Estado

Mais de R$ 150 milhões em investimentos marcam reestruturação do Sistema Penitenciário de Mato Grosso

Até o fim deste ano, Mato Grosso terá zerado o déficit carcerário, passando a ofertar 12 mil vagas para um total de 11 mil presos

Fonte:Secom Mato Grosso
01 de Julho de 2022 as 11h 00min

Michel Alvim - SECOM /MT

O Sistema Penitenciário de Mato Grosso tem passado por grandes mudanças, a começar pela reestruturação das unidades penais. Ao todo, os investimentos do Governo do Estado chegam a R$ 150 milhões em novas unidades, obras de reforma e ampliação e aparelhamento das 42 unidades existentes.

De uma realidade de 12 mil presos para apenas 6 mil vagas no início da gestão, em 2019, o Governo do Estado transformou o Sistema Penitenciário, ofertando atualmente quase 10 mil vagas para um total de 11 mil presos. Até o final deste ano, com a completa reestruturação da PCE, o total será de 12 mil vagas.

“Mato Grosso, no início de nossa gestão, tinha pouco mais de 6 mil vagas para 12 mil presos. Vamos chegar ao final desta gestão com 11 mil presos e quase 12 mil vagas no Sistema Penitenciário. Será o único estado brasileiro a ter uma vaga para cada preso, o que trará dignidade a estas pessoas. Vamos aplicar a pena determinada pela Justiça, mas iremos fazer respeitando o ser humano”, pontuou o governador Mauro Mendes.

A atual realidade se deve também ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que o Governo do Estado assinou com o Ministério Público Estadual (MPE), Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Assembleia Legislativa, Defensoria Pública de Mato Grosso e Ordem dos Advogados do Brasil seccional Mato Grosso (OAB/MT), entre outros.

O TAC não só propiciou ao Sistema Penitenciário de Mato Grosso ter relevantes melhorias, como auxiliou em um novo modelo, adotado especialmente na Penitenciária Central do Estado (PCE), que já inaugurou três novos raios com 432 vagas cada e um Raio de Segurança Máxima, recém-inaugurado, nesta quarta-feira (30.06), pelo governador Mauro Mendes e pelo secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Para o desembargador do TJMT, Orlando Perri, a atual gestão tratou o Sistema Penitenciário com a devida atenção, investindo a transformando a realidade.

“O governador Mauro Mendes está aberto e sensível a esta situação, porque bem sabe ele que não se pode combater a violência sem investir no sistema prisional. Nós estamos trabalhando junto ao Governo do Estado para a ressocialização dos reeducandos. Parabéns governador, por toda atenção e cuidado com o sistema prisional”, pontuou.

Este último raio trata-se de um marco para Mato Grosso, já que foi o primeiro estado a investir neste modelo, onde presos de alta periculosidade e líderes de organizações criminosas ficarão reclusos. O novo modelo trouxe investimentos em tecnologia de ponta, já que se trata de raios com câmeras de monitoramento, sala de controle, portas automatizadas e climatizadores, entre outras inovações.

Para o juiz da Vara de Execução Penal de Cuiabá, Geraldo Fidélis, o Raio de Segurança Máxima também pode ser entendido por Raio de Segurança “Extrema”, por se tratar de um espaço altamente seguro dentro de uma unidade já considerada de segurança máxima.

“O Estado de Mato Grosso está gerindo seus problemas e, agora, temos o Raio de Segurança Extrema dentro da PCE. Trata-se de um lugar adequado, com espaço suficiente para pessoas com este perfil”, destacou Fidélis.

Operação Elisson Douglas -A transformação da PCE também só foi possível, porque a atual gestão desencadeou a Operação Elisson Douglas, ainda em 2019. O secretário Alexandre Bustamante lembrou que, antes da ação, a penitenciária era tomada por organizações criminosas, que lideravam diversos crimes dentro e fora das grades.

“Quando assumimos a gestão da Sesp, o governador Mauro Mendes nos confiou a missão de modernizar o Sistema Penitenciário. Mas o quadro era caótico - os fornecedores estavam há meses sem receber, a exemplo da alimentação nas unidades penais, que ficou atrasada por 10 meses. Foi a partir da Operação Elisson Douglas, que iniciamos a mudança no sistema, o que acabou refletindo também nos índices de criminalidade do lado de fora. O Estado retomou o controle da PCE e o TAC nos deu mecanismos para continuar esta grande mudança”, relembrou Bustamante.

A operação cortou diversas regalias destinadas aos presos dentro da unidade. Foram retirados aparelhos celulares, móveis, muito lixo acumulado e até dinheiro em espécie circulava dentro da unidade.

“A PCE de 2019 em nada se parece com a unidade que conseguimos reestruturar nestes anos. E isso foi fruto de um trabalho coletivo, mas que se não tivesse a atenção do governador Mauro Mendes não teria se concretizado”, destacou Bustamante.

Obras retomadas e inauguradas

Desde o início da atual gestão, o governo também retomou e entregou duas obras que estavam paralisadas ao longo das gestões anteriores: o Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande, entregue em 2020 e o Centro de Detenção Provisória de Peixoto de Azevedo, recém-inaugurado na última terça-feira (28.06).

As tratativas para o início das duas obras iniciaram em 2008, uma espera de 12 anos no caso da unidade de Várzea Grande e de 14 anos na de Peixoto de Azevedo.

Outras reformas e adequações -Outras unidades também passaram por reforma - Penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira (Ferrugem), em Sinop; Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá; Centro de Detenção Provisória de Tangará da Serra; Penitenciária Feminina de Rondonópolis; Cadeia Pública de Comodoro; Cadeia Pública de Mirassol D’Oeste e Cadeia Pública de Alta Floresta, entre outras.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Estado

Estado

PF apreende caminhão com 180 kg de cocaína no Rio de Janeiro

Ação ocorreu no bairro da Penha, zona norte da capital

10 de Agosto de 2022 as 20h15

Estado

Quase metade dos brasileiros fazem bico para completar renda

A maior parte dos bicos está relacionada com serviços

10 de Agosto de 2022 as 18h30

Estado

Frente fria pode trazer ventania e ressaca à cidade do Rio de Janeiro

Marinha e sistemas de previsão alertam sobre riscos até sexta-feira

10 de Agosto de 2022 as 18h15

Estado

Julho registra temperatura média mais alta da história 

Termômetros registraram temperatura média de 22,8ºC

10 de Agosto de 2022 as 12h00

Estado

PF identifica plano para resgate de líderes criminosos em presídios

Operação Anjos da Guarda foi deflagrada em três estados e no DF

10 de Agosto de 2022 as 10h00

Estado

Censo 2022 começa em territórios indígenas

Todas as comunidades e aldeias vão ser visitadas até 31 de outubro

10 de Agosto de 2022 as 08h30

Estado

Defesa Civil alerta para baixas temperaturas e ventania em São Paulo

Litoral está mais suscetível a ventos fortes

10 de Agosto de 2022 as 08h30

Estado

Ônibus urbano perdeu 10,8 milhões de passageiros em 2021

Dados são da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos

09 de Agosto de 2022 as 14h45

Estado

Prefeitura do Rio demoliu 1313 construções irregulares desde 2021

Prejuízo para o crime organizado chegou a R$ 646 milhões

09 de Agosto de 2022 as 14h15

Estado

Ministro vistoria embarque por biometria em Congonhas

Ponte aérea é a primeira do mundo com acesso biométrico do check-in

09 de Agosto de 2022 as 12h15

Estado

Polícia Federal combate fraudes praticadas em lotéricas

Dois mandados de apreensão são cumpridos em Campo Grande

09 de Agosto de 2022 as 10h45

Estado

PF e Receita fazem operação contra importação irregular de eletrônicos

Criminosos atuavam no Paraná e lavaram mais de R$ 420 milhões

09 de Agosto de 2022 as 08h45

Estado

Força Nacional vai apoiar a Funai em terra indígena no Amazonas

Os policiais militares trabalharão por 30 dias, a contar de hoje

09 de Agosto de 2022 as 07h45

Estado

Cresce população de antas na natureza, no estado do Rio de Janeiro

Projeto registra filhote de anta livre na natureza

08 de Agosto de 2022 as 16h15

Estado

Rio de Janeiro cria dia para celebrar fim das restrições contra covid

Decreto definiu o dia 2 de setembro para as comemorações

08 de Agosto de 2022 as 14h30

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO