Política

Comissão aprova projeto do Executivo sobre autocontrole na fiscalização agropecuária

Cleia Viana/Câmara dos Deputados Domingos Sávio: “Retirou-se o intervencionismo excessivo do poder público" A Comissão de Agricultura, Pecuária, ...

Fonte:Agência Câmara de Notícias
23 de Setembro de 2021 as 17h 15min

Domingos Sávio: “Retirou-se o intervencionismo excessivo do poder público - (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados aprovou proposta do Poder Executivo que substitui fiscalização agropecuária por programas de autocontrole por produtores rurais e indústria e incentivo a modelos de fiscalização on-line a partir do compartilhamento de processos. O projeto também altera regras de controle sanitário e o valor das multas aplicadas por infrações.

O texto aprovado é o substitutivo do deputado Domingos Sávio (PSDB-MG) ao Projeto de Lei 1293/21, do Poder Executivo. O parlamentar incorporou mais de 20 emendas no texto aprovado, que tem como principal inovação a criação do Programa de Vigilância em Defesa Agropecuária para Fronteiras Internacionais (Vigifronteiras) para impedir o acesso de pragas ou outras substâncias danosas e de produtos fora do padrão, além de atuar no contraterrorismo e controle de danos.

"A proposta vai assegurar com clareza a função do Ministério da Agricultura no papel relevante de garantir que o Brasil esteja protegido do ingresso de alimentos ou produtos de origem animal ou vegetal que possam representar risco à saúde pública ou à saúde de animais e vegetais no território nacional”, ressaltou Sávio.

Contraditório
Domingos Sávio incluiu o direito a processo administrativo – assegurado contraditório e ampla defesa – antes do cancelamento de registro de produtos fora dos parâmetros ou padrões do Ministério da Agricultura. A mudança foi fruto de acordo com integrantes da comissão para permitir a aprovação do substitutivo.

O texto permite concessão automática de registro para produtos agropecuários que possuam parâmetros ou padrões normatizados. A regra não vale para defensivos agrícolas ou agrotóxicos, regulados por legislação específica (Lei 7.802/89).

Autocontrole
Domingos Sávio afirmou que o texto aprovado busca modernizar a legislação agropecuária. “Retirou-se o intervencionismo excessivo do poder público e estabeleceu-se o princípio do autocontrole, de modo a assegurar maior agilidade e protagonismo ao agente privado, sem prejuízo algum das ações de regulação e fiscalização, competências indelegáveis do Estado”, defendeu.

Pelo texto, os agentes privados desenvolverão programas de autocontrole com o objetivo de garantir a inocuidade, a identidade, a qualidade e a segurança dos seus produtos. O programa não é obrigatório para agentes da produção primária agropecuária, mas o relator determinou que esses produtores poderão aderir voluntariamente a programas de autocontrole por meio de protocolo privado de produção.

Sávio alterou o texto para deixar a definição dos programas de autocontrole sob responsabilidade do setor produtivo, com orientação do Ministério da Agricultura (Mapa). O texto original dá essa atribuição ao Mapa, ouvido o setor privado. O relator também incluiu que a regulamentação dos programas deve levar em conta o porte do agente econômico.

Outra mudança aprovada pela comissão determina que caberá à fiscalização agropecuária verificar o cumprimento do descrito no programa de autocontrole da empresa, que será definido pelo estabelecimento privado e deve atender, no mínimo, aos requisitos definidos em legislação.

Os programas conterão registros sistematizados e auditáveis de todo o processo produtivo, desde a recepção da matéria-prima até o produto final. Deverão conter também medidas para recolhimento de lotes em desconformidade com o padrão legal e os procedimentos de autocorreção.

O Programa de Incentivo à Conformidade em Defesa Agropecuária foi alterado para determinar o compartilhamento periódico de dados operacionais e de qualidade pelo estabelecimento fiscalizado. O texto original exigia o compartilhamento em tempo real.

De adesão voluntária, o programa permite fiscalização online pelos fiscais agropecuários em troca de benefícios e incentivos estabelecidos no regulamento do programa. As empresas que aderirem a este programa serão, necessariamente, notificadas a regularizar eventuais infrações cometidas.

Sávio defendeu a medida. “A proposta permite maior dinamismo e liberdade às atividades econômicas agropecuárias, possibilitando que o Estado concentre suas ações no controle e na fiscalização de atividades de maior risco, sem enfraquecer o papel estatal conferido pela legislação vigente”, avaliou.

Revisão
O texto cria a Comissão Especial de Recursos da Defesa Agropecuária, que atuará como terceira e última instância sobre penalidades aplicadas por fiscais e confirmadas pela Secretaria de Defesa Agropecuária. A comissão será composta por 5 titulares e 5 suplentes: 2 titulares e 2 suplentes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; 1 titular e 1 suplente do Ministério da Justiça; 1 titular e 1 suplente da Confederação Nacional da Industria; e 1 titular e 1 suplente da Confederação Nacional da Agricultura.

Unificação de penalidades
Domingos Sávio também reduziu os valores de multas em caso de desconformidade foram reduzidos. A multa máxima, pelo texto aprovado, será de R$ 50 mil enquanto o texto do Executivo previa multas de até R$300 mil.

A proposta revoga dispositivos referentes às penalidades administrativas de dez diversas legislações do setor, como a Lei de Produtos de Origem Animal (POA); Lei de Produtos de Origem Vegetal (POV).

Os artigos serão substituídos pelos critérios estabelecidos neste projeto de lei, com maior direito a contraditório e penas mais brandas que em outras leis.

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Política

Política

Comissão aprova proposta que regulamenta doação de produtos apreendidos pela Receita Federal

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados Ganime defendeu plena divulgação da possibilidade de doação A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara do...

26 de Outubro de 2021 as 12h45

Política

Comissão aprova limite maior para trabalhador com deficiência receber auxílio-inclusão

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados Eduardo Barbosa calcula que o valor recebido em muitos casos será inferior ao que as pessoas com deficiência j...

26 de Outubro de 2021 as 12h45

Política

Debatedores pedem aprovação de PEC que destina 1% da receita da União à assistência social

Reila Maria/Câmara dos Deputados Cyntia Grillo criticou queda progressiva do orçamento do Suas Gestores estaduais e municipais, trabalhadores e u...

26 de Outubro de 2021 as 12h45

Política

Comissão aprova criação de Procuradoria Regional da República em Minas Gerais

Najara Araujo/Câmara dos Deputados Correia apresentou substitutivo com modificações sugeridas pelo MPF A Comissão de Trabalho, de Administração e...

26 de Outubro de 2021 as 12h00

Sorriso

Diogo Kriguer indica construção de um ginásio na Escola Municipal Aureliano Pereira da Silva

A quadra da escola não é suficiente para atender os quase 900 alunos da unidade escolar

26 de Outubro de 2021 as 12h00

Política

Congresso promulga nesta quarta emenda que aumenta repasse para municípios

Marcello Casal Jr/Agência Brasil Até setembro de 2021, o FPM havia recebido R$ 78 bilhões O Congresso Nacional promulga, nesta quarta-feira (27),...

26 de Outubro de 2021 as 11h30

Política

Comissão de Assuntos Econômicos adia análise do projeto de privatização dos Correios

Relator do projeto de lei que autoriza a exploração pela iniciativa privada de todos os serviços postais, o senador Marcio Bittar (PSL-AC) apresent...

26 de Outubro de 2021 as 11h30

Política

Comissão debate estudo sobre potencial vacina anticocaína que protege bebês em gestação

Depositphotos Uso de drogas na gravidez afeta a criança A Comissão de Seguridade Social e Família promove debate nesta quinta-feira (28) sobre va...

26 de Outubro de 2021 as 11h00

Sorriso

Vereador conhece a estrutura do caminhão do Hospital de Amor de Barretos

A estrutura está estacionada em frente ao Ambulatório Multiprofissional de Especialidades, na Avenida Brasil

26 de Outubro de 2021 as 10h45

Sorriso

Vereador pede grama sintética em substituição à área em quadra na Praça da Juventude

Mauricio justifica que o uso da grama sintética resulta em menos lesões

26 de Outubro de 2021 as 10h30

Política

Comissão aprova inclusão do crime de feminicídio em Código Penal Militar

Cleia Viana/Câmara dos Deputados Subtenente Gonzaga apresentou substitutivo mudando o texto original A Comissão de Relações Exteriores e de Defes...

26 de Outubro de 2021 as 10h30

Sorriso

Retorno do futebol amador em Sorriso é requerido por Celso Kozak

O município encontra-se com a média móvel de novos casos de Covid-19 em queda, justificando a retomada dos jogos

26 de Outubro de 2021 as 10h00

Sorriso

Damiani se reúne com Executivo para discutir a inauguração do prédio do INSS

A obra começou em 2012 e deve ser entregue no dia 5 de novembro

26 de Outubro de 2021 as 09h15

Sorriso

Marlon Zanella pede a disponibilização de barracas para a feira do distrito de Boa Esperança

O vereador explica que atualmente, a feira é realizada na área pública da praça, e os feirantes precisam de barracas

26 de Outubro de 2021 as 09h00

Política

Comissão que fiscaliza fluxo migratório e situação de refugiados aprecia plano de trabalho nesta quarta

A Comissão Mista Permanente sobre Migrações Internacionais e Refugiados (CMMIR) se reúne nesta quarta-feira (27), a partir das 15h, para a apreciaç...

26 de Outubro de 2021 as 08h45

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO