Política

CPI provocou fim de contrato de laboratório indiano com a Precisa, dizem senadores

O encerramento de contrato entre o laboratório indiano Bharat Biotech, fabricante da vacina Covaxin, e a empresa Precisa Medicamentos, que atuou co...

Fonte:Agência Senado
23 de Julho de 2021 as 18h 45min

Irregularidades envolvendo as negociações para a compra da vacina indiana Covaxin são alvo de uma das linhas de investigação da CPI da Pandemia - Jefferson Rudy/Agência Senado

O encerramento de contrato entre o laboratório indiano Bharat Biotech, fabricante da vacina Covaxin, e a empresa Precisa Medicamentos, que atuou como intermediária junto ao governo brasileiro, repercutiu nesta sexta-feira (23) entre os senadores. Eles viram a decisão como resultado da CPI da Pandemia, que investiga denúncias de corrupção na venda da vacina. O laboratório indiano apontou como falsos documentos apresentados pela intermediária. A Precisa, cuja diretora Emanuela Medrades já depôs à CPI, voltou a negar irregularidades.

Reportagem do portal de notícias G1 reproduziu comunicado da Bharat que, apesar de não explicitar o motivo do rompimento, diz que Precisa apresentou documentos falsos ao Ministério da Saúde. Um dos documentos apresenta a empresa brasileira como representante legal e exclusiva da Bharat, e o outro declara a inexistência de fatos impeditivos à habilitação da Precisa para contratos com o Ministério. “Gostaríamos de afirmar enfaticamente que esses documentos não foram emitidos pela companhia ou seus executivos e, portanto, negamos veementemente os mesmos”, diz a nota do laboratório indiano.

Na nota, a Bharat Biotech declara que não recebeu pagamentos antecipados nem forneceu vacinas ao Ministério da Saúde. Diz ainda que continua trabalhando com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a aprovação da Covaxin.

Em postagem no Twitter, o relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou que a Bharat desfez um negócio “superfaturado” com a Precisa. Enquanto isso, “diante de mais de 20 irregularidades comprovadas pela CPI, o governo não rompeu o contrato intermediado por um caloteiro contumaz”. O vice-presidente da comissão, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), garantiu que “as investigações continuam” e “os propineiros não sairão impunes”

"Caminho certo"

A senadora Simone Tebet (MDB-MS), também pelo Twitter, assegurou que a CPI está "no caminho certo” e lembrou da cláusula do contrato que previa transferência de recursos a um paraíso fiscal: “Crimes comprovados. Outros sendo investigados. Quem são? Quantos serão?” À Rádio Senado, a parlamentar reforçou a existência de suspeita de crimes contra a administração pública.

— Essa fatura positiva nós podemos colocar na conta dos trabalhos da CPI. A CPI não vai dar em pizza porque já está dando resultado. Um deles é o cancelamento do contrato — declarou.

Também à Rádio Senado, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) afirmou que as negociações com a Precisa foram realizadas num momento de "escassez de vacinas", mas considera que o Ministério da Saúde deverá confirmar o cancelamento da contratação diante das alternativas.

 Quando se tem a opção de ter o imunizante de melhor qualidade com o preço menor, obviamente o interesse público há de prevalecer em torno do mais vantajoso para a população. Só que tem que se levar em consideração os momentos. Naquele primeiro momento, não havia as opções que existem hoje. Acho que não há justificativa para se manter a negociação de uma vacina mais cara — disse Marcos Rogério.

Denúncias

A negociação, no valor de US$ 1,6 bilhão, sofre vários questionamentos: além do valor elevado da vacina, há suspeita sobre os termos de pagamento de seguro e frete, e a exigência de adiantamento de 45 milhões de dólares a serem transferidos para uma terceira empresa. O contrato para compra de 20 milhões de doses da vacina indiana é investigado pela CPI da Pandemia, que recebeu de denúncias do deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) e de seu irmão, Luís Ricardo, que é servidor público e trabalha no Ministério da Saúde.

De acordo com os dois, houve pressão política para a compra da Covaxin e diante disso eles teriam apresentado as denúncias ao presidente da República, Jair Bolsonaro, o qual teria atribuído o fato ao líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR). Com as denúncias à CPI, o Ministério Público Federal, a Controladoria-Geral da União e a Polícia Federal e o Tribunal de Contas da União abriram investigação. Já Ricardo Barros negou envolvimento com o caso e deverá ser ouvido pela CPI da Pandemia após o recesso parlamentar.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Política

Política

Presidente do INSS diz que prazos de concessão de benefícios devem ser normalizados a partir de janeiro

Michel Jesus/Câmara dos Deputados Leonardo Rolim afirmou que compromisso foi assumido perante o Supremo O presidente do Instituto Nacional do Seg...

15 de Outubro de 2021 as 18h15

Política

Comissão aprova pagamento do 13º salário em dobro aos segurados da Previdência Social

Cleia Viana/Câmara dos Deputados Flávia Morais: medida é importante para estimular a recuperação econômica A Comissão de Seguridade Social e Famí...

15 de Outubro de 2021 as 18h00

Política

Senado pode votar subsídio para gás de cozinha

O Plenário do Senado se reúne na próxima terça-feira (19), quando poderá votar o projeto de lei que prevê subsídios para a compra de botijões de gá...

15 de Outubro de 2021 as 17h45

Política

Entidades afirmam que fala de ministro representa retrocesso no ensino de pessoas com deficiência

Michel Jesus/Câmara dos Deputados Rodrigo Hubner disse que a educação inclusiva é benéfica para todos Recentemente, o ministro da Educação, Milto...

15 de Outubro de 2021 as 17h45

Política

Comissão considera incompatível financeiramente dedução do IR para doações a programas de alfabetização

Cleia Viana/Câmara dos Deputados Votação seguiu o parecer do relator, Felipe Rigoni A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados c...

15 de Outubro de 2021 as 17h45

Política

CRA vai debater risco de falta de insumos para o plantio da safra 2021/2022

A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) tem reunião semipresencial, na quinta-feira (21), às 8h, para debater o risco de falta de insumos...

15 de Outubro de 2021 as 17h30

Política

Comissão debate fortalecimento do sistema de auditoria do SUS

Marcelo Casal Jr./Agência Brasil Denasus auxilia na gestão do Sistema Único de Saúde A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Depu...

15 de Outubro de 2021 as 17h00

Política

Deputadas pedem aprovação de projeto que reconhece charge e grafite como manifestações culturais

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados Benedita da Silva pediu a aprovação da proposta, de sua autoria Em audiência da Comissão de Cultura da Câmara ...

15 de Outubro de 2021 as 17h00

Política

Ativistas e criadores divergem sobre projeto que transforma animais em sujeitos de direito?

Aspectos jurídicos do Projeto de Lei 6054/19, conhecido como “PL animal não é coisa”, colocaram em lados opostos, nesta sexta-feira (15), ativistas...

15 de Outubro de 2021 as 17h00

Política

Senadores destacam Dia do Professor e cobram melhores condições para a profissão

O Dia do Professor, comemorado em 15 de outubro, foi lembrado por vários senadores nas redes sociais. Eles parabenizaram os professores, defenderam...

15 de Outubro de 2021 as 16h45

Política

Câmara pode votar na terça-feira proposta que altera composição do CNMP

Cleia Viana/Câmara dos Deputados Sessão do Plenário da Câmara dos Deputados A Câmara dos Deputados pode votar na terça-feira (19) a Proposta de E...

15 de Outubro de 2021 as 16h45

Política

Comissão aprova gratuidade de segunda via de documentos para idosos de baixa renda

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados Luis Miranda restringiu o benefício aos inscritos no CadÚnico A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara do...

15 de Outubro de 2021 as 15h45

Política

Projeto cria plano para enfrentar os efeitos da pandemia na educação

Aguarda votação em Plenário o projeto de lei que institui o Plano Nacional de Enfrentamento dos Efeitos da Pandemia de Covid-19 na Educação. O proj...

15 de Outubro de 2021 as 15h45

Política

Comissão aprova reserva de 10% vagas de estágio para pessoas com deficiência na administração pública

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados Eduardo Barbosa quer evitar retrocesso na política de cotas A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas co...

15 de Outubro de 2021 as 15h30

Política

Senado poderá ter Frente Parlamentar para continuar o trabalho da CPI da Pandemia

O Senado vai analisar a criação de uma Frente Parlamentar que dará continuidade ao trabalho da CPI da Pandemia, recebendo novas denúncias e monitor...

15 de Outubro de 2021 as 15h30

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO