Política

Deputados recorrem da decisão da ANEEL que autorizou aumento de energia elétrica

Foto: Marcos Lopes Dezesseis deputados estaduais de Mato Grosso, juntamente com o deputado federal José Mede...

Fonte:ALMT
04 de Maio de 2021 as 11h 20min

Foto: Marcos Lopes

Dezesseis deputados estaduais de Mato Grosso, juntamente com o deputado federal José Medeiros (Podemos-MT), protocolaram na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) um recurso que visa suspender o reajuste de energia elétrica. A autarquia autorizou, no final de abril, um aumento de 8,90% nas tarifas, mas os parlamentares questionam o índice utilizado pelo órgão para a concessão da revisão.

Assinaram o recurso os deputados estaduais Faissal Calil (PV), Dr. Gimenez (PV), Dr. Eugênio (PSB), Elizeu Nascimento (DC), Delegado Claudinei (PSL), Dilmar Dal Bosco (DEM), Paulo Araújo (PP), Xuxu Dal Molin (PSC), Allan Kardec (PDT), Dr. João (MDB), João Batista (Pros), Janaina Riva (MDB), Gilberto Cattani (PSL), Wilson Santos (PSDB), Ulysses Moraes (PSL), Thiago Silva (MDB), além de José Medeiros.

Os deputados apontam que a Agência não deveria ter autorizado o aumento com base no Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M) e sim com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) como indicador de cálculo de inflação. Os parlamentares apontam que, por conta da pandemia, o IGP-M, usado no contrato com a Energisa, concessionária que atua na distribuição de energia elétrica em Mato Grosso, se descolou da realidade inflacionária do país em 2020 e 2021. 

"Mesmo após as tentativas dessa agência de mitigar o reajuste para índices mais módicos, ainda castigará o consumidor mato-grossense, que já paga tarifas altíssimas de energia elétrica. Sendo assim, necessário se faz a substituição do índice IGP-M pelo IPCA, que retrata melhor a realidade atual do país. A necessidade do efeito suspensivo se dá ante ao enorme potencial destrutivo que este aumento tarifário de energia irá gerar em um momento tão delicado", apontam os parlamentares, no recurso.

No documento, os parlamentares destacam que o reajuste impactará negativamente na economia do estado, gerando um efeito cascata que pode ser desastroso para as famílias mais carentes. Eles também apontam que a suspensão do reajuste de forma imediata é necessária, tendo em vista possíveis cobranças e pagamentos indevidos de milhares de consumidores, o que seria um prejuízo de difícil reparação.

"Não só as contas de energia dos consumidores irão subir, mas todos os preços que possuem o custo de energia em sua base, gerando um efeito cascata de aumento de preços no estado. Os mais carentes já não têm como arcar com suas contas de luz e muitas vezes têm de escolher entre pagar a conta de energia ou comprar comida para sua casa. Com este aumento tarifário, não só as contas de energia ficarão mais caras, como também os preços dos alimentos e demais serviços", destacam.

Para eles, mesmo que o contrato da Energisa preveja a utilização do IGP-M como índice para o reajuste tarifário, o Código de Defesa do Consumidor aponta que o mesmo pode ser revisto através de uma revisão por conta da "vantagem exagerada" incidente no documento. Segundo a legislação, esta mudança pode ser utilizada para um reequilíbrio de forças entre as partes integrantes do contrato. Os deputados apontaram ainda que com o IPCA o aumento seria menor para o consumidor. O deputado estadual Faissal Calil explicou que, com a mudança no índice, o reajuste cairia de 8,9% para 4,74%.

"O IGP-M alcançou 31,18 em 2020, contra apenas 6,1% do IPCA, no mesmo período. A mera substituição de um pelo outro faria com que o reajuste tarifário caísse para apenas 4,74%, atendendo assim a modicidade tarifária que tanto queremos. Estes valores podem ser suportados pelo consumidor sem prejuízo do sustento da própria família, pois refletem a inflação vivida neste último ano", disse o deputado.

Fonte: ALMT

Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Política

Política

Dr. Gimenez destaca importância do Programa Ser Família Emergencial à Região Oeste

Deputados Dr. Gimenez e Valmir Moretto Foto: Rose Domingues Reis / Gabinete do deputado Dr. Gimenez Foto: R...

07 de Maio de 2021 as 16h50

Política

Botelho destaca importância de projeto que garante certificação de qualidade dos alimentos artesanais

A sessão plenária desta semana foi marcada pela aprovação do projeto de lei 51/19 que estabelece a necess...

07 de Maio de 2021 as 15h50

Política

Pessoas com autismo deverão ser cadastradas pelo governo de MT

ALMT tem sido parceira na realização de simpósios e outros eventos sobre autismo. Foto: MAURICIO BARBANT...

07 de Maio de 2021 as 15h20

Política

Bolsonaro diz que Ponte do Abunã reduzirá custo do transporte

O presidente Jair Bolsonaro disse, hoje (7), durante a inauguração da Ponte do Abunã, que liga o Acre a Ro...

07 de Maio de 2021 as 14h50

Política

Servidores do Ciopaer são homenageados

Thiago Silva entrega moções de aplausos a servidores do Ciopaer MT Foto: HENRIQUE COSTA PIMENTA BRAGA O d...

07 de Maio de 2021 as 11h20

Política

Tribunal Especial julga impeachment do governador de SC

O Tribunal Especial de Julgamento instalado pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) para julgar...

07 de Maio de 2021 as 10h50

Política

Relatório aponta superávit de quase R$ 2 bilhões

Foto: RONALDO MAZZA / ALMT Em 2020, o estado de Mato Grosso fechou o ano com uma arrecadação de R$ 23,819 b...

07 de Maio de 2021 as 10h50

Política

ALMT aprova projeto para estimular empreendedorismo entre vítimas de violência doméstica

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT Na semana marcada pela comemoração ao Dia das Mães, a Assembleia Legislativa de Ma...

07 de Maio de 2021 as 09h20

Política

Famílias carentes do Médio-Norte recebem auxílio alimentação

Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT Moradores de baixa renda da região Médio-Norte receberam, nesta quinta-feira ...

07 de Maio de 2021 as 08h50

Política

Câmara cria Semana Escolar de Combate à Violência contra a Mulher

A Câmara aprovou na noite desta quinta-feira o projeto de lei que institui a Semana Escolar de Combate à Vi...

06 de Maio de 2021 as 22h50

Política

Senado aprova prioridade no registro de fármacos nacionais

O Senado aprovou hoje (6) um projeto de lei (PL) que dá prioridade no registro de medicamentos que contenham...

06 de Maio de 2021 as 20h50

Política

Mulher vítima de violência terá prioridade em programa habitacional

O Senado aprovou hoje (6) o projeto de lei que dá à mulher vítima de violência doméstica prioridade em p...

06 de Maio de 2021 as 19h50

Política

Bruno Covas passa por radioterapia para controlar sangramento residual

O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas, passou hoje (6) por uma radioterapia para controlar um sang...

06 de Maio de 2021 as 18h50

Política

Senado aprova MP que estende a vigência Plano Nacional de Cultura

O Senado aprovou hoje (6) a Medida Provisória (MP) 1.012/2020, que prorroga a vigência do Plano Nacional de...

06 de Maio de 2021 as 17h50

Eleições 2022

Kátia Fávero disputará vaga na AL

Amigos próximos questionaram Kátia sobre uma possível incursão na política, algo que é inédito na vida dela.

06 de Maio de 2021 as 17h22

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO