi publicada hoje no Diário Oficial da União

20 de Janeiro de 2022 as 08h30

Economia

Auxílio Brasil: Caixa paga hoje famílias cadastradas com NIS final 3

Repasse mínimo a cada família é de R$ 400

20 de Janeiro de 2022 as 07h15

Economia

Plano de recuperação do RJ poderá passar por ajustes, diz governador

Texto voltará a ser discutido com Ministério da Economia em 15 dias

19 de Janeiro de 2022 as 20h45

Economia

Auxílio Brasil deve injetar, no mínimo, R$ 84 bilhões na economia

Estudo da CNC aponta que 70% deste valor será para consumo imediato

19 de Janeiro de 2022 as 18h30

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO