Política

Apoiadores do Estatuto do Nascituro defendem proibição do aborto em qualquer situação

Michel Jesus/Câmara dos Deputados Chris Tonietto: "Queremos que o aborto seja algo impensável" As comissões de Seguridade Social e Família e de D...

Fonte:Agência Câmara de Notícias
08 de Outubro de 2021 as 15h 30min

Chris Tonietto:

As comissões de Seguridade Social e Família e de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados ouviram, em seminário realizado nesta sexta-feira (8), apoiadores do Projeto de Lei 434/21, da deputada Chris Tonietto (PSL-RJ), que institui o Estatuto do Nascituro.

O projeto trata da proteção integral do nascituro – tido como o indivíduo humano concebido, mas ainda não nascido – e proíbe o aborto em qualquer circunstância, mesmo em caso de estupro. Pelo texto, o nascituro concebido em razão de ato de violência sexual goza dos mesmos direitos de que gozam todos os nascituros.

O projeto tramita apensado a outra proposta, de 2007, também intitulada Estatuto do Nascituro (PL 478/07 e apensados), apresentada pelos ex-deputados Luiz Bassuma e Miguel Martini. Desde a apresentação do texto, o Estatuto do Nascituro é alvo de polêmica na Casa ao prever a concessão de uma bolsa a mulheres que engravidem após estupro.

"O que nós queremos é que nenhuma mulher, de fato, aborte. Queremos que o aborto seja algo impensável. O nascituro é pessoa, como muito bem foi mencionado, e temos que respeitar e valorizar essa pessoa humana, que é o nascituro, desde a concepção existe a vida, e desde esse momento temos que celebrar o dom da vida, desde a concepção até a morte natural", afirmou Chris Tonietto.

A deputada criticou o Código Penal, que permite o aborto quando a gravidez é decorrente de estupro e em caso de risco de vida para a mulher.

Feto anencéfalo
Já o advogado Ives Gandra criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que em 2012 permitiu o aborto quando o feto é anencéfalo, ou seja, não possui cérebro. Para ele, não cabe ao Supremo legislar sobre o tema. Ele afirmou que a Constituição considera inviolável o direito à vida – embora não explicite quando a vida começa – e que o Pacto de São José, tratado internacional sobre direitos humanos ratificado pelo Brasil, determina a proteção da vida desde a concepção. Ives Gandra acredita que outros animais têm tido a vida mais protegida do que o ser humano.

"Todos aqueles que defendem o aborto garantem a vida à tartaruga desde a concepção. As tartarugas têm um tratamento melhor do que os seres humanos. Dizem eles que podemos fazer aborto porque o ser humano não é uma espécie em extinção, mas não a tartaruga, porque a tartaruga não pode correr o risco de extinção, temos que dar mais direitos à tartaruga do que ao ser humano. Considerem pelo menos o nascituro igual a uma tartaruga", disse.

Código Civil
Representante do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Rodrigo Rodrigues Pedroso defendeu a proposta de Chris Tonietto. "Esse estatuto tem o condão de resolver muita coisa que está envergonhada na legislação brasileira, desde a Constituição até o Código Civil", avaliou. Ele elogiou a proposta por estabelecer que a personalidade civil do indivíduo humano começa com a concepção. "Isso é fundamental, porque vem resolver um problema de redação do Código Civil, vem resolver um problema que já deveria estar resolvido desde 1957", afirmou.

O art. 2º do Código estabelece que "a personalidade civil da pessoa começa do nascimento com vida, mas a lei põe a salvo, desde a concepção, os direitos do nascituro". Pedroso afirmou que o projeto também assegura direitos para as associações que defendem o nascituro. "Esse projeto fortalece as associações e vai possibilitar que mais gente constitua associações para defender o nascituro", avaliou.

A juíza Liliana Bittencourt também criticou o Código Civil atual e disse que o projeto do Estatuto do Nascituro tem como maior virtude corrigir o Código Civil. "O nascituro tem personalidade por ser pessoa", afirmou.

Já Lenise Garcia, doutora em Microbiologia e Imunologia pela Universidade Federal de São Paulo, considera importante reunir em um só texto legal todos os direitos do nascituro. Para ela, não há contraposição entre os direitos do nascituro e os direitos da gestante. "Esses direitos são defendidos juntos no Estatuto do Nascituro", apontou.

O coordenador Nacional do Movimento Legislação e Vida, Hermes Nery,  defendeu que seja explicitada na própria Constituição que a vida é protegida desde a concepção.

Rosemeire defendeu assistência para mulheres estupradas que querem continuar com a gravidez
Rosemeire defendeu assistência para mulheres estupradas que querem continuar com a gravidez - (Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)

Amparo à mulher estuprada
Fundadora e presidente de honra do Centro de Reestruturação para a Vida (Cervi), Rosemeire Santiago também acredita que o projeto de lei contribui para a defesa da vida desde a concepção. O instituto oferece assistência a mulheres que enfrentam gravidez inesperada (vítimas de estupros, por exemplo) e desejam dar continuidade à gestação, seja para ficar ela mesma com a criança ou para encaminhá-la para adoção.

"Aquele bebê já começou a existir. Ele não tem culpa de nada, ele não tem culpa dos atos impensados de uma pessoa violenta, dos atos impensados do agressor, ele não tem culpa das nossas escolhas, mas ele tem sim a possibilidade de vida, de um futuro no nosso País, de um futuro promissor", opinou.

Diretora e co-fundadora da organização filantrópica Amigos da Criança (Amic), Anie Ariel disse que as mulheres grávidas não encontram amparo na sociedade, na família ou no parceiro para dar continuidade à gestação, e uma lei deve garantir isso. "Quando existe uma lei que nos proteja, quando existe uma lei que possa dizer 'sim, eu sofri uma violência, eu quero dizer sim à vida', o Estado precisa garantir que esse respeito aconteça", afirmou. Segundo ela, instituições como a Amic viabilizam o que o Estado deveria estar fazendo, protegendo a mulher e o bebê.

Co-fundadora e presidente da Associação Guadalupe, que também oferece serviços de acolhida para mulheres gestantes e famílias, Mariangela Consoli de Oliveira disse que o suporte permite que mulheres que tinham a intenção de interromper a gravidez mudem de ideia. "A grande maioria, 80%, quando amparadas, acolhidas, desistem de abortar seus filhos", informou, citando dados referentes às gestantes acolhidas pela instituição. Ela defende a criação de políticas públicas de amparo a essas mães e aos bebês.

Crítica à proposta
Uma das deputadas críticas ao Estatuto do Nascituro, a deputada Erika Kokay (PT-DF) afirma que a proposta é um retrocesso nos direitos das mulheres. "Desde a década de 40, é possível interromper a gravidez quando a mulher é vítima de violência sexual e quando a sua vida corre risco, e portanto é um desprezo com a vida das mulheres, com o direito de preservar a vida dessa mulher", disse.

Para a deputada, o Parlamento deveria estar discutindo formas de assegurar que a legislação seja cumprida para que as interrupções legais da gravidez possam ser efetivadas na rede de saúde.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Política

Política

Em votação apertada, senadores confirmam regulamentação das emendas de relator

Em continuação à sessão do Congresso Nacional desta segunda-feira (29), os senadores aprovaram, por 34 votos a favor e 32 contra, o Projeto de Reso...

29 de Novembro de 2021 as 21h45

Política

Congresso aprova projeto com medidas de transparência e limite de emendas de relator a R$ 16 bi em 2022

Marina Ramos/Câmara dos Deputados Sessão do Congresso Nacional O Congresso Nacional aprovou medidas de transparência na apresentação, aprovação e...

29 de Novembro de 2021 as 21h30

Política

Emendas de relator atenderam neste ano 4,8 mil prefeituras

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) divulgou na sexta-feira (26) a relação das emendas de relator-geral do Orçamento, classificadas como RP9, execu...

29 de Novembro de 2021 as 21h30

Política

Debate na CDR destaca importância de análise econômica do setor de turismo

A implementação da conta satélite do turismo – conjunto de instrumentos estatísticos sobre a contribuição dessa atividade para a economia nacional ...

29 de Novembro de 2021 as 21h00

Política

Debate na CRE destaca importância de análise econômica do setor de turismo

A implementação da conta satélite do turismo – conjunto de instrumentos estatísticos sobre a contribuição dessa atividade para a economia nacional ...

29 de Novembro de 2021 as 20h45

Política

Comissão discutirá com ministra da Agricultura regulamento para café torrado

Marcello Casal Jr/Agência Brasil Governo vai estabelecer o Regulamento Técnico do Café Torrado A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle d...

29 de Novembro de 2021 as 20h30

Política

Debatedoras afirmam que mulheres precisam conhecer lei contra a violência política de gênero

Em audiência pública promovida pela Secretaria da Mulher da Câmara, nesta segunda-feira (29), debatedoras afirmaram que as mulheres precisam conhec...

29 de Novembro de 2021 as 20h30

Política

Comissão promove audiência sobre feminicídio no Acre

MST Protesto contra o feminicídio no Brasil A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados promove audiência públi...

29 de Novembro de 2021 as 19h30

Política

Participantes de audiência pública divergem sobre proposta que enquadra TDAH como deficiência

Debatedores divergiram sobre a proposta que equipara o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) ao transtorno do espectro autista...

29 de Novembro de 2021 as 19h30

Política

Deputados aprovam regulamentação de emendas de relator; senadores ainda têm que votar

Os deputados federais aprovaram, com 268 votos a favor, 31 contra e 1 abstenção, o projeto de resolução que altera regras das emendas de relator no...

29 de Novembro de 2021 as 19h15

Política

Comissão da Crise Hidroenergética vai debater situação do setor elétrico

A Comissão Temporária Externa da Crise Hidroenergética vai promover uma audiência pública interativa nesta quarta-feira (1º), às 14h, para debater ...

29 de Novembro de 2021 as 19h15

Política

Deputados aprovam medidas de transparência e limitam emendas de relator a R$ 16 bi em 2022

Marina Ramos/Câmara dos Deputados Sessão do Congresso Nacional Os deputados aprovaram, em sessão do Congresso Nacional, as medidas de transparênc...

29 de Novembro de 2021 as 18h45

Política

CDH vota projeto que prevê acesso da Defensoria Pública a cadastro de crianças e adolescentes

Em reunião, nesta terça-feira (30), a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) deve apreciar, em caráter terminativo, o projet...

29 de Novembro de 2021 as 18h45

Política

Iluminação laranja marca dia mundial dedicado a doença pulmonar

A cúpula e o edifício principal do Senado Federal ficam iluminados de laranja nesta segunda-feira (29) para marcar o Dia Mundial da Doença Pulmonar...

29 de Novembro de 2021 as 17h45

Política

Grupo Parlamentar destaca resultados da COP 26

O Grupo Parlamentar da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica promoveu um painel, na tarde desta segunda-feira (29), para debater os result...

29 de Novembro de 2021 as 17h45

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO