Política

Líderes de oposição cobram impeachment enquanto governistas defendem pacificação

Deputados discursaram sobre a atuação do presidente Jair Bolsonaro nas manifestações de 7 de setembro

Fonte:Agência Câmara de Notícias
08 de Setembro de 2021 as 17h 15min

Sessão do Plenário da Câmara dos Deputados - (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

Líderes do PT, do Psol, do PCdoB, da Minoria e da oposição foram à tribuna do Plenário nesta quarta-feira (8) para cobrar o impeachment do presidente Jair Bolsonaro em razão dos discursos feitos em manifestações convocadas por ele no feriado de 7 de Setembro, em Brasília e em São Paulo. Bolsonaro voltou a defender o voto impresso e disse que não respeitaria mais decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), especialmente do ministro Alexandre de Moraes, que comanda o inquérito sobre atos antidemocráticos e notícias falsas.

Os líderes oposicionistas cobraram a instauração de processo de impeachment contra Bolsonaro, decisão que cabe apenas ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Os parlamentares de oposição também repercutiram a fala do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, que mais cedo fez pronunciamento em que acusou o presidente da República de crime de responsabilidade.

O líder do PT, deputado Bohn Gass (PT-RS), disse que Bolsonaro assumiu uma posição de afronta às instituições e que o processo de impeachment deve ser a resposta, já que o presidente da República afirmou “que não vai respeitar as quatro linhas da Constituição”.

“Esta Casa é altiva, esta Casa tem que se posicionar. Esta Casa não pode apenas ficar para apaziguar um confronto. Precisamos levantar a voz antes que seja tarde, nós precisamos demonstrar a nossa firmeza para impedir o avanço dessas atitudes antidemocráticas”, disse Bohn Gass.

Ele pediu ainda que seja devolvida a Medida Provisória 1068/21, que limita a remoção de conteúdo da internet. “Essa MP corrobora exatamente com as atitudes antidemocráticas”, declarou.

Para a líder do Psol, deputada Talíria Petrone (Psol-RJ), o discurso de Bolsonaro nas manifestações foi um “esculacho na cara do povo brasileiro”. Ela disse que a crise política é “gravíssima” e defendeu uma resposta mais dura da Câmara dos Deputados. “Não estamos vivendo uma normalidade, e esta Casa não pode fingir que está normal enquanto o povo está vivendo a miséria que está chegando cada vez com mais força na mesa dos trabalhadores brasileiros”, ressaltou.

O líder da oposição, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), disse que Bolsonaro atacou a separação, a independência e a harmonia entre os Poderes. “Não é mais tolerável amenizar ou passar pano para o que o presidente da República vem fazendo. Não é mais aceitável, não há mais clima para diálogo com quem ataca a democracia. É hora desta Casa reagir à altura”, defendeu.

Alessandro Molon destacou que Fux disse que o Supremo Tribunal Federal não tolerará ameaças à autoridade de suas decisões e o desprezo às decisões judiciais. “Nós queremos que esta Casa cumpra o seu dever, não há mais como tolerar o avanço de Bolsonaro contra a democracia”, afirmou.

Para o líder da Minoria, deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ), ao subir o tom nas manifestações de 7 de Setembro, Bolsonaro passou de presidente da República a “líder de uma seita de fanáticos”. “Bolsonaro ultrapassou todos os limites. Ele não tem discurso de quem vai disputar uma eleição porque ele não respeita as regras da Constituição”, disse.

Freixo afirmou que é preciso afastar o presidente, que poderá fazer “um estrago” ainda maior até o final do seu mandato.

O líder do PCdoB, deputado Renildo Calheiros (PCdoB-PE), disse que a democracia foi “tensionada” após Bolsonaro declarar abertamente ser contra decisões do STF.

Pacificação
O deputado Darci de Matos (PSD-SC), no entanto, foi à tribuna em nome do seu partido para defender o tom conciliador do presidente da Câmara, Arthur Lira. “Acompanhei atentamente o pronunciamento com relação às manifestações e quero afirmar, sem medo de errar, que a posição do nosso presidente Arthur Lira foi a posição acertada. Um líder que chama os Poderes, o Congresso Nacional e as lideranças para fazer um grande pacto na linha da pacificação”, disse Darci de Matos.

Para ele, neste momento, cabe ao Congresso agir para fazer as reformas que façam a economia brasileira crescer.

O líder do governo, deputado Ricardo Barros (PP-PR), disse que as manifestações foram uma “demonstração inequívoca às bandeiras defendidas pelo governo Bolsonaro”. Ele destacou que os protestos foram pacíficos e que demonstram a defesa das reformas.

Ricardo Barros destacou que os brasileiros criticaram “o ativismo judicial” e afirmou que a retomada econômica a partir das reformas vai melhorar a popularidade de Jair Bolsonaro. Barros também minimizou a fala de Bolsonaro contra o STF, afirmando que “não há fato novo”.

“Nós precisamos que as prerrogativas exclusivas do Legislativo e que as prerrogativas do Executivo sejam respeitadas pelo Judiciário. Nós vivemos um regime de exceção com o inquérito das fake news, que tem gerado desconforto, com as pessoas sentindo que não podem livremente externar seu pensamento. E isso tem gerado mal-estar nas milhares de pessoas que se apresentaram às urnas”, opinou.

Para o líder do governo, a crise será superada se houver “recuo” do Poder Judiciário.

Barros destacou ainda que cabe ao Congresso manter a postura de pacificação e aprovar temas como a reforma administrativa, que deverá ir a voto na comissão na próxima semana.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Política

Política

Projeto de valorização da família pode promover proteção social, dizem especialistas

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados Carmen Zanotto é relatora do projeto Especialistas ouvidos pela Comissão de Seguridade Social e Família da Câm...

21 de Outubro de 2021 as 21h30

Política

Trabalho dos profissionais de fisioterapia e terapia ocupacional é tema de debate

Breno Esaki/Agência Saúde DF Fisioterapeuta atende paciente com sequelas pós-covid A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputa...

21 de Outubro de 2021 as 20h45

Política

Comissão aprova limite a pagamento de precatórios e mudanças no teto de gastos

Najara Araujo/Câmara dos Deputados Texto aprovado é o substitutivo do relator, Hugo Motta A comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou, po...

21 de Outubro de 2021 as 20h30

Política

Girão comemora rejeição da chamada PEC da Vingança

Em pronunciamento nesta quinta-feira (21), o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) disse que foi uma vitória da sociedade a rejeição, pelos deputados ...

21 de Outubro de 2021 as 19h30

Política

Vai à Câmara projeto de ajuda de R$ 2 bilhões para santas casas e hospitais filantrópicos

O Plenário do Senado aprovou nesta quinta-feira (21) o PL 1.417/2021, projeto de lei que prevê repasse de R$ 2 bilhões para ajudar santas casas e h...

21 de Outubro de 2021 as 19h30

Política

Dário Berger: Sistema Nacional de Educação será a maior política educacional do Brasil

Em pronunciamento, nesta quinta-feira (21), o senador Dário Berger (MDB-SC) anunciou que já protocolou na Comissão de Educação (CE) o relatório fin...

21 de Outubro de 2021 as 19h30

Política

Amin registra os 109 anos do Combate do Irani, marco inicial da Guerra do Contestado

Em pronunciamento, nesta quinta-feira (21), o senador Esperidião Amin (PP-SC) registrou que amanhã, 22 de outubro, se completam 109 do Combate do I...

21 de Outubro de 2021 as 19h15

Política

Alvaro Dias destaca ações que impetrou no Supremo contra decisões do Congresso

Em pronunciamento, nesta quinta-feira (21), o senador Alvaro Dias (Podemos-PR) prestou contas de diversos mandados de segurança e ações diretas de ...

21 de Outubro de 2021 as 19h00

Política

Comissão debate direito à cultura alimentar no Brasil

Rovena Rosa/Agência Brasil Comissão quer debater uma política de cultura alimentar para o Brasil A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados re...

21 de Outubro de 2021 as 18h45

Política

Especialistas temem impactos das mudanças climáticas na América do Sul

Fernando Frazão/Agência Brasil 2021 está entre os anos mais quentes da história Especialistas demonstraram preocupação com os impactos socioeconô...

21 de Outubro de 2021 as 18h45

Política

Comissão promove debate sobre o tratamento da amiloidose no Brasil

Depositphotos Não há registro no Brasil de medicamento para estágios não iniciais da doença A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Def...

21 de Outubro de 2021 as 18h30

Política

Senadores voltam a defender derrubada do veto à distribuição de absorventes

A líder da Bancada Feminina, senadora Simone Tebet (MDB-MS), cobrou a votação urgente do veto parcial (VET 59/2021) ao projeto que garante a distri...

21 de Outubro de 2021 as 18h15

Política

Paim: STF fez justiça ao derrubar dispositivos da reforma trabalhista

Em pronunciamento, nesta quinta-feira (21), o senador Paulo Paim (PT-RS) saudou a decisão do Supremo Tribunal Federal de declarar inconstitucionais...

21 de Outubro de 2021 as 18h00

Política

Comissão discute problemas na distribuição da alimentação escolar às famílias durante pandemia

SEED/Paraná Alimentos da agricultura familiar adquiridos pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar A Comissão de Fiscalização Financeira e Co...

21 de Outubro de 2021 as 17h45

Política

Comissão debate adoção por famílias acolhedoras

Najara Araujo/Câmara dos Deputados Carla Dickson é relatora da proposta A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados promove...

21 de Outubro de 2021 as 17h45

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO