Estado

Senado aprova volta do despacho gratuito de bagagem

Medida Provisória também desburocratiza operações no serviçco aéreo

Fonte:Agência Brasil
18 de Maio de 2022 as 10h 00min

© Rovena Rosa/Agência Brasil

O Senado aprovou hoje (17) a Medida Provisória (MP) 1089/2021, que disciplina o transporte aéreo no país e que foi editada pelo governo com o intuito de atrair investidores e desburocratizar o setor. Os senadores mantiveram o trecho incluído na Câmara que retoma o despacho gratuito de bagagem de até 23 quilos em voos nacionais e de até 30 quilos em voos internacionais. O texto volta à Câmara para nova análise.

O relator da MP no Senado, Carlos Viana (PL-MG), retirou do relatório a retomada do despacho gratuito de bagagem. Na defesa da retirada do trecho, ele utilizou o argumento de que retomar a franquia de bagagem pode aumentar os preços das passagens e, da mesma forma, o despacho pago pode reduzir os preços.

Viana sustentou o mesmo entendimento do início da cobrança de bagagem, após aproximadamente cinco anos de vigência dessa regra e sem reduções significativas terem sido observadas. Ele atribuiu a não redução dos preços à crise gerada pela pandemia e também à guerra entre Rússia e Ucrânia.

“Se hoje os preços estão elevados é porque o setor passa por um momento extremamente crítico, tentando se recuperar após a maior crise da história, que vivemos nos últimos dois anos, enfrentando a cotação do dólar em níveis recordes, e ainda tendo que lidar com os impactos atuais do aumento do preço do combustível, gerado pela guerra na Ucrânia”, afirmou em seu relatório.

Zenaide Maia (Pros-RN) criticou a decisão de Viana e a MP de uma maneira geral. Para ela, enfraquece o Estado em benefício do mercado das aéreas. “Na hora que é para as empresas terem lucro, o estatal é que tem que responder por isso. Financiar, abrir espaço para crédito, fazer renúncias fiscais. Mas na hora de diminuir o preço das passagens ou não cobrar a bagagem, aí não é para interferir porque eles são privados”.

Carlos Portinho (PL-RJ) divergiu da colega e seguiu o raciocínio de Viana. “Manter o texto da Câmara vai fazer com que, no futuro, paguemos um preço maior”. Para Fábio Garcia (União Brasil-MT), as aéreas usam os dispositivos legais para lucrar mais.

“Quando eu era deputado federal, em 2017, acreditei nas companhias aéreas quando disseram que se permitisse que se cobrasse pela bagagem, elas diminuiriam o preço da passagem aérea. E isso não foi verdade. E agora dizem que se a gratuidade for concedida, irão aumentar o preço da passagem. Não entendo a lógica”, afirmou o senador por Mato Grosso.

Um destaque apresentado pelo PSD, porém, propunha retirar a emenda de Viana, restituindo o trecho aprovado na Câmara sobre bagagens. Por 53 a 16, o destaque foi vencedor e a franquia de bagagens foi mantida, tal qual foi decidido pelos deputados.

Desburocratização do serviço aéreo

A Medida Provisória vai além dessa questão. Ela define o serviço aéreo como uma atividade de interesse público que, mesmo submetida à regulação, pode ser livremente explorada por entes privados. “O entendimento já abalizado pelo Supremo Tribunal Federal é de que as referidas atividades não são serviços de titularidade exclusiva do Estado e, portanto, não exigem a outorga, por concessão ou permissão”, disse Viana em seu relatório.

Além disso, Qualquer pessoa física ou jurídica poderá explorar serviços aéreos, observadas as normas do Código Brasileiro de Aeronáutica (CBA) e da autoridade de aviação civil. A proposta também muda valores e tipos de operações sujeitas a taxas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Segundo o texto, tanto as companhias aéreas quanto os que prestam serviços de intermediação de compra de passagem devem fornecer as informações pessoais do passageiro às autoridades federais competentes.

Arrendamento

Outra Medida Provisória foi votada, também tratando o setor aéreo nacional. Os senadores aprovaram a MP 1.094/2021, que prevê a redução de Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) para pagamentos deleasing(arrendamento) de aeronaves por empresas brasileiras a empresas do exterior. O texto reduz as alíquotas do IRRF nas remessas feitas ao exterior para pagar prestações doleasingde aeronaves e motores.

A redução do imposto tem validade até o final de 2026. Para 2022 e 2023, a medida provisória reduz a alíquota de 15% para zero. A MP prevê uma alíquota de 1% para 2024; 2% para 2025 e 3% para 2026.

Oleasingaeronáutico funciona como um aluguel feito por bancos, financeiras e empresas a companhias aéreas. Os donos das aeronaves as alugam para operadoras aéreas, que pagam um valor mensal para uso do bem e ficam responsáveis pela operação e manutenção. Grande parte dessas empresas no Brasil e no mundo opera com aviões arrendados. De acordo com o setor, uma das vantagens desse tipo de contrato é o menor custo imediato para as companhias aéreas do que elas teriam com a aquisição de aeronaves.

*Com informações da Agência Senado.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Estado

Estado

Projeto da Sema Mato Grosso leva práticas agrícolas sustentáveis para famílias de nove comunidades

O Programa de Educação Ambiental na Agricultura Familiar (PEAAF) atende os municípios de Peixoto de Azevedo, Tangará da Serra, Barra do Bugres, Poconé e Nossa Senhora do Livramento

30 de Junho de 2022 as 18h30

Estado

Baixa alíquota do ICMS reflete diretamente no preço do etanol na bomba

Mato Grosso registrou queda de preços em 130 municípios. Percentual do imposto cobrado no Estado é o menor do país

30 de Junho de 2022 as 17h30

Estado

Ministério da Justiça deflagra nona fase da Operação Luz na Infância

Pelo menos 26 suspeitos foram presos

30 de Junho de 2022 as 17h30

Estado

Governo de MT firma parceria com municípios para construção de casas populares nesta sexta-feira (1º)

O programa foi idealizado pela primeira-dama Virginia Mendes e será executado em conjunto por Setasc e Sinfra

30 de Junho de 2022 as 17h15

Estado

Embratur vai promover Patrimônios Históricos do Brasil no exterior

Objetivo é atrair mais turistas estrangeiros

30 de Junho de 2022 as 17h00

Estado

Aluna de Escola Estadual de Paranatinga representa MT no programa Jovens Senadores

Entre os dias 27 de junho e 1º de julho, os estudantes irão vivenciar a rotina legislativa, discutirão duas propostas e terão seus projetos apreciados pelo Senado

30 de Junho de 2022 as 15h45

Estado

Sema-MT flagra garimpo ilegal em Unidade de Conservação e impede dano ambiental

Operação Cedif continua com equipes em campo para flagrar crimes ambientais em todo o estado

30 de Junho de 2022 as 15h45

Estado

Hospital Regional de Rondonópolis abre 10 leitos de UTI com suporte em neurocirurgia

Novos leitos especializados serão referência em atendimento para os 19 municípios da região Sul de Saúde

30 de Junho de 2022 as 15h30

Estado

Governo de MT entrega 720 escrituras registradas a famílias do bairro 1° de Março

Documentos definitivos são entregues registrados em cartório totalmente gratuitos

30 de Junho de 2022 as 15h30

Estado

Estudantes mato-grossenses viajam para Washington

As estudantes Jhenneffer Larine e Laís Ribeiro farão um intensivão, com participação em oficinas sobre liderança e empreendedorismo

30 de Junho de 2022 as 15h30

Estado

Governo investe R$ 56 milhões para asfaltar 11 bairros de Cuiabá: "Afalto é vida", afirma líder comunitário

Obras serão no Jardim Fortaleza, Novo Tempo, Parque Amperco, Novo Milênio, Campo Verde, Planalto, Jardim Aroeira, Novo Horizonte, Osmar Cabral, Tancredo Neves e Alto Boa Vista

30 de Junho de 2022 as 15h30

Estado

“Com esse governo competente, a população só ganha”, afirma prefeito de Sorriso

Ao todo, 14 municípios foram contemplados com novos investimentos para execução de asfaltos, construção de casas e eventos culturais

30 de Junho de 2022 as 15h30

Estado

Estado fecha o semestre com apreensão de mais de 160 máquinas e R$ 570 milhões em multas aplicadas por crimes ambientais

Ação integrada promoveu 117 operações em todo o território estadual no período, além das autuações feitas de modo remoto por imagens de satélite

30 de Junho de 2022 as 15h15

Estado

EBC e Polícia Federal assinam contrato para produção de série

Os Federais estreia em agosto

30 de Junho de 2022 as 15h15

Estado

Seduc realiza em Cuiabá 1º Fórum Estadual de Educação Indígena

O evento deliberou sobre políticas públicas, infraestrutura, tecnologia, questão pedagógica e valorização do profissional da educação indígena

30 de Junho de 2022 as 15h00

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO